Slider
Siga-nos

Geral

FALOU TUDO! Patrick Leonard faz análise do fim das séries e dá oito dicas valiosas do que fazer após esse mês

Estudo e visão do privilégio que você tem de viver de poker foram alguns pontos abordados

Publicado

em

(Crédito: Joe Giron)

O craque de poker e embaixador do partypoker, Patrick Leonard, resolveu compartilhar no seu blog tudo o que pensa sobre o momento pós séries online. Ele questionou como algumas pessoas enxergam essa época do ano.

“Se essa série te definiu ou te destruiu, seus objetivos estavam incorretos em primeiro lugar. Você queria usar esta série para obter sucesso imediato / liberdade financeira? Isso foi irresponsável”, escreveu.

LEIA MAIS: Olívio Gontijo dá grande explicação, acaba errando feio, mas é salvo pelo river: “deu errada a leitura, mas tá valendo”

De acordo com o player, a variância no poker, especialmente em fields gigantes, é muito grande para qualquer pessoa, não importa quão bom você seja. “O sucesso final no poker é ter longevidade. Ser bem sucedido por um longo período de tempo. Isso significa que devemos planejar a longo prazo, não depositando nossas esperanças de sucesso dentro de um pequeno período de tempo”, falou. 

Patrick também comentou sobre suas próprias experiências depois de uma grande série online. “Antes de cada uma delas, eu tinha um enorme crescimento, expectativas e, depois de basicamente todas as séries, minha motivação se foi, eu me desgastava mentalmente, não estava pronta para a troca de grind”, contou. Para o embaixador do pp, agora é a hora de também olhar para os pontos positivos. 

“Agora também é um momento de auto-reflexão positiva, é muito fácil dizer a nós mesmos, deveríamos ter feito X, estávamos com preguiça de fazer Y, deixamos o ABC afetar nosso desempenho. Mas tenho certeza de que todos fizeram coisas boas também, não queremos apenas melhorar as coisas que não foram bem, mas também devemos nos lembrar de nossos pontos positivos”, lembrou. 

Dicas Pós-SCOOP

Patrick Leonard compartilhou o post do blog na sua conta no Twitter

Visto isso, Patrick Leonard deu várias dicas para fazer depois do SCOOP. Confira abaixo:

1- Tire um tempo, você merece um pouco de descanso

2- Não demore muito !!! Muitas pessoas desaparecem por semanas ou meses, alguns dias de folga são bons, mas prometo que, na quinta-feira, você vai voltar a trabalhar e se sentir produtivo, sabendo que todo mundo está tirando férias prolongadas, isso fará você se sentir incrível

3- Auto-reflexão e honestidade. É realmente importante fazer muita auto-reflexão e ser honesto consigo mesmo. Anote o máximo possível e volte também a esses negativos e positivos no futuro. Depois de ser realmente honesto consigo mesmo, você poderá começar a trabalhar em suas fraquezas. Se você se ilude, não vai melhorar.

4- Passe por suas mãos marcadas e, se você não tiver, coloque no nº 1 da sua lista de problemas. A série era tão longa e deveria haver tantos pontos profundos que você se perdeu no jogo. Tenho 650 mãos marcadas no mês passado que devem me manter ocupado e melhorar 650 coisas que eu não sabia a resposta antes

5- Inicie um projeto sofisticado e profundo. Embora a progressão gradual seja importante, fazendo representantes da HRC, executando PIO de mãos sobre as quais não tínhamos certeza no jogo, acho imprescindível estar sempre trabalhando em um projeto “mestre”. Um projeto que fará a diferença entre você e seus oponentes. Um projeto que 1) é baseado em algo que as pessoas não fazem bem e 2) baseado em algo que você encontra em todas as sessões. Isso pode ser algo em torno de ICM, PSKOs, etc.

6- Faça algo que se sinta grato por esse jogo louco que jogamos. Às vezes, podemos nos sentir como as pessoas mais azaradas do mundo, como posso ser tão azarado ?! Mas, na realidade, as pessoas ao nosso redor dariam tudo para fazer o que estamos fazendo. Saia, seja observador, olhe para todas as pessoas e pense sobre quais lutas potenciais elas têm. As pessoas no ponto de ônibus vão trabalhar, as pessoas na loja onde você compra seu café etc. Acho que nunca conseguimos entender como somos felizes, mas quanto mais esforço você faz em gratificação, menos você deixa energia negativa chega até você.

7- Fale com os outros e não sofra sozinho. A maioria das pessoas estão perdidas durante essas semanas, a maioria das pessoas estão sofrendo após essas semanas, a maioria das pessoas tem enormes dúvidas após essas semanas. Compartilhe com eles. Não escreva para eles e diga “você pode acreditar na sorte que x reg tem?!?!” “Você viu ele fazer isso? como ele teve um bom SCOOP ?! ” pergunte às pessoas como elas são. Fale sobre planos, peça para trocar o histórico das mãos, atente para a saúde mental de outras pessoas e, por sua vez, elas cuidarão da sua. Faça uma chamada de voz, ouça uma voz, ouça com empatia e o tom da voz deles enquanto eles oferecem consolo! Ouça a emoção na voz deles enquanto eles revelam seus planos para as próximas semanas e meses, se inspire neles, os inspirem!

8- Lembre-se do seu processo, lembre-se da identidade que você criou e que prometeu a si mesmo que seguiria. Não desista, porque aconteceu um evento MUITO PROVATIVO e fez você perder. Ao fazer o seu processo, se você disser a si mesmo que estatisticamente provavelmente perderá, e então você perdeu e desistiu, você se perguntará por que começou em primeiro lugar. Talvez você precise alterar um pouco o seu processo? Refinar isso? Ajustá-lo? Melhorar? Claro, estamos aprendendo sobre nós mesmos todos os dias, por isso faz sentido que devemos evoluir e melhorar, mas não desista de si mesmo. Se você desistir agora, você se acostumará a desistir e continuará desistindo pelo resto da vida. Isso é uma merda de construção de personagem. Ou isso faz você ou quebra você. Muitos muitos regs lucrativos vão bater agora e desistir: Do ponto de vista do egoísmo, eu amo isso. Eles ganham dinheiro nos jogos que eu jogo e desistem. Fantástico. A variância é muito, muito cruel, mas também é muito gentil. Se ele remover de 10 a 20% dos jogadores vencedores do seu pool após cada série, mas você continuar acreditando em si mesmo e em sua identidade, depois de 10 anos, você terá sua longevidade e muita pessoas muito infelizes e arrependidas, trabalhando em empregos de que não gostam, desejando poder ter sido como você e dando uma chance adequada.

Por fim, o craque falou para cada um confiar no processo e ter menos arrependimentos nas próximas séries.

Geral

Aos 70 anos, Ron McMillen estreia no online, crava Evento #9 da WSOP e leva primeiro bracelete; confira a comemoração

“Im.Sorry” e “WillowG23” completam o pódio

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Bay 101 News)

Aos 70 anos de idade, Ron McMillen ganhou o seu primeiro bracelete da maior série de poker do mundo ao cravar o Evento #9: US$ 1.000 No-Limit Hold’em 6-Max da WSOP Online nesta quinta-feira (09). O torneio registrou 1.026 entradas e obteve prizepool de US$ 974.700.

Pela cravada, “MacDaddy15” conquistou o prêmio de seis dígitos US$ 188.214 depois de superar “Im.Sorry” no heads-up que, por sua vez, levou para casa US$ 116.379. Apesar desta ser a primeira vez de McMillen como campeão, ele já tinha participado diversas vezes da WSOP.

LEIA MAIS: Campeão do WPT Championship e LA Poker Classic, Alan Goehring crava Evento #8 da WSOP Online e leva primeiro bracelete

LEIA MAIS: O crescimento do poker online em 2020

Inclusive ele garantiu 12 ITMs na série e o mais perto que chegou do lugar mais alto do pódio foi em 2015 no US$ 1.000 No Limit Hold’em Hyper Turbo. Na ocasião, o player veterano do ao vivo terminou na 10ª colocação puxando US$ 14.255.

O que mais chama atenção na história de Ron McMillen é o fato dele ter jogado pela primeira vez um evento no online e, logo de cara, conseguiu garantir o primeiro bracelete da carreira. A emoção foi tanta que o americano não pode deixar de comemorar com os amigos. Veja abaixo no tweet de Chad Holloway:

“Ron ‘MacDaddy15′ McMillen, de Iowa, nunca havia jogado poker online antes, mas isso não o impediu de vencer a noite de hoje. Evento 9 do @WSOP Online: $ 1.000 No-Limit Hold’em 6-Max por $ 188.214. Mesmo que o jogo esteja online neste verão, ainda temos momentos especiais como este!”, escreveu.

Completando o pódio, na 3ª colocação, aparece “WillowG23” levando US$ 81.972. Nick “cashUSklay” Schulman (43º lugar – US$ 3.703), Daniel “DNegs” Negreanu (96º – US$ 1.851) e Chris “Robotbob47” Moorman (141º – US$ 1.656) garantiram ITM.

Confira a premiação dos finalistas:

1º – Ron “MacDaddy15” McMillen – US$ 188.214

2º – “Im.Sorry” – US$ 116.379

3º – “WillowG23” – US$ 81.972

4º – Ruth “crazeelf666” Ruffman – US$ 58.482

5º – “moodeez” – US$ 42.301

6º – Ian “apokerjoker2” Steinman – US$ 30.995

Continue Lendo

Geral

Campeão do WPT Championship e LA Poker Classic, Alan Goehring crava Evento #8 da WSOP Online e leva primeiro bracelete

Ross Gottlieb e Randy Ohel completam o pódio

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Joe Giron)

Alan Goehring foi o grande campeão do Evento #8: $500 No-Limit Hold’em Freezeout da WSOP Online nesta quarta-feira (08). O torneio registrou 1.479 participantes e teve prizepool de US$ 665.550. Apesar dessa ter sido a primeira vez que o player ganha um bracelete, ele já tinha experiência na série.

Em 1999, Alan bateu na trave ao ser vice do US$ 10.000 NLHE World Championship. Além disso, o americano traz no currículo títulos de campeão no WPT Championship, de 2003, e no L.A. Poker Classic, de 2006, no qual garantiu a maior forra da carreira, US$ 2.391.550.

LEIA MAIS: Do atletismo a Filosofia até chegar ao poker: conheça a história de Jason Koon

LEIA MAIS: Saudades de um torneio ao vivo, né, minha filha? Confira o relato sensacional do Dia 1 do Main Event de Maria Ho na WSOP 2019

Para o craque, que acumula US$ 5.346.961 de ganhos em torneios ao vivo, garantir o primeiro bracelete da carreira e o prêmio de US$ 119.399 foi preciso superar Ross “BlueTang” Gottlieb no heads-up que, por sua vez, ganhou US$ 73.942.

Completando o pódio, na 3ª colocação, aparece Randy “StayAlive” Ohel recebendo US$ 52.511. Nomes famosos do poker mundial garantiram ITM, é o caso de Steve “gborooo” Gross (11º lugar – US$ 6.921) e Phil “lumestackin” Hellmuth (109º – US$ 931.77).

Confira a premiação dos finalistas:

1º – Alan “GladiusIII” Goehring – US$ 119.399

2º – Ross “BlueTang” Gottlieb – US$ 73.942

3º – Randy “StayAlive” Ohel – US$ 52.511

4º – Robert “bustinballs” Kuhn – US$ 37.803

5º – “clembutt” – US$ 27.620

6º – “dudeguydrew” – US$ 20.365

7º – “aceviper” – US$ 15.307

8º – Scott “miamicane” Davies – US$ 11.580

9º – “xILoUieIx” – US$ 8.918

Continue Lendo

Geral

Do atletismo a Filosofia até chegar ao poker: conheça a história de Jason Koon

O craque foi o primeiro da família a fazer faculdade

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Partypoker)

Com mais de US$ 30 milhões de ganhos em torneios ao vivo, Jason Koon se tornou um dos nomes mais respeitados do poker mundial. Por isso, é fácil imaginar o quanto de gente se inspira no craque e tem curiosidade de saber como ele chegou neste patamar.

Então se prepare porque hoje você saberá um pouco mais do americano. Em uma entrevista ao Paul Phua, o player revelou o que gostaria de ter sido quando criança e mostrou ter tido uma juventude bem alinhada aos esportes.

LEIA MAIS: Saudades de um torneio ao vivo, né, minha filha? Confira o relato sensacional do Dia 1 do Main Event de Maria Ho na WSOP 2019

“Eu diria que um profissional de beisebol foi a primeira coisa. Eu levei realmente a sério o beisebol, mesmo na minha adolescência. O que mudou quando eu cresci um pouco, desenvolvi velocidade e vi que a corrida provavelmente pagaria a minha faculdade”, disse. 

Nesse período da adolescência na qual todo mundo passa por grandes transformações, Jason Koon sabia que o que queria para vida era totalmente diferente do caminho que a família havia percorrido. Assim, por meio do atletismo, o player alcançou o objetivo.

“Eu fui a primeira pessoa da minha família a ir para uma faculdade. Eu sabia que eu queria ter uma boa educação apenas pelo fato de que ninguém fez. Eu queria dizer que fiz isso”, contou ele que cursou Filosofia e ajudou a desenvolver mais a mente dele.

Embora o esporte sempre estivesse presente na vida de Koon, o embaixador do partypoker foi para um lado totalmente diferente para exercê-lo. “Eu tive uma lesão no quadril que me colocou na cama e um colega de quarto me sugeriu que começássemos a jogar poker por diversão e numa dessas histórias, boom, apenas decolou”, falou.

Pronto, a partir dali surgiu um astro do poker. “Eu estava comprando todos os livros e comecei a jogar online e as noites se transformaram em dias. Antes de perceber, eu era um jogador de poker”, contou.

Para conferir essa reviravolta e saber mais detalhes da carreira do craque, confira a entrevista completa abaixo:

*o conteúdo do vídeo é restritamente em inglês

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS