Banner Cash Game
WhatsAppImage2021-11-18at124217
011121-N8-November-Giveaway-portuguese-1920x350
1920x35011
01
Royal Pag

KSOP

Raul Alvarenga lidera classificados no Dia 1A do Monster Stack do KSOP; Paulo Cícero pega liderança geral no Dia 1B

Torneio contou com grandes nomes do cenário no field

Publicado

em

Raul Alvarenga e Paulo Cícero

A segunda-feira marcou o início do último dos grandes torneios da grade do KSOP. Foi o Monster Stack, torneio de R$ 2.000, que contava com os Dias 1A e 1B ao longo do dia. Assim como todos os torneios da grade, o garantido inicial de R$ 100K foi pulverizado. Foram 613 entradas nos dois dias, que geraram um valor bruto de mais de R$ 1.2 milhões.

No dia 1A, 291 jogadores se inscreveram para tentar a classificação, mas apenas 38 deles se classificaram após oito horas de jogo. Quem pegou a liderança foi o jogador Raul Alvarenga, natural da cidade de Perdões, em Minas Gerais. O mineiro passou com 1.719.000 fichas e vai em grande forma para o Dia 2.

No entanto, o Dia 1B foi o que fez o líder geral do evento. Com mais 294 entradas, outros novos 45 jogadores garantiram a classificação para a sequência do torneio, incluindo o chip leader. É o jogador Paulo Cícero, paraibano de Campina Grande. Ele acumulou um stack bastante saudável, com 2.413.000 fichas.

LEIA MAIS: Mão insana no Main Event do KSOP RJ reúne desatenção após limp, all in gigantesco, AA quebrado e fúria de uruguaio

Somados os dois dias iniciais, 90 jogadores passaram para o dia 2. Vários bons nomes estão classificados no field, como Jonathan Wolter (1.475.000), Diego Menescal (1.230.000), Igor Thiesen (1.230.000), Amauri Grutka (754.000) e Marcos Sketch (526.000).

A competição retorna às 15 horas no salão do Sheraton Hotel. Os 83 sobreviventes vão continuar na luta para chegar ao ITM, já que a primeira faixa, de R$ 4.000 , começa na posição 54. O grande campeão do torneio levará a bagatela de R$ 115.000.

Confira o chip count:

Nome Fichas Cidade Mesa Posição
1 PAULO CICERO MACEDO 2.413.000 CAMPINA GRANDE/PB 21 3
2 RAUL AGUIAR ALVARENGA 1.947.000 PERDOES/MG 21 4
3 SERGIO RAMOS 1.622.000 SALVADOR/BA 35 3
4 JONATHAN WOLTER 1.475.000 CURITIBA/PR 15 6
5 DIEGO MENESCAL FERREIRA 1.230.000 RIO DE JANEIRO/RJ 21 1
6 IGOR GABRIEL BARBOSA THIESEN 1.230.000 SAO JOSE/SC 24 6
7 EMANUEL ROSA DE OLIVEIRA 1.115.000 ABELARDO LUZ/SC 36 5
8 MARCELO HENRIQUE AGRELLA BERNARDINO 1.114.000 ANDIRA/PR 29 4
9 MARX ARTUR PEREIRA ROCHA 1.096.000 CAMPINA GRANDE/PB 27 6
10 FLAVIO LAPENDA BEZERRA 1.032.000 RECIFE/PE 30 1
11 MARCOS BRAGA VIEIRA 971.000 CURITIBA/PR 30 2
12 MURILO VIEIRA 967.000 UBERLANDIA/MG 35 6
13 RAFAEL DE AGUIAR PEPE 965.000 CABO FRIO/RJ 34 6
14 OSCAR ALBERTO BEJARANO OROSCO 924.000 COLOMBIA 38 1
15 EDUARDO DE MATOS DANTAS 901.000 RIO DE JANEIRO/RJ 29 2
16 LEONARDO FERREIRA OLIVEIRA 895.000 RIO DE JANEIRO/RJ 33 4
17 ANTONIO VIEIRA AQUINO JUNIOR 886.000 JI-PARANA/RO 32 3
18 RENAN MESQUEU MONTEIRO 858.000 RIO DE JANEIRO/RJ 33 6
19 GIORDANO MAGALHAES AFONSO 843.000 RIO DE JANEIRO/RJ 36 4
20 ADALBERTO DE SOUZA SIQUEIRA 825.000 TAUBATE/SP 39 6
21 PETERSON MACHADO DOS REIS 810.000 RIO DE JANEIRO/RJ 21 5
22 GUSTAVO NEVES DIAS 792.000 BELO HORIZONTE/MG 15 5
23 AMAURI GIOVANI GRUTKA 754.000 PASSO FUNDO/RS 31 3
24 GERSON CALDEIRA BRAGA 752.000 CACOAL/RO 15 3
25 MURILO SANTOS KOHMANN 727.000 BRASILIA/DF 30 6
26 LINDOMAR PEDROSO 690.000 CUIABA/MT 31 2
27 GUSTAVO RETELATTO TOCHETTO 681.000 FLORIANOPOLIS/SC 35 2
28 CHARLES NUNES DE FREITAS 665.000 RIO DE JANEIRO/RJ 34 4
29 JOAO PEDRO SALGADO CARVALHO ROCHA 658.000 SAO GRABRIEL/RS 40 6
30 PAULO HENRIQUE BARBOSA 655.000 LONDRINA/PR 39 4
31 VALDEREZ PADILHA GOECKS 649.000 PORTO ALEGRE/RS 32 2
32 ALEJANDRO POLO SALDARRIAGA 644.000 COLOMBIA 35 4
33 CLAUDIO ALBERTO PITUCO 624.000 ERECHIM/RS 37 5
34 PEDRO FERNANDES CASSAR 591.000 RIO DE JANEIRO/RJ 32 4
35 JOSE ARLINDO TOTEL 590.000 SANTA ROSA/RS 34 5
36 CARLOS ALBERTO SALLES CUNHA NASCIMENTO 590.000 RIO DE JANEIRO/RJ 18 5
37 PAULO CESAR CROCHEVISKI 588.000 JI-PARANA/RO 31 6
38 LEOVEGILDO DE OLIVEIRA PINTO 551.000 RIO DE JANEIRO/RJ 29 1
39 ARMANDO CUSTODIO DINIZ 545.000 JI-PARANA/RO 37 4
40 RICARDO DUARTE AUGUSTO 535.000 RIO DE JANEIRO/RJ 34 3
41 NIVALDO COSTA VILAS BOAS 531.000 BRASILIA/DF 33 3
42 GABRIEL BONFIM DIAS DE SOUZA 531.000 BAHIA 38 5
43 MARCOS HENRIQUE NEVES DA SILVA 526.000 RIO DE JANEIRO/RJ 24 2
44 MIGUEL FERNANDO VELASCO HOYOS 526.000 COLOMBIA 24 5
45 FRANCISCO CARREIRA PACHECO 525.000 CURITIBA/PR 37 2
46 JOAO MARCELLO RODRIGUES DE S R RESENDE 490.000 ARCOS/MG 39 1
47 JEFERSON MONTEIRO DE FARIAS 488.000 JATAUBA/PE 36 3
48 THIAGO LUCIANO SEGURA 478.000 BAURU/SP 21 6
49 RAFAEL FERREIRA DE OLIVEIRA 461.000 PORTO ALEGRE/RS 36 2
50 DANIEL KEITI YAMAKI 458.000 GARCA/SP 24 4
51 IVAN CARDOSO 458.000 RIO DE JANEIRO/RJ 15 2
52 LUIZ FILIPE FERREIRA DE ANDRADE 439.000 CURITIBA/PR 15 4
53 AUGUSTO CEZAR DE OLIVEIRA PASTORELLI 438.000 CAMPINAS/SP 31 1
54 WILL SHELLEY DE FREITAS BARBOSA 419.000 PARANAGUA/PR 31 4
55 ARLOS MACEDO DE SA 418.000 BRASILIA/DF 36 6
56 WALTER SROUR OAQUIM 404.000 RIO DE JANEIRO/RJ 32 1
57 WENDELL ROGERIO ATHAYDE 395.000 CURITIBA/PR 36 1
58 VICTOR PEDOTE DOS SANTOS 366.000 RIO DE JANEIRO/RJ 40 4
59 SANDRO MARIO PEREIRA CAVALCANTE 353.000 RIO DE JANEIRO/RJ 40 2
60 CAIO CAPISTRANO TEIXEIRA 335.000 FORTALEZA/CE 38 4
61 LUIZ GUILHERME DONNABELLA ORRICO 334.000 CAMPINAS/SP 24 3
62 WEKISLEY TEIXEIRA SILVA 333.000 VITORIA DA CONQUISTA/BA 34 1
63 NILSON GONÇALVES ATHAIDE JUNIOR 323.000 RIO DE JANEIRO/RJ 34 2
64 THOMAS HEDJA GARCIA 306.000 RIO DE JANEIRO/RJ 40 1
65 VALERIANO LIPORINI SOBRINHO 305.000 PARANAGUA/PR 30 4
66 VICTOR MATSUBARA ONIZUKA 304.000 LONDRINA/PR 18 3
67 PAULO ROBERTO DE CARVALHO BARBOSA 302.000 RECIFE/PE 39 3
68 VANDER BORGES DA PAIVA 296.000 VILHENA/RO 38 2
69 BRUNO FRANÇA DE OLIVEIRA 291.000 NOVA IGUACU/RJ 38 6
70 GUILHERME CESAR PELAEZ 280.000 RIO DE JANEIRO/RJ 18 4
71 JHONY ESTEBAN ESPINOSA 271.000 COLOMBIA 26 2
72 YUL BRAINER QUINTERO GUERRERO 260.000 COLOMBIA 39 5
73 ANDRES GERARDO JURADO FLOREZ 255.000 COLOMBIA 31 5
74 CARLOS EDUARDO SCAFF 255.000 FERNANDOPOLIS/SP 26 1
75 GUILHERME MAGIOLINE 243.000 SAO PAULO/SP 32 6
76 RICARDO CAETANO CASTRO 234.000 FORMIGA/MG 35 1
77 WILLIAM ANDREY ARDILA FOREIRO 224.000 COLOMBIA 37 3
78 NILSON DA SILVA SALES JUNIOR 213.000 MACEIO/AL 37 1
79 ERIC MARTINS COUTO 212.000 RIO DE JANEIRO/RJ 15 1
80 JULIANO DE COSTA BOEIRA 187.000 IRLANDA 29 5
81 JAVIER LEONARDO NUNEZ JIMENEZ 179.000 COLOMBIA 39 1
82 MARIANA ROSA DE FARIA 165.000 FORMIGA/MG 29 3
83 RUTH KAPITZKY DIAS 155.000 VITORIA/ES 27 5

 

 

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

KSOP

Conheça os 36 jogadores que vão disputar um carro 0km no KSOP Fortaleza em 2022

Publicado

em

Postado Por

Renan Bruschi, Belarmino de Souza, Elvis Renan e Marcelo Mesqueu

Em 2020, o KSOP prometeu uma disputa de um carro 0km a cada etapa pelo desempenho na parada anterior. A cada uma delas, os 36 jogadores que mais somarem pontos no ranking estarão automaticamente classificados para um freeroll que acontece na etapa seguinte. O vencedor deste torneio exclusivo vai levar um Renault Kwid 0km como prêmio. O automóvel é avaliado em cerca de R$ 48.000.

Depois da primeira etapa de 2020, no Rio de Janeiro, o evento sofreu uma paralisação de quase dois anos em função da pandemia do Coronovírus, mas para o início de 2022 esse ranking vai ser seguido. Assim, os 36 melhores daquela etapa, que disputariam o carro em Balneário Camboriú, terão essa chance na etapa de Fortaleza entre os dias 26 de janeiro a 1º de fevereiro.

LEIA MAIS: KSOP anuncia primeira etapa de 2022 em Fortaleza com premiação garantida de R$ 2.500.000

Grandes jogadores brilharam naquele KSOP Rio de Janeiro e estão garantidos na disputa, como é o caso dos craques Renan Bruschi, Adrovan Rodrigues, Paulo Gini, Henrique Barbosa, Marcelo Mesqueu, Carol Dupré e Rodrigo Zidane apenas para citar alguns.

O primeiro evento do KSOP Fortaleza será o freeroll. Será um torneio shootout, isto é, os jogadores serão divididos em mesas 6-Max e o vencedor de cada uma delas passa para a grande decisão.

Confira quem são os jogadores classificados para a disputa (ordem do ranking):

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo

KSOP

Ex-dealer, Isabella Oliveira tem bons resultados no KSOP RJ e agradece Renan Bruschi: “me deu a oportunidade”

A jogadora do NeTTeam participou pela primeira vez do circuito

Publicado

em

Postado Por

Isabella Oliveira

Alguns grandes nomes de poker começaram a carreira nas mesas em uma outra posição: a de comandar o baralho e entregar as cartas do jogo. Profissionais conhecidos tiveram a experiência como dealer no passado antes de se tornarem jogadores e é exatamente esse caminho que a paulista Isabella Oliveira busca trilhar.

Ex-dealer de grandes eventos como KSOP, BSOP e versões da WSOP na América do Sul, ela marcou presença no KSOP Rio de Janeiro pela primeira vez como jogadora e comentou a participação. “Foi maravilhoso ter vindo pra cá porque eu moro na Argentina e vim para o Brasil uma vez por ano por causa da quarentena e fiquei dois anos sem rever meus amigos. Aqui eu tenho uma família”, disse Isabella.

O carinho do staff com a agora regular era notório: muitos abraços apertados foram vistos antes e depois da entrevista para o Mundo Poker. “Graças a Deus tive a oportunidade de seguir meu sonho que era ser poker player. Hoje jogando por um time, consegui vir para a primeira etapa do KSOP. Foi muito bem organizado como sempre, maravilhoso estar o Rio, lugar sensacional. Feliz de rever todo mundo e mais de sair pra frente”, conta.

A participação da paulista foi bem positiva para uma estreia. O principal resultado dela aconteceu no torneio Freezeout, com R$ 1.000 de buy-in. Depois de encarar um field de 287 participantes, Isabella terminou com um honroso quarto lugar para um prêmio de R$ 19.500. Ainda quase beliscou outra FT no dia seguinte no Freezeout Turbo KO, mas caiu em 11º.

LEIA MAIS: Bruno Lourenço bate colombiano no HU, acaba com tabu gringo e é o grande campeão do Main Event do KSOP RJ

Os anos de experiência como dealer também ajudaram a formar algumas visões de Isabella sobre o jogo. “Quando comecei a jogar, ofereceram o trabalho como dealer e eu aceitei. Acabei trancando a faculdade e fui uma oportunidade que me abriu portas. Comecei a viajar logo cedo e você começa a analisar o jogo dos jogadores. Conforme o tempo vai passando, você vai aprendendo. Você começa a analisar cada jogador, identificar quem é o recreativo e o regular pela forma como joga, mexe nas fichas, se move nas mesas. A gente aprende pra caramba”, diz.

Integrante do NeTTeam, Isabella sempre é chamada por Renan Bruschi, dono do time, de “melhor jogadora do Brasil”. Ela está há dois anos e meio aprendendo e atuando pelo grupo e contou um pouco sobre o processo de entrada no time.

“O Net (Renan) é uma pessoa que eu tenho uma experiência muito boa. Foi um cara que me aceitou numa época onde eu tava numa transição entre jogar online e trabalhar como dealer. Eu tava bem no começo, jogava há uns seis meses e bem baratinho, e ele me aceitou. Continuei dando carta em alguns eventos, depois de um tempo eu consegui parar e ficar só com o online”.

Isa foi subindo alguns degraus e hoje joga num buy-in médio de US$ 22, jogando até US$ 55 durante a semana e torneios de US$ 109 no final de semana. A regular falou sobre a enorme gratidão que tem por Renan Bruschi. “Ele sempre me abraçou, apoiou e me deu a oportunidade que eu precisava. Ele é o melhor coach do Brasil. Um cara sensacional, extremamente dedicado e que tem uma qualidade de ensino muito grande”, elogia.

Com planos de viajar para a WSOP em 2022, Isabella deixou claro no KSOP Rio de Janeiro que talento técnico e vontade de sobra estão no repertório para brilhar no futuro. Base não falta.

Mesa final do Freezeout do KSOP RJ

 

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo

KSOP

Finalista do Main Event, presidente da Beija-Flor Almir Reis vê sucesso do KSOP positivo para o Carnaval: “pontapé inicial”

Figura ilustre terminou com a sétima colocação no evento principal

Publicado

em

Postado Por

O KSOP Rio de Janeiro foi uma grande festa do poker brasileiro. O torneio foi o primeiro do país a ser realizado em nível nacional após a pandemia e milhares de pessoas passaram pelo salão do evento nessa confraternização. Algumas figures ilustres marcaram presença, como Almir Reis, presidente da tradicional escola de samba Beija-Flor de Nilópolis.

A passagem de Almir foi marcante. Ele foi um dos nove finalistas do Main Event e terminou a jornada com uma honrosa sétima colocação para um prêmio de R$ 74.000.

“Foi uma experiência maravilhosa. Tem que parabenizar a todos… que organização! Muito bem feito, tudo muito maneiro, todos os torneios maravilhosos. Eu tenho certeza que superou a expectativa. Acho que estávamos precisando de um momento como esse, nós que gostamos de jogar, a gente tava precisando demais dessa alavancada que o KSOP deu aqui no Rio”, disse Almir.

A vivência no poker é costume de longa data para Almir, que inclusive já participou de outros eventos, mas essa foi a primeira vez no KSOP. O carioca promete que não foi a última passagem dele pelo circuito.

LEIA MAIS: Bruno Lourenço bate colombiano no HU, acaba com tabu gringo e é o grande campeão do Main Event do KSOP RJ

“Tenho um troféu do partypoker MILLIONS que conquistei aqui no Rio. Eu particularmente não vou perder mais nenhum KSOP. Primeiro que eu vim, independentemente de ser amigo do responsável por toda essa estrutura, mas eu nunca tive tempo. Gostei demais e o KSOP conseguiu mais um frequentador assíduo”, elogiou.

Além da felicidade por ter conseguido a mesa final e de aproveitar os últimos dias com muitos amigos, Almir também enxergou a realização do KSOP como uma excelente notícia para o Carnaval de 2022.

“Isso aqui para gente não deixa de ser um pontapé inicial. Você vê um evento com essa estrutura, com essa quantidade de pessoas e torce pra que não tenha qualquer tipo de resultado negativo relacionada ao que estamos passando hoje no mundo. Isso aqui é mais uma prova de que já podemos começar a retomar nossa vida, nossa rotina”, analisa.

“Já deixamos de ter Carnaval neste ano. Uma quantidade de pessoas que ficaram desempregadas, sem trabalho. Querendo ou não é o maior espetáculo a céu aberta da Terra. Quando você deixa de ter Carnaval, quanto deixa de ganhar? Não só munícipio, estado e o povo. A prioridade é a saúde, mas acho que já estamos quase todo mundo vacinados e vai dar tudo certo”, projeta Almir para o ano que vem.

Mesa final do Main Event do KSOP RJ

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS