1920x350
041021-N8-October-Giveaway-portuguese-1920x350
Royal Pag

Geral

MundoPoker Palpites: as previsões da equipe para o retorno da WSOP 2021

O quadro traz palpites sobre tudo que pode acontecer nos mais diversos assuntos

Publicado

em

Quase todo jogador ou fã de poker é, na maioria das vezes, uma pessoa apaixonada por diversos esportes. Essa combinação faz com que as pessoas estejam por dentro de diversos assuntos, acompanhem diversos campeonatos diferentes e se insiram em outro universo: o de apostas. Todo fã de poker parece gostar de arriscar aquele palpitezinho aqui e ali.

Nós, do Mundo Poker, nos encaixamos nessa definição. Por isso, em parceria com a BetNacional, lançamos o quadro MundoPoker Palpites, onde poderemos deixar algumas apostas e previsões sobre os mais diversos temas. Para tornar a brincadeira ainda mais divertida, convidados também participarão do quadro, mostrando toda a precisão (ou não) das previsões.

LEIA MAIS: Spraggy vai all in na bolha, acerta full no flop e leva bad beat insana após soltar falinha

Você pode aproveitar para ler e identificar quem tem o pensamento parecido com o seu, discordar de algumas apostas, ver quem acerta mais ou simplesmente cornetar nas redes sociais e transmissões aquele que não chega nem perto de acertar as suas previsões.

Abaixo, começaremos com nossos palpites para a WSOP, que se inicia na semana que vem:

– Quantos jogadores se inscreverão no Main Event?

Augusto Cesar: Acho que passa longe do maior. 6.300 pessoas.
Guilherme Schiff: 7.377
Matheus Freitas: Por volta de uns 7.500
Ytarõ Segabinazzi: 5.500 (pela exigência de vacina)

– Em qual jogadora você apostaria para ganhar um evento?

Augusto Cesar: Vanessa Kade
Guilherme Schiff: Maria Ho
Matheus Freitas: Kristen Bicknell, se ela for
Ytarõ Segabinazzi: Vanessa Kade

Vanessa Kade, vencedora do Sunday Million de Aniversário, é nome forte entre as mulheres

– Quem se dará melhor nessa edição: a “velha guarda” ou a “nova geração”?

Augusto Cesar: Acho que será bem equilibrado. Fico no meio termo.
Guilherme Schiff: Velha guarda
Matheus Freitas: Meio a meio, acho que a WSOP trás muitos resultados para os “tiozões”
Ytarõ Segabinazzi: WSOP é uma série de recreativos. Veremos muito mais tiozões ganhando do que profissionais

– Qual jogador levará mais de um bracelete na série?

Augusto Cesar: Stephen Chidwick
Guilherme Schiff: Ali Imsirovic
Matheus Freitas: Nenhum
Ytarõ Segabinazzi: João Vieira

Ali Imsirovic vem doutrinando os HS em 2021 e é o lider do ranking do PokerGo

– O Brasil terá algum bracelete nesse ano?

Augusto Cesar: Por mais que seja a melhor fase do poker brasileiro, não estou confiante por fatores externos. Acredito que não.
Guilherme Schiff: Sim
Matheus Freitas: Com um número menor de jogadores indo a Vegas esse ano, a probabilidade é menor, mas o Yuri tem grandes chances
Ytarõ Segabinazzi: Creio que voltaremos sem nenhuma jóia, infelizmente

– Quem vai vencer o Player Of The Year da WSOP em 2021?

Augusto Cesar: Stephen Chidwick
Guilherme Schiff: Shaun Deeb
Matheus Freitas: David Peters
Ytarõ Segabinazzi: Daniel Negreanu (sua experiência no online o transformou em um jogador ainda melhor)

O canadense vive um bom momento no ano de 2021

– Haverá alguma polêmica de exclusão ou algo do tipo por conta da COVID?

Augusto Cesar: Sim. Quero ver como será o tratamento da WSOP quanto a isso.
Guilherme Schiff: Sim
Matheus Freitas: Sim, mesmo com vacina a chance é grande.
Ytarõ Segabinazzi: Creio que não, a polêmica vai ficar para o Twitter mesmo

– Qual jogador regular do online conseguirá o primeiro bracelete da carreira?

Augusto Cesar: Jon Van Fleet “Apestyles”
Guilherme Schiff: Mikita Badziakouski “fish2013”
Matheus Freitas: Anatoly Filatov “NL_Profit”
Ytarõ Segabinazzi: Niklas Astedt “Lena900”

O craque russo “NL_Profit” é uma bela aposta para um título ao vivo

*respostas em ordem alfabética

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #20 do Depois do River:

Geral

Phil Hellmuth tem outro ataque de raiva contra algoz e critica rival após nova eliminação

O Poker Brat parece não ter aprendido a lição após polêmica recente

Publicado

em

Postado Por

Phil Hellmuth

Phil Hellmuth é o nome dessa edição da WSOP até o momento. Com diversas mesas finais e mais um título para o já extenso currículo, o maior vencedor da WSOP em todos os tempos também tem sido notícias com coisas off poker. Suas atitudes renderam muitos debates e foram reprovadas pela maioria das pessoas.

Depois de uma forte repercussão, Hellmuth tentou fazer um mea culpa e disse que tentaria melhorar seu comportamento nas mesas nos próximos tempos. Mas, alguns dias depois, o craque voltou a aparecer de maneira ruim. No Evento #42, o Razz, onde Yuri Martins está no Dia 2, ele atacou um velho rival.

LEIA MAIS: Embalado após big hit, Igor Thiesen marca presença no KSOP Rio de Janeiro com grande grupo do 4bet: “jogar tudo”

Algoz de Hellmuth no Evento #19, Anthony Zinno voltou a assombrar o “Poker Brat”. Foi o único bicampeão da série até o momento que eliminou Hellmuth, o suficiente para que o dono de 17 braceletes novamente soltasse os cachorros. A revolta foi mais comedida com relação a última, mas ele ainda não parece ter melhorado.

“Essa foi a pior jogada de merd* que eu já vi. Posso dizer que você joga muito Razz”, disse, ironizando a decisão de Zinno e passando longe da gentiliza que havia prometido. Ao sair da mesa, outro dos integrantes ainda mandou aquela falinha: “e o segundo round vai para Zinno novamente”.

Para o bem e para o mal, Hellmuth é a estrela. Será que um dia ele será polido ou já é um caso perdido?

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo

Geral

Como o poker ajudou o Melhor Pudim do Mundo a ultrapassar a marca de R$ 1 milhão em vendas

Popularização da sobremesa começou nos torneios mais famosos da modalidade, do Brasil às Bahamas

Publicado

em

Postado Por

André e Adriano Akkari

Um esporte de cartas que ganhou o mundo a partir do Velho Oeste dos EUA ajudou o Melhor Pudim do Mundo, uma das principais marcas da tradicional sobremesa brasileira, a se tornar tão popular ao ponto de alcançar a marca de 15 mil pudins feitos por mês e R$ 1 milhão em faturamento.

A ligação começou com uma brincadeira entre irmãos: o chef Adriano Akkari levou um pudim em um evento de família e brincou que ele tinha preparado a receita. Seu irmão, o campeão mundial de poker André Akkari, sempre foi apaixonado por este prato e disse que aquele era o melhor pudim que ele havia provado até então. Foi aí que Adriano revelou que aquela receita não era a dele e o desafiou.

LEIA MAIS: Após polêmica com ações de Hellmuth, André Akkari é contundente e dá lição sobre comportamento e imagem nas mesas

“Você disse que esse é o melhor pudim do mundo porque ainda não provou o meu”. O chef então começou a ir em busca da melhor receita até chegar em uma fórmula secreta que leva ingredientes importados especialmente selecionados, além de utilizar uma técnica inovadora que evita a perda da calda durante o transporte. A receita depois foi aprovada por André, que concordou que o pudim do chef é que era o melhor do mundo e o incentivou a tornar um negócio.

André se comprometeu tanto com a popularização que a cada torneio que disputava, tanto no Brasil quanto no exterior, fazia questão de falar da receita de Adriano para os outros jogadores. Logo começaram a surgir as encomendas e, com a aprovação, os poker players espalharam a notícia para seus familiares e também para os funcionários de suas equipes e clubes de poker por todo o Brasil. Hoje, o Melhor Pudim do Mundo é uma das – senão a mais conhecida – mais populares sobremesas no universo do poker brasileiro.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo

Geral

Explosão na mesa final da WSOP ganha imensa proporção e causa problemas até em casa para Phil Hellmuth

Jogador prometeu melhorar após ver repercussão de sua família

Publicado

em

Postado Por

Phil hellmuth

O assunto da semana foi mesmo o show às avessas de Phil Hellmuth na mesa final do Evento #19 Seven Card Stud, de US$ 10.000. O americano tentava conquista seu 16º título da série, da qual já é o maior vencedor, mas sua habilidade no jogo acabou ficando em segundo plano.

O que roubou a atenção de todos foi seu mau comportamento durante toda a decisão. O “Poker Brat” passou do ponto, com xingamentos exaustivos, reclamações a todo tempo, palavrões e muitas outras coisas ruins. Ele caiu em quarto, não alcançou o título, e os dias seguintes foram piores.

A repercussão de suas atitudes foi enorme. Diversos membros da comunidade do poker criticaram a ação de Hellmuth, incluindo nomes de grande peso no cenário. Até André Akkari pareceu indignado com o que o “Poker Brat” havia feito naquela ocasião. Ter a mídia em cima sempre fez parte do personagem, mas dessa vez as consequências foram maiores.

LEIA MAIS: WSOP: Daniel Lazrus escapa de zagueirada insana no heads-up, fatura o Millionaire Maker e segundo bracelete em 2021

O mau comportamento do americano tornou-se tema em sua própria família, em sua própria casa, e o que se deu com isso acabou deixando Hellmuth em uma situação bastante desconfortável. Em um de seus tweets, ele pareceu arrependido de suas ações:

“Minha mãe e meu pai ficaram com vergonha / raiva de mim… Meus amigos me disseram que eu estava fora da linha. Depois de 44 horas ridicularizado nas redes sociais, e percebendo que meus discursos são um mau exemplo para os jogadores de poker em todos os lugares, acho que posso melhorar MUITO. Posso não ser perfeito, mas posso ser melhor…”

Mesmo com diversas pessoas ainda defendendo essa faceta do personagem Phil Hellmuth, a enorme repercussão negativa parece que ligou um alerta no maior campeão da WSOP de todos os tempos. Será que teremos um jogador mais polido nos próximos torneios ou a primeira bad beat vai reativar o descontrole?

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS