BANNER_MUNDO_Mega_1920x350AF
1920x3502
TOPO_SITE_1920_350
051221-N8-December-giveaways-banner-ads-PT-1920x350
WhatsAppImage2021-11-18at124217
01
Royal Pag

Geral

Flip não é flip? Confira as probabilidades matemáticas do Short Deck e entenda as diferenças do jogo

É necessária uma boa adaptação para praticar o jogo com o baralho reduzido

Publicado

em

O Short Deck é um sucesso mundial e está cada vez mais ganhando adeptos no Brasil. No MILLIONS Super High Roller Series Sochi, na Rússia, é impressionante o número de eventos na modalidade. Dos sete primeiros torneios do festival, quatro deles foram disputados no Short Deck.

As diferenças são simples, mas mudam totalmente a dinâmica do jogo: as cartas de 2 a 5 são retiradas do baralho. A mudança preponderante para o Texas Hold’em é que os flushs vencem os full houses. A matemática do jogo também fica bastante interessante.

Por exemplo, o menor par possível para receber na mão, o , está em apuros se for jogado pré-flop contra duas over cards. Contra , por exemplo, a probabilidade é de 36% x 64%. No Texas Hold’em, a história é outra: 52,20% contra 47,36%. É o chamado coin flip. Outra simulação interessante é a de contra .

O J é uma carta muito importante no Short Deck, pois bloqueia possibilidades de sequência. Nesta simulação, fica com mais cara de coin flip, com 45% para o contra 55% para o . A vantagem aumenta ligeiramente para 57% se for contra , por exemplo.

LEIA MAIS: Em cooler sinistro no Short Deck, Phil Ivey eliminou Sam Greenwood no Evento #5 do MILLIONS Sochi; entenda

LEIA MAIS: MILLIONS Sochi: Após três mesas finais, Paul Phua ganha prêmio milionário ao cravar Evento #06 e ultrapassa os US$ 18 milhões de ganhos

No Hold’em, depois de um flop, top pair contra flush draw e duas over cards é praticamente um flip. No Short Deck, o segundo exemplo tem maior vantagem.

Num cenário de contra , com o flop , a chance de vitória do é de 59,11%. Se não tivesse as over cards, o cenário se inverte exatamente no Short Deck, mas fica bem próximo do que acontece no Hold’em, com uma diferença de apenas 3%.

Uma coisa que muitos jogadores se confundem é com grandes pares pré-flop, como e . No Short Deck, a probabilidade de vitória é bem menor. Por exemplo, o contra no Hold’em tem 78% de chance de vitória. Só que no Short Deck, o (naipado) é uma das mãos mais fortes do jogo. Neste cenário, o tem 63% de chance.

Uma clássica situação de 60% a 40% no Hold’em é, por exemplo, contra . No Short Deck se parece mais com um coin flip, com 53% para o contra 47%.

É muito importante para qualquer jogador de poker se adaptar a matemática desse novo jogo para colher frutos lá na frente. As calculadoras de poker são facilmente encontradas na internet.

Geral

Chris Eubank Jr ingressa de vez no mundo do poker e relembra história com astro: “fiz meu primeiro royal flush com ele”

O boxeador profissional é o atual número um do mundo nos pesos médios

Publicado

em

Postado Por

A migração de atletas de alto nível de outros esportes para o poker é um caminho bastante conhecido por todos. Nomes importantes já percorreram esse caminho, como foram os casos de Neymar Jr, hoje embaixador cultural do PokerStars, Ronaldo, Rafael Nadal, Boris Becker e tantos outros. E a lista aumentou recentemente.

O boxeador profissional Eubank Jr, campeão de diversas categorias e filho do também campeão mundial Chris Eubank, foi anunciado como novo embaixador cultural do 888Poker na última semana. O atleta agora faz parte do time de jogadores que conta com Dominik Nitsche, Kara Scott, Sam Abernathy e a brasileira Vivi Saliba.

Eubank é atualmente o número um do mundo da World Boxing Association nos pesos médios e tem uma já longa relação com o esporte das cartas que o deixa confiante para o novo papel: “o poker é minha paixão genuína. Eu vi no passado outros caras fazendo isso e eles realmente não entendem o jogo, mas eu sou um jogador experiente – em cash games”.

LEIA MAIS: Pablo Brito passa blefe com air total na FT do Super MILLION$ e consegue fold improvável; confira

Para o boxeador, o boxe e o poker tem algumas semelhanças que o colocam como um bom nome para assumir o desafio. Além disso, ele já viveu de perto com muita das estrelas do jogo. Ele já participou de jogos com o polêmico Dan Bilzerian, mas foi com Phil Hellmuth que viveu um momento inesquecível.

Eubank estava no Aria jogando por diversão e prestes a ir embora quando viu Hellmuth se encaminhar para a sala. Fã do PokerBrat, ele se encaminhou para cumprimentá-lo e acabou convidado para jogar numa sala privada na Ivey’s Room, onde também estava o fã de poker e DJ Steve Aoki.

O lutador ganhou uma ficha de US$ 5 mil de Hellmuth e se sentou a mesa. Lá, ele conseguiu duas coisas que sonhava. A primeira é a famosa tiltada do maior campeão da WSOP: “eu estava rezando para que ele tivesse uma explosão durante o jogo, e ele fez isso, eu tenho vídeos disso”, conta.

Depois, Eubank ainda conseguiu um feito improvável: “joguei o jogo e realmente fui muito bem. Fiz meu primeiro Royal Flush ali naquela mesa com Hellmuth, e essa foi minha introdução ao poker high stakes”, explica. Dá pra dizer que o novo embaixador do esporte já tem muita história pra contar.

“Noite lendária de poker com @steveaoki@phil_hellmuth e eu fiz meu primeiro royal flush”

Confira o episódio #01 do Poker de Boteco:

 

Continue Lendo

Geral

Nick Petrangelo vira sobre Ali Imsirovic, crava o Evento #07 de US$ 50K da Stairway to Millions e sai com fortuna

Americano saiu com mais de meio milhão de dólares na conta

Publicado

em

Postado Por

O americano Nick Petrangelo não se cansa de conseguir façanhas no poker ao vivo. Grande nome do circuito live no mundo, Petrangelo tem sido o destaque da Stairway to Millions, série da PokerGO Tour, mas só conseguiu soltar o grito de campeão ontem, no Evento #07.

Depois de fazer mesa final no Evento #04 de US$ 7.400 e ser vice-campeão do Evento #06, de US$ 25K, no dia anterior, Nick alcançou o lugar mais alto do pódio no Evento #07, de US$ 50K, passando por 21 jogadores no field e um 3-handed com grandes rivais para conseguir consumar a vitória.

Ele enfrentou Chris Brewer e o favorito Ali Imsirovic, que havia chegado como chip leader, mas que acabou superado pelo americano no HU. Pela vitória de virada, Nick Petrangelo saiu com uma fortuna na conta. Ele levou mais de meio milhão de dólares, US$ 567.000 pelo título. Imsirovic ficou com US$ 315.000, enquanto Brewer recebeu US$ 168.000.

LEIA MAIS: Pedro Garagnani mantém perseguição a Patrick Leonard pelo topo do PocketFives; Brasil segue com quatro no top 10

A trajetória do craque do live no torneio também foi digna de destaque. Em determinado momento, o profissional chegou a ter apenas um big blind na competição. Ele não só sobreviveu a isso triplicando, como logo estava rapidamente de volta ao jogo para chegar até o fim.

No dia final, onde foi jogado apenas o 3-handed, Petrangelo precisou de uma nova reviravolta. Era Ali Imsirovic quem tinha a liderança, mesmo depois de Nick eliminar Brewer. Ainda assim, o americano, dono agora de mais de US$ 22 milhões no live, conseguiu a virada contra o fenômeno bósnio e cravou seu torneio.

A vitória, além de dar o prêmio máximo para o “caecilius” do PokerStars, fez o jogador assumir a liderança do ranking da PokerGo Tour. E não bastasse esses fatos, o americano tem nova chance de forrar ainda mais hoje, já que também é o chip leader do último torneio da série, com buy-in de US$ 100K. Sabe pouco?

Confira o episódio #01 do Poker de Boteco:

 

Continue Lendo

Geral

Com Michael Addamo, Vanessa Kade e Lex Veldhuis, Global Poker Awards revela os indicados em 26 categorias

Ideia entrou em prática na primeira etapa de 2020

Publicado

em

Postado Por

Addamo, Kade e Veldhuis

Depois de não ter realizado a premiação dos melhores de 2020 que aconteceria no ano passado, o Global Poker Awards está confirmadíssimo para acontecer em fevereiro e vai premiar a comunidade do poker em 26 diferentes categorias. A cerimônia vai acontecer no dia 18 nos estúdios do PokerGO e terá transmissão ao vivo pelo canal pago.

LEIA MAIS: KSOP Fortaleza abre a temporada na próxima semana; Mundo Poker esmiúça a grade de R$ 2,5 milhões garantidos

As categorias de “Jogador do Ano da GPI”, “Jogadora do Ano da GPI” e “Jogador do Ano Mid-Stakes” já foram revelados: Ali Imsirovic, Nadya Magnus e David Mzareulov. Cinco pessoas receberam duas indicações: os apresentadores Jamie Kerstetter, Joe Stepleton e Jeff Plat, Doug Polk e o vlogger francês Yohan Guilbert.

Confira todos os indicados:

Melhor Desempenho Em Mesa Final

Koray Aldemir – Main Event da WSOP

Jeremy Ausmus – PLO High Roller da WSOP

Dan Cates – Poker Players Championship da WSOP

Adam Friedman – Dealer’s Choice 6-Max da WSOP

Surpresa do Ano

Chris Brewer

Vanessa Kade

Kyna England

Johan Guilbert

Oponente Mais Duro – escolha dos jogadores

Michael Addamo

Stephen Chidwick

Ali Imsirovic

David Peters

Melhor Streamer

Kevin Martin

Ben Spragg

Jon Van Fleet

Lex Veldhuis

Melhor Repórter em cobertura ao vivo

Mickey Doft

Tim Duckworth

Chad Holloway

Christian Zetszche

Melhor Troféu – Escolha dos fãs

Mike Sexton WPT Champions Cup

MSPT South Dakota State Championship

Seminole Hard Rock Poker Open Championship

WTPDeepStacks Gold Coast

Melhor Evento

Seminole Hard Rock ‘N’ Roll Poker Open Opening Event

Main Event da WSOP

Wynn Mistery Bounty

Wynn Millions

Melhor Vlogger

Jaman Burton

Ryan Depaulo

Brad Owen

Ethan Yau

Personalidade do Twitter

Will Jaffe

Jamie Kerstetter

Kitty Kuo

Kevin Mathers

Personalidade da Indústria

Tony Burns

Jack Effel

Mori Eskandani

Matt Savage

Melhor Diretor de Torneio

Paul Cambpell

Justin Hammer

Ray Pulford

Andy Tillman

Melhor Podcast

Poker in the Ears (James Hartigan & Joseph Stapleton para o PokerStars)

The Chip Race Poker Podcast (David Lappin & Dara O’Kearney para Unibet Poker)

The Doug Polk Podcast (Doug Polk)

The Heart of Poker (Kara Scott)

Melhor Apresentador

Jamie Kerstetter

Ali Nejad

Jeff Plat

Joe Stepleton

Melhor Conteúdo de Mídia Escrita

Lance Bradley para o PocketFives: Isai Scheinberg: “Sua empresa, seu legado e como a Black Friday impactou ambos”

Alex O’Brien para BBC: “Como uma vitória de US$ 10K mudou o que eu penso”

D’Arcy Maine para ESPN.com: “Enquanto batalha contra câncer de cérebro, Michael Graydon vive o sonho na WSOP”

Charles Rabin para o Miami Herald: “Da “prisão” de imigrantes para o novo campeão de poker no Hard Rock. A sorte de um refugiado afegão muda”

Melhor Foto

Antonio Abrego: Adam Friedman derrota Phil Hellmuth para 3º título seguido do WSOP 10K Dealer’s Choice

Hayley Hochstetler: O fim de uma era

Enrique Malfavon: A bolha da WSOP estoura

Danny Maxwell: Brandon Shack-Harris e o seu guarda-chuva na WSOP

Melhor Vídeo

Paul Graydon e Andrew Neeme: O Vilão que roubou o Natal

Last Call Pokeridokumentii

Jeff Platt para PokerGo: “Stand up for me, please”

Renko Rinkema para PokerGo: Run it Back com Stefanie Ungar

Run it Once: Conheça o Jungleman

Melhor mão – escolha do público

Daniel “Jungleman” Cates obriga Leng a foldar no 50K PPC

Doug Polk faz fold épico contra Phil Hellmuth no High Stakes Poker

Nicholas Rigby passa blefe monstro na reta final da WSOP Main Event

Quadra contra quadra no Dia 3 do Main Event da WSOP (Chang Liu x Ugur Secilmis)

Personalidade do Poker – escolha do público

Johan Guilbert “YoH ViraL”

Greg Liow “Greg Goes All In”

Jonathan Little

Masato Yokosawa

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS