Banner HUC
290521-n8-June-7,200,000-Giveaways-portugese-1920x350
MundoPoker_1920x350
Royal Pag
Siga-nos

Geral

QUE SONHO! Douglas Lopes acorda com KK no big blind e tem que apenas dar call em dois all ins no Bounty Builder US$ 530

Pernambucano levou um bounty e ficou grande no torneio

Publicado

em

Já falamos aqui como a ressaca pós séries tem feito muitos jogadores tiraram um tempo off do poker online. O craque Patrick Leonard inclusive deu oito dicas de como passar por esse momento.

Se alguns prorrogam o tempo off poker, outros se agarram no grind, principalmente por que os grandes nomes do poker mundial estão de folga.

Um dos que não perdeu tempo e voltou à atíva foi Douglas Lopes. O pernambucano aproveitou a sexta-feira (5) a noite para engatar no BOutny Builder US$ 530 e se deu bem em uma mão onde não teve muito trabalho.

LEIA MAIS: Melhores do Twitter: Phil Ivey se posiciona, Joey Ingram indignado e Lex Veldhuis sentimental

Com duas mesas apenas no torneio, a primeira mão na volta de um break foi um sonho para o jogador. Após all in de dois jogadores, ele acordou no big blind com KK e teve só o trabalho de dar call. O baralho foi responsável pelo resto do serviço.

Confira a mão vencida por Douglas em all in triplo:

Geral

Dalton Hobold coroa bom momento e vence ranking de melhor jogador de maio do PocketFives

Profissional vem tendo ano incrível em 2021

Publicado

em

Postado Por

Dalton Hobold

Os rankings do PocketFives, site que lista todos os resultados online dos jogadores de poker ao redor do mundo, são uma ótima forma para consultar quem são os melhores do momento. Enquanto Yuri Martins vem em longa dinastia no principal deles, o de melhor da atualidade, outro grande jogador também conseguiu um feito expressivo.

Dalton Hobold, que vem tendo um ano absolutamente incrível, foi o grande vencedor do ranking de melhor jogador do mês de maio. O resultado foi divulgado ontem pelo próprio PocketFives, coroando o grande momento que o profissional vive na carreira.

No mês passado, o jogador atingiu a marca de 3.174 pontos, bem a frente do segundo colocado, o português Rui Bouquet, que acumulou o 3.044 pontos. Os dois países têm se destacada frequentemente no poker online mundial e mais uma vez mostraram o domínio do momento.

LEIA MAIS: Com jogada marcante de Yuri Martins, GGPoker seleciona três hero calls sinistros do Super MILLION$ e abre votação

Dalton também se encontra bem colocado no ranking liderado por Yuri Martins, sendo o 15º melhor do mundo no momento segundo o site. No mês passado, o PocketFives registrou cinco prêmios de cinco dígitos para o brasileiro, com 140 ITMs no total, totalizando ganhos superiores a US$ 330 mil.

Na sequência do ranking, o Brasil ainda emplacou mais dois jogadores. Fabiano Kovalski finalizou na quarta colocação, apenas um ponto atrás do terceiro, com 3.001 pontos. Logo atrás dele, com 2.907, Leocir Carneiro fechou a lista do país na quinta posição.

No ano, além de Dalton, Brunno Botteon, em janeiro, e Yuri Martins, em fevereiro, também venceram a disputa mensal do site.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #07 do Depois do River:

Continue Lendo

Geral

David Peters domina decisão e crava o Evento #07 do US Poker Open

Craque venceu o Main Event em 2019 e levou novo título em 2021

Publicado

em

Postado Por

David Peters

O US Poker Open segue dando grandes prêmios para os jogadores que estão engatando nos eventos de US$ 10 mil. Depois de ser fator responsável por uma mudança no ranking da All Time Money List, com a entrada de Cary Katz na décima colocação, o evento segue em alta.

Outro dos integrantes da cobiçada lista de maiores vencedores de todos os tempos também conseguiu escrever seu nome no hall de campeões nesta edição. David Peters, que atualmente é o sétimo colocado, anotou mais uma bela conquista e cresceu ainda mais seu número de ganhos.

LEIA MAIS: Tetracampeão da WSOP, Eli Elezra leva o título o Evento #06 de US$ 10K do US Poker Open; Negreanu é bronze

O americano venceu o Evento #07 NLHE, depois de enfrentar o torneio com mais participantes e maior prizepool gerado até o momento. Foram 99 entradas, que totalizaram um valor de US$ 990.000, sendo que o grande campeão levou US$ 217.800.

O profissional bateu Jared Jaffee no heads-up para confirmar a conquista. O vice-campeão, que reclamou durante a semana sobre a demora nas filas nos eventos do Venetian, deve ter ficando contente com a medalha de prata, que rendeu a ele US$ 158.400.

Peters, que já havia vencido o Main Event em 2019, começou a decisão com o quinto melhor stack, mas não demorou para rumar até o topo da tabela. No 6-handed, o jogador já era o líder do torneio e não saiu mais até o final, garantindo mais um belo troféu.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #07 do Depois do River:

Continue Lendo

Geral

Jans Arends mostra aposta completamente aleatória no Twitter e questiona quem sai ganhando com odds alta

Opinião da maioria dos comentários é a favor de quem aceitasse o desafio

Publicado

em

Postado Por

Jans Arends

Parece que todo jogador tem nas veias a ânsia por apostas. Quando se vive nesse mundo, qualquer situação corriqueira pode virar motivo de “bet” entre qualquer jogador, que sempre procura um motivo pra torcer além do simples fato de acompanhar.

Esse tema, inclusive, foi um dos assuntos debatidos no episódio #07 do Depois do River, que você pode conferir aqui. E até situações inimagináveis podem de repente se transformar em uma aposta maluca, como a que revelou Jans Arends no Twitter.

LEIA MAIS: Alexandre Mantovani volta pra Twitch e mostra leitura perfeita para economizar fichas sem apostar top pair após três checks

O “Graftekell” usou seu perfil para mostrar uma delas bem diferente do comum, se questionando quem estaria se dando bem ao aceitar:

“Aposta interessante: comer um abacaxi inteiro de tamanho médio com casca, com a parte superior e inferior removidas. 3 horas de tempo total. Quem aceitar o desafio recebe 10:1, quem fez uma boa aposta?”

Para deixar claro, quem aceitar o desafio teria que comer um abacaxi inteiro, incluindo a casca, em três horas de tempo. Apenas a coroa e a parte de baixo seriam removidas. E se a pessoa conseguisse, ganharia 10x mais que o valor apostado.

Logo na primeira resposta, Remko Rinkema disse que as odds são muito favoráveis a quem tentar comer o abacaxi, seguido por muitos outros comentários que quem tentasse comer o abacaxi estaria ganhando confortavelmente.

Jans Arends seguiu firme no lado de que não é tão simples assim. Pessoalmente, comer um abacaxi inteiro, com casca, não parece ser algo fácil. Quem você acha que se daria bem nessa história?

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #07 do Depois do River:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS