Banner Cash Game
260221_N8_SuperMillionWeekMainBanner_portugese-1920x350
WhatsAppImage2021-11-18at124217
1920x35011
01
Royal Pag

BSOP

BSOP Millions: Eduardo Garla e Chico Buonerba estão entre os oito classificados no satélite para o Super High Roller

O bolha da vaga foi o craque Cassio Kiles

Publicado

em

Entre tantos torneios que marcaram o primeiro dia do BSOP Millions, um satélite acabou chamando bastante atenção. De olho no caríssimo Super High Roller, com buy-in de R$ 25.000, muitos jogadores tentaram baratear a entrada. Oito jogadores conseguiram carimbar a valiosa classificação, como Eduardo Garla, dono de bracelete da WSOP.

Com buy-in de R$ 2.600, o torneio atraiu 95 entradas. Além de Eduardo Garla, alguns regulares conhecidos do cenário nacional também conseguiram a passagem, como Chico Buonerba, Leandro Zavodini, Alex Testoni e Jeferson Zamanhian. Também conseguiram assegurar o buy-in de R$ 25.000 os jogadores Raphael Victor, Jean Phillipe e Samuel Ribeiro.

LEIA MAIS: Pronto pra 2022, Rafael Moraes sente impacto em representar o PokerStars no BSOP Millions: “virou uma loucura”

Quem acabou sendo eliminado sem a vaga foi Cassio Kiles. Afastado do poker online, o ex-jogador do 9Tales não perdeu a chance de comparecer no BSOP Millions. Ele foi eliminado na 9ª colocação, mas não saiu de mãos abanando. Ao menos, o paulista conquistou uma recompensa de R$ 3.650.

O Super High Roller de R$ 25.000 vai começar nesta quinta-feira (25) às 14 horas. A expectativa é que a nata do poker brasileiro entre em ação. O evento será realizado em três dias.

Confira a lista de classificados:

Eduardo Garla

Chico Buonerba

Leandro Zavodini

Alex Testoni

Jeferson Zamanhian

Raphel Victor

Jean Phillipe

Samuel Ribeiro

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

BSOP

Jamil Movallen é o último campeão do BSOP Millions com vitória no 6-Handed Turbo KO

Jogador conseguiu seu troféu na edição no evento derradeiro

Publicado

em

Postado Por

Foram 12 dias intensos e insanos de disputas, salão cheio e muitas fichas nas mesas. O BSOP Millions chegou ao seu final neste domingo, já deixando um gostinho de saudade na maioria dos jogadores, mas ainda teve tempo para mais um deles garantir o troféu.

Quando a cortina do espetáculo já se fechava, Jamil Movallen deu seu show particular no 6-Handed Turbo KO, torneio de R$ 3.000, e se sagrou como último campeão do BSOP Millions de 2021. Esse torneio era o último da grade regular da série, deixando Jamil como o último campeão.

LEIA MAIS: Marcelo Dutra vive sequência de acontecimentos no BSOP Millions e forra alto com Last Longer: “foi maravilhoso”

A vitória derradeira veio depois do jogadores enfrentar um field de 181 inscritos com o mesmo intuito, o de levar o troféu no fechamento da competição. Mas foi Movallen quem conseguiu o feito, garantindo, além do item, o prêmio de R$ 39.640 pela conquista, depois de acertar um acordo no 3-handed.

Na mesa final, o último campeão não teve vida fácil, mas conseguiu aguentar firme para sair vitorioso. O rival do heads-up foi Bruno Santana, que não conseguiu detê-lo. O vice ficou com R$ 26.750. O terceiro colocado, Alberto Serafim, levou R$ 30.000. Esse foi o segundo título de Jamil Movallen na história do BSOP.

Confira a premiação da mesa final:

1 – Jamil Movallen – R$ 39.640
2 – Bruno Santana – R$ 26.750
3 – Alberto Serafim – R$ 30.000
4 – Juan Manuel Calderon (Argentina) – R$ 17.890
5 – Pedro Cayo – R$ 13.250
6 – Walter Ripper – R$ 9.680

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo

BSOP

Especialista de Mixed Games, Guilherme Decourt crava o Dealers Choice do BSOP Millions

Título acabou trazendo uma curiosidade com seu nick online

Publicado

em

Postado Por

O décimo segundo dia de BSOP Millions era o derradeiro, mas a chance de cravar algum torneio ainda mantinha a chama acesa em alguns jogadores. No maior evento de Mixed Games da série, o Dealers Choice, que agrega diversas modalidades de poker, um campeão inédito foi declarado e com uma bela coincidência.

Um dos grandes nomes do país no Mixed Games, o profissional Guilherme Decourt, dono de títulos do SCOOP, por exemplo, escreveu seu nomes também na lista de campeões de WSOP ao vencer o torneio de R$ 1.200. Foi seu primeiro troféu em qualquer evento, e ele saiu satisfeito.

“É o primeiro troféu de campeão, tô bem feliz, ganhei alguns títulos online, mas nenhum deles ganhei um troféu. No máximo foi um protetor de carta. É bom, vou dar pra minha filha, ela vai gostar de eu voltar com um presentinho pra ela”, fala, comemorando, o jogador.

LEIA MAIS: Alen Fillipi tem KK quebrado em pote inacreditável que assusta o salão do BSOP Millions e cai em 7º no Main Event

Para chegar a vitória, Guilherme precisou enfrentar um field de 44 entradas e uma mesa final bem experiente. Ele jogou contra nomes como Lucio Antunes, adversário do HU, José Vaughan e Matheus Mendes, conseguindo superar todos eles para sair com o prêmio de R$ 13.080 pela primeira colocação.

Decourt ainda falou sobre a estratégia que tomou na decisão: “eu evitava o Hold’em (risos), mas depende muito da formação da mesa. Eu me adaptei de acordo com os adversários da mesa, escolhendo jogos que eles não se sintam tão confortáveis”, explica.

A primeira vitória do agora jogador do N2 Poker Team ainda traz uma coincidência. No online, o profissional usa o nick “SirTwelve”, que em tradução livre significa “Senhor Doze”. Ele fez jus a isso, conquistando seu título no dia 12 do BSOP Millions.

Confira a classificação da mesa final:

1º – Guilherme Decourt – R$ 13.080

2º – Lúcio Antunes – R$ 9.450

3º – José Vaughan – R$ 6.020

4º – Matheus Mendes – R$ 4.570

5º – Paulo Bonato – R$ 3.530

6º – Marcelo Cunha – R$ 2.700

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo

BSOP

André Luís Berlanda consegue virada emblemática no heads-up e é o grande campeão do Main Event do BSOP Millions 2021

O “99Palanke” do online conquistou o prêmio milionário de R$ 1.500.000

Publicado

em

Postado Por

O Main Event do BSOP Millions de 2021 terminou com uma história memorável. André Luís Berlanda, o “99Palanke” do online, foi o grande campeão do torneio com uma virada de cinema no heads-up contra Maurício de Farias. Assim, ele superou o field de 4.115 entradas do torneio para eternizar seu nome no poker brasileiro.

A épica trajetória rendeu o prêmio máximo de R$ 1.500.000 para o jogador da pequena cidade de Colombo, Santa Catarina, além do bracelete de campeão do BSOP e um belíssimo troféu. Dono de uma carreira consolidada e há muitos anos na estrada, o campeão mal encontrava palavras para resumir a felicidade. “É a cereja do bolo com certeza. Não sei nem explicar”, disse.

O heads-up foi uma espécie de Grenal com duas torcidas bem barulhentas. André Luís, torcedor do Grêmio, contra Maurício, até trajado com o casaco do Internacional. Em um dia complicado que deixou o Tricolor Gaúcho praticamente rebaixado, o campeão do BSOP Millions teve que aguentar muitas provocações da galera do 4bet Team durante todo o duelo final.

LEIA MAIS: BSOP Millions: Jeferson Zaminhan faz acordo com Marco Aurélio “Salsicha” e é bicampeão do High Roller

“Por vezes me parecia estar derrotado, mas eu não queria representar. O Maurício tentava me intimidar me olhando, mas eu ficava tranquilo. Uma ficha e uma cadeira, né?, disse o campeão. Ele contou que levou as provocações da melhor forma possível. “Eu tava quietinho ali porque tinha muito Colorado”, revelou.

“Eu pensei ‘meu Deus, será que eles vão descobrir que eu sou gremista?’ e descobriram mesmo. Foi engraçado, não levei nada a mal, eu preferi curtir porque eu focava no jogo. Se eu ficasse nervoso eu talvez teria me descontrolado”, relata.

Assim que formado, o heads-up entre os dois estava praticamente empatado, mas Maurício conseguiu impor um bom ritmo para abrir distância, tirando fichas de Berlanda com bastante autoridade. O catarinense não conseguia reagir e a diferença chegou a ficar um verdadeiro abismo de cerca de 116.000.000 contra apenas 7.000.000. Sobraram apenas três blinds no pior momento.

LEIA MAIS: Marcelo Dutra vive sequência de acontecimentos no BSOP Millions e forra alto com Last Longer: “foi maravilhoso”

“Quando eu tava com três blinds tava difícil. Meio que já contava com o segundo lugar”, falou o 99Palanke. A reação foi insana. Foram sete all in e calls até o título, sendo que dois ainda terminaram em split pot. Teve Q5 contra AT, K6 contra Q9, A6 contra A3 e um decisivo flip de JT contra 55 para finalmente empatar o jogo.

“Eu tive certeza que ia ganhar quando ganhei o JT contra 55. Eu falei para ele, ‘acabou para ti’”, emendou o catarinense. A mão da virada emblemática aconteceu depois do flop 862. Com top pair com 83, Berlanda segurou as duas pontas e a over card do 97 do jogador do 4bet Team para explodir em alegria com sua torcida. O turn 2 e o river 6 deram encerraram o Main Event BSOP Millions.

Como foi a mesa final antes do heads-up

A configuração dos stacks mudou rapidamente na mesa final. Por exemplo, Bernardo Soares, o short stack, dobrou em cima de João Bauer, o penúltimo em fichas, logo de cara. A mesa final foi animada desde o início e muitos potes foram acontecendo, alterando a dinâmica e mexendo constantemente no chip count.

A primeira baixa da decisão foi a eliminação do jovem Rafael Croce. Único recreativo da FT, o jogador de 18 anos tinha broca e flush draw, mas não conseguiu bater o AA de Bernardo Soaeres. Depois de um tempo, Murilo Fidelis se despediu do torneio quando estava short stack ao levar uma bad beat com KK para o A6 de Maurício de Farias. Um A apareceu no flop.

LEIA MAIS: Kelvin Kerber faz balanço do ano, analisa o futuro do live e fala da forra surpresa pelo celular no lobby do hotel: “único”

O 7-handed foi um pouco mais longo e teve a mão mais insana da mesa final. Um cooler enorme entre Alen Fillipi e Maurício terminou com uma bad beat milagrosa do gaúcho de QQ contra KK do alagoano. Uma Q no river deixou o regular do 4bet Team gigantesco e pronto para alcançar o heads-up.

Ele se tornou o protagonista e foi limpando a mesa final, como fez ao tirar Bernardo Soares, em sexto, e João Pedro Sant’Ana, em quinto. Sólido, André Luís Berlanda teve uma mão bem crucial ao tirar Cairo Kadre num blind war de K4 contra A8. O board foi 3QK24.

A medalha de bronze ficou com João Bauer. Em sua quarta mesa final de Main Event, o goiano não conseguiu mudar o cenário quando era short stack e caiu para o futuro campeão num all in pré-flop de 88 contra A6.

Confira as premiações dos finalistas do Main Event do BSOP Millions:

1º – André Luís Berlanda (Quilombo/SC) – R$ 1.500.000

2º – Maurício de Farias (Porto Alegre/RS) – R$ 860.000

3º – João Bauer (Goiânia/GO) – R$ 570.000

4º – Cairo Kadre (Florianópolis/SC) – R$ 490.000

5º – João Pedro Sant’Ana (São Paulo/SP) – R$ 400.000

6º – Bernardo Soares (Salvador/BA) – R$ 291.000

7º – Alen Fillipi Alencar (União dos Palmeiras/AL) – R$ 233.000

8º – Murilo Fidelis do Nascimento (Ituverava/SP) – R$ 163.000

9º – Rafael Croce (Jaú/SP) – R$ 145.000

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS