BANNER_MUNDO_Mega_1920x350AF
280820-First-Deposit-Bonus-portuguese-1920x350
Royal Pag
Siga-nos

Geral

WCOOP: Especialista em mixed games, Murilo Figueiredo é campeão do Evento #22-M 5-Card Draw

O brasileiro mostrou que conhece da modalidade

Publicado

em

O Brasil conseguiu mais um título no WCOOP nas primeiras horas deste domingo (6). A bandeira verde e amarelo ficou no lugar mais alto do pódio no Evento #22-M (5-Card Draw) da série disputada no PokerStars. O autor do feito foi Murilo Figueiredo, especialista no mixed-game, que pela cravada faturou US$ 5.146.

O torneio com buy-in de US$ 109 e garantido de US$ 25.000 teve 267 entradas fazendo com que o prize pool chegasse em US$ 26.700. Outro brasileiro chegou na zona de premiação, mas ainda longe da mesa final. Bernardo Dias “bedias” terminou a competição na 34ª posição, recebendo US$ 223.

LEIA MAIS: Daniel Camel supera Ricardo Sehnem no HU e crava €250 Galactic no PS.es; mão decisiva teve blefe e pulo na lança

O heads-up contra o japonês “nkeyno” começou com grande vantagem de Murilo Figueiredo, mas a alternância nas fichas foi bem grande. Na mão final, o brasileiro estava à frente quando fez a maior trinca possível com contra uma outra trinca do oriental, essa de .

O 5-Card Draw é a modalidade mais antiga de poker, com relatos de existência há mais ou menos 200 anos. Hoje em dia é raro encontrar um torneio nesse formato, a WSOP retirou o mesmo da série em 1982 e somente no PokerStars existem pequenas oportunidades diárias para se treinar. No ano passado, o BSOP Millions contou com um torneio de 5-Card Draw na grade e teve como campeão o jogador Vitor Grecco. 

Geral

Com pequena confusão, Phil Galfond perde Dia 4 do desafio contra Brandon Adams, mas segue com vantagem

Agora o duelo entre os dois será jogado virtualmente

Publicado

em

Postado Por

A última sessão ao vivo disputada do Galfond Challenge entre Phil Galfond e Brandon Adams teve uma pequena confusão, mas tudo acabou em paz. No final das contas, a vitória no dia foi do desafiante, mas quem segue na liderança com vantagem é o até então imbatível Phil Galfond. A diferença agora é de US$ 16.500.

Galfond tinha uma vantagem de US$ 50.100 antes do Dia 4 de sessão, mas Adams conduziu uma vitória de US$ 33.600. Como de costume, eles entraram com US$ 20.000 de frente cada um e jogaram o Pot-Limit Omaha nos blinds US$ 100 / US$ 200. Ainda no início, faltavam pouco mais de 15 horas de jogo para a conclusão do duelo, quando veio o entrevero entre os dois.

LEIA MAIS: Participação de Phil Hellmuth e hero call de T high de personagem: recorde cena da série “Billions”

Adams se incomodou com a demora de Galfond na utilização do relógio, dizendo que ele estava usando o tempo todo que era permitido para tomar suas ações. A discussão foi “civilizada”, segundo Phil, e os dois resolveram chamar o intermédio dos juízes Isaac Haxton e Max Silver para decidir o rumo do duelo. Os dois jogadores estavam entediados com o “jogo sem fim”.

“Brandon e eu não estávamos curtindo o desafio sem fim de poker, então nós entramos em um acordo”. Haxton e Silver decidiram que dois jogariam mais 338 mãos para encerrar o Dia 4. Restando 236 mãos, Adams tinha diminuído a vantagem para a casa do US$ 16.500 e resolveu desistir, encerrando essa parte do duelo.

Agora, os dois jogadores vão partir para os feltros virtuais nos próximos dias. A partir desta sexta-feira, eles começam a jogar até 10.000 mãos online até sair o grande vencedor do duelo.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #13 do Depois do River:

Continue Lendo

Geral

Jason Koon anuncia saída do quadro de embaixadores do partypoker e agradece por parceria de quatro anos

Fim da parceria se deu de maneira respeitosa e elogiosa de ambos os lados

Publicado

em

Postado Por

Jason Koon

Uma parceria de longa data chegou ao fim nessa quarta-feira (28). O americano Jason Koon, considerado um dos melhores jogadores da atualidade, anunciou, por meio de seu perfil no Twitter, o término do contrato com partypoker, depois de quatro anos de parceria com a empresa.

Sem revelar os motivos para a decisão, Koon fez questão de dizer o quanto era grato por ter tido a oportunidade de representar a marca e agradeceu também as pessoas que trabalharam com ele no dia-a-dia, deixando um agradecimento especial para Rob Yong, sócio:

“Depois de quatro anos incríveis, chegou a hora de partir @partypoker. Sinto-me muito bem com o trabalho que realizamos juntos e não posso expressar quanta gratidão tenho pelas pessoas com quem trabalhei no dia-a-dia. Agradecimentos especiais para @rob_yong_”

O jogador, que faz um bom ano em 2021 com resultados ao vivo e online, disse em recente entrevista que viu sua carreira ser alavancada recentemente depois de entender que precisava equilibrar seus estudos sobre a teoria do jogo, a parte mental e física e seu conhecimento sobre pessoas, referindo-se ao poker ao vivo.

LEIA MAIS: Cravada de Claas Segebrecht no Super MILLION$ veio em hero call errado de Bruno Volkmann com A high; confira

Os últimos anos de Koon, que o colocaram na prateleira dos melhores jogadores do mundo, também o deixa na All Time Money List do poker. Ele atualmente fecha o top 10, tendo ultrapassado Phil Ivey no cobiçado ranking. Em contrapartida, o partypoker também se despediu de Jason Koon de forma elegante:

“Um grande obrigado a @JasonKoon por tudo o que você fez nos últimos anos como nosso embaixador. Desejamos a você tudo de bom com sua nova empreitada nos próximos meses e esperamos vê-lo no partypoker novamente um dia.”

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #13 do Depois do River:

Continue Lendo

Geral

Phil Galfond faz bela sessão, termina com lucro enorme e assume liderança no desafio contra Brandon Adams

A disputa vai se encaminhando para o término com a liderança do dono do Run It Once

Publicado

em

Postado Por

Phil Galfond

Parece que Phil Galfond quer manter a invencibilidade nos seus Galfond Challenges. Depois de sair perdendo contra Brandon Adams, o dono do Run It Once conseguiu alcançar a liderança da disputa na terceira das sessões de jogo e ainda conseguiu abrir uma larga vantagem para o rival.

Das 40 horas combinadas de jogo, 26 delas foram completadas com a realização do terceiro encontro e agora Galfond aparece na frente nos valores. Foi o dia com mais lucro entre todas as disputas e Phil levou a melhor. O especialista de PLO saiu com US$ 56.000 e tomou o topo da disputa.

Agora, são US$ 50.000 de prejuízo para Brandon Adams, que precisa reverter esses número nas 14 horas restantes para não se tornar mais uma vítima de Galfond em seus Challegens. Ele já venceu “VeniVidi”, “ActionFreak” e Chance Kornuth em outras ocasiões.

LEIA MAIS: Após nova implementação de restrições nos EUA, Matthew Dillon propõe ideia para WSOP garantir realização do evento

Na disputa de ontem, a liderança da partida trocou de mãos por algumas vezes. Galfond saiu atrás, abriu boa margem na frente pouco depois e tomou uma nova virada, mas no fim embalou e conseguiu garantir o ótimo lucro para a sessão mais vitoriosa até o momento.

A disputa paralela define ainda que, se Galfond terminar na frente, receberá US$ 100 mil do rival. Caso contrário, ele desembolsará a quantia de US$ 150 mil para Adams. O jogo segue hoje na sua provável penúltima sessão, disputada ao vivo em Las Vegas. Será que a vitória será encaminhada ou Adams manterá tudo vivo para o último confronto?

26 horas disputadas, e @PhilGalfond tem a liderança no fim de dia pela primeira vez no último #GalfondChallenge . Faltam 14 horas, e com @badams78 com apenas 2,5 buy-ins, ainda há tudo para se jogar !”

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #13 do Depois do River:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS