BANNER_MUNDO_Mega_1920x350AF
WhatsAppImage2022-01-26at083226
TOPO_SITE_1920_350
051221-N8-December-giveaways-banner-ads-PT-1920x350
WhatsAppImage2021-11-18at124217
01
Royal Pag

Cobertura ao Vivo

Com nomes conhecidos do estado e campeões da última etapa, confira a primeira galeria de fotos do NPS Natal

Pablo de Sá é um dos regulares conhecidos do poker potiguar

Publicado

em

Pablo de Sá

O Nordeste Poker Series começou nesta quarta-feira em Natal (22) a segunda etapa de 2021. A “Cidade do Sol” volta a sediar o maior evento da região depois de ter sido, coincidentemente, a última etapa antes da paralisação em função da pandemia. Depois de uma etapa bombástica em Fortaleza, muitos jogadores já bateram o cartão e ilustraram a galeria na abertura do festival.

Inclusive, jogadores que faturaram títulos da última estão por aqui, como Gabriel Bonfim (On Fire), Flávio Lapenda (High Roller), Henrique Barbosa, até entrevistado pelo Mundo Poker (6-Max) e Aurélio “Capita”. O NPS Natal, obviamente, também fez aparecer muitos regulares conhecidos do estado.

LEIA MAIS: NPS Fortaleza atinge arrecadação bruta de R$ 1 milhão e se torna a maior edição da história do circuito: “equipe foi impecável”

Um dos que estão no jogo – mas não na galeria – é Madson Moura, o “Urea”. O mentor do campeão do BSOP Millions 2019, Pablo de Sá, engatou no Dia 1A do On Fire. O experiente Alexandre Barros, o “Professor”, Maxwell Aciole e Bruno Albuquerque são algumas das figuras ilustres do primeiro dia do festival.

Esse é só o primeiro dia do NPS Natal. Nesta quinta-feira (24), com o início do Main Event e do High Roller, muitas outras caras importantes do poker nordestino e brasileiro ainda vão dar as caras.

Confira a galeria de fotos:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #19 do Depois do River:

Cobertura ao Vivo

Bruno Foster avalia volta díficil do live em 2021, mas já planeja 2022 com NPS repleto de novidades: “vem pra explodir”

Circuito retornou com sucesso após uma longa espera

Publicado

em

Postado Por

Bruno Foster

O ano de 2020 causou mudanças obrigatórias no cenário de poker live no Brasil. Devido à pandemia, todos os compromissos precisaram ser adiados e foi somente após a metade de 2021 que as coisas começaram a se encaminhar para o normal. Foi o caso do NPS aqui no Brasil, que conseguiu retornar após uma grande espera de todas as partes. Mas, claro, todo o cuidado precisou ser tomado para que isso acontecesse.

Nas mesas, por exemplo, o álcool gel era acessório essencial, sendo possível ver vários deles disponíveis para os jogadores. As máscaras também passaram a fazer parte da roupagem das pessoas, trazendo uma nova realidade para o cenário do live. Ainda assim, o Nordeste Poker Series conseguiu entregar um grande evento para seus jogadores. Bruno Foster, um dos organizadores, refletiu sobre como foi passar por esse momento:

“Eu vejo a volta do NPS depois de um ano tão difícil de uma forma positiva. Acredito que todos os eventos de poker, no geral, voltaram bem fortes. Porque houve uma demanda reprimida mesmo, as pessoas passaram praticamente um ano e meio sem sair de casa, sem participar de eventos live, sem jogar. Isso trouxe um aumento do desejo de jogar, de confraternizar, reunir, então a gente meio que surfou nessa onda”, conta.

LEIA MAIS: Henrique Barbosa se junta a seleto grupo de campeões nordestino de poker; relembre todos

A demanda realmente foi grande. O NPS foi um sucesso, com muitos jogadores escolhendo o circuito para retornar ao poker live. As três etapas realizadas em 2021 acabaram com garantidos batidos, bastante diversão pelos salões e nenhum incidente relacionando à doença. A alegria imperou, assim como a emoção, principalmente pela finalização do ranking na última etapa, que deu o título de Campeão Nordestino para Henrique Barbosa:

“Essa última etapa foi realmente emocionante, uma das mais emocionantes do NPS. A disputa do ranking foi até o fim, até o último torneio, então trouxe uma pitada ainda maior de emoção. Todos os eventos bateram o garantido. Conseguimos, novamente, entregar mais de R$ 1 milhão em prêmios, dobrando os R$ 500K previstos. Tô muito feliz, muito satisfeito”, explica Foster.

Mas montar no sucesso alcançado não é do feitio dos organizadores. O bom retorno, mesmo durante esse momento complicado, foi comemorado, mas o caminho pela frente ainda vai ser diferente. “Eu tenho quase certeza que ano que vem não vai ser dessa forma, então precisamos começar a nos mexer, pensar em novidades que implementem a vontade dos jogadores a continuar participando, já que essa demanda não será mais reprimida”, prevê o jogador.

LEIA MAIS: Voando após retorno do live, Alen Fillipi fala de bom momento e já mira 2022: “pretendo rodar todo o circuito”

Por isso, sabendo de que o próximo ano também será de desafios, Foster e toda equipe responsável pela organização do Nordeste Poker Series já está pensando em novidades. Os trabalhos já começaram imediatamente ao término da última etapa de 2021, e a expectativa é de que este ano seja bastante importante para a série:

“Os planos pra 2022 são os melhores possíveis, a gente quer inaugurar uma nova cidade no circuito, estamos trabalhando nisso, uma cidade grande pra complementar o calendário Nordeste. Nós devemos fazer vários implementos na grade, o garantido das etapas vai subir. A gente vai trazer uma nova cara pro NPS. Digo que os jogadores já podem se preparar, que o NPS 2022 vem que vem pra mudar o cenário do poker nordestino”, finaliza.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!



Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo

Cobertura ao Vivo

Henrique Barbosa se junta a seleto grupo de campeões nordestino de poker; relembre todos

Jogador do interior de Pernambuco está ao lado de grandes feras

Publicado

em

Postado Por

Henrique Barbosa

O final da temporada 2020/2021 do Nordeste Poker Series sagrou um novo campeão. De maneira emocionante, no último torneio, Henrique Barbosa confirmou seu favoritismo e foi o vencedor do ranking do NPS, escrevendo seu nome como Campeão Nordestino de 2021.

O profissional, que tinha o sonho de levar o título para o interior de Pernambuco e mostrar que era possível sair de lá e brilhar no mundo, agora ingressa um seleto grupo de campeões, com nomes bastante conhecidos não só pelo Nordeste, mas também por todo o Brasil.

LEIA MAIS: NPS: Bolha do ITM estoura de maneira bastante inusitada e jogadores já estão no dinheiro no Main Event

O jogador no NeTTeam, dono do nick “Striker’1992” no PokerStars, agora tem seu nome escrito ao lado de Bruno Aguiar, Wilder Brito, Alen Fillipi e Ramon Pessoa, todos campeões nordestinos. Por coincidência, todos esse nomes tiveram passagens importantes na última edição do NPS em 2021, em Fortaleza.

Vamos relembrar as conquistas e as histórias de cada:

Bruno Aguiar

O jogador Bruno Aguiar foi o primeiro Campeão Nordestino, em 2016. Um dos responsáveis pela realização do NPS, Aguiar conseguiu eternizar seu nome na história da competição também como jogador. No ano em que foi campeão do ranking, Bruno também venceu o High Roller da série. Na última edição de 2021, o jogador foi o responsável por formar a mesa final do Main Event. A boa chegada na FT do principal torneio acabou de maneira rápida, com o jogador deixando a disputa na nona colocação.

Wilder Brito

Jogador regular de cash game e de torneios, Wilder Brito sucedeu Bruno Aguiar como Campeão Nordestino. Em 2017, ninguém foi páreo para ele, que se tornou o segundo campeão da série e ganhou um carro como prêmio pela conquista. Em 2021, no Grand Final em Fortaleza, Wilder foi destaque com a mão mais insana da etapa. Ele fez um straight flush no river para superar o full house de um rival, ganhando um all in triplo emocionante.

Alen Fillipi

O profissional Alen Fillipi foi o terceiro jogador a se tornar Campeão Nordestino, no ano de 2018. Craque no online e no live, Alen conseguiu a façanha em seu segundo NPS. Seu título também foi decidido só no último dia, confirmando uma boa vitória contra Guilherme Chenaud. Durante toda a etapa de 2018, Alen foi três vezes campeão e também recebeu um carro pela vitória. Em 2021, Alen foi um dos grandes destaques. Somente na etapa de Fortaleza, foram quatro mesas finais: On Fire, Main Event, 6-Max e PLO5 KO.

Ramon Pessoa

Em 2019, o profissional Ramon Pessoa foi o grande vencedor do ranking do NPS e se tornou Campeão Nordestino. Extrovertido, Ramon é uma das figuras inconfundíveis da série e fez bonito para levar seu título. Ele liderou de ponta a ponta e recebeu R$ 50 mil pela vitória. Em 2021, Ramon voltou ao live na penúltima etapa e, mesmo enquanto jogava o NPS, também brilhava no online com algumas cravadas. No Grand Final, Ramon fez mesa final do High Roller e do PLO5 Turbo KO.

Henrique Barbosa

O mais novo Campeão Nordestino teve uma trajetória um pouco mais longa. Por conta da pandemia, o ranking se estendeu de 2020 até 2021, mas Henrique soube como controlar a ansiedade e cravou seu nome na história. Durante o caminho, ele teve uma etapa surreal em Recife para disparar no ranking. Em Fortaleza, ele precisou brigar com unhas e dentes contra o vice-líder Gabriel Bonfim, que abrilhantou ainda mais sua vitória. De maneira emocionante, ele confirmou seu título e se juntou ao seleto grupo de campões, também levando R$ 50 mil pelo feito.

Agora, o grupo conta com cinco jogadores, mas 2022 está logo aí. Qual a sua aposta para ser o próximo Campeão Nordestino de Poker?

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!



Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo

Cobertura ao Vivo

Alysson Maia crava o Turbo Last Chance e leva o último título do NPS em 2021: “sensação maravilhosa”

O jogador de Fortaleza superou João Delfino no HU

Publicado

em

Postado Por

Foram seis dias de uma alegria contagiante nos salões do NPS, mas a última etapa de 2021 chegou ao fim quando já era madrugada de terça-feira. Já deixando um gostinho de saudade para os jogadores, ainda deu tempo de um deles conseguir o último troféu de 2021 do circuito.

No torneio Turbo Last Chance, que foi o decisivo para decretar Henrique Barbosa campeão do ranking, Alysson Maia superou os 104 jogadores do field e levou o último título do NPS. Com buy-in de R$ 250, Alisson viu seu investimento se transformar em R$ 4.620 depois de um acordo no HU, mas o principal era a vitória.

LEIA MAIS: Antônio Carlos faz mesa final de almanaque e é grande campeão do Main Event do NPS: “sensação indescritível”

Agora com quatro título do circuito, ele não escondeu a alegria pela vitória derradeira do ano: “a sensação de ser campeão é sempre maravilhosa, ainda mais sendo em casa. Não sou daqui, mas já moro há quatro anos e ganhar é muito bom. Perto dos amigos ainda é perfeito”, define.

O último campeão teve uma trajetória dura na competição. Na mesa semi final, ele teve de passar por uma verdadeira batalha que envolvia os líderes do ranking e outros craques, mas superou a disputa e chegou bem a mesa final. Lá, a experiência de outros títulos contou bastante.

“Eu gosto muito do NPS e do Last Chance. É a segunda vez que eu cravo ele. É um torneio com uma estrutura muito apertada, mas é muito bom. Gosto muito de jogar ele, porque quando você faz ficham você consegue dominar a mesa e fica tranquilo, que foi o que aconteceu”, explica.

Ele foi eliminando bons rivais, como o próprio Henrique Barbosa, Léo Rizzo e Sinésio Pinheiro, até chegar ao heads-up contra João Delfino, uma das grandes figuras do circuito. Com a vantagem em fichas, ele fez valer a agressividade e conquistou a vitória.

Com o troféu em mãos e dono da marca de último campeão de 2021, Alysson Maia tem todos os motivos para sair orgulhoso do evento.

Confira a premiação da mesa final:

1 – Alysson Maia – R$ 4.620
2 – João Delfino- R$ 4.000
3 – Paulinho Point – R$ 2.700
4 – Manoel Vicente – R$ 2.000
5 – Denilson Guedes – R$ 1.500
6 – Sinesio Pinheiro – R$ 1.150
7 – Victor Antunes – R$ 900
8 – Léo Rizzo – R$ 700
9 – Henrique Barbosa – R$ 550

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!



Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS