1920x350
041021-N8-October-Giveaway-portuguese-1920x350
Royal Pag

Cobertura ao Vivo

De volta aos circuitos ao vivo, Marcelo Mesqueu estreia no NPS em Natal e elogia o field do Nordeste: “é muito bom”

O Campeão Brasileiro foi uma das figuras ilustres do orneio

Publicado

em

Marcelo Mesqueu

O Nordeste Poker Series Natal recebeu alguns jogadores bem conhecidos do poker brasileiro que nunca haviam jogado o circuito anteriormente. Quem aparece não se decepciona. Uma das figuras ilustres foi o carioca Marcelo Mesqueu, Campeão Brasileiro de 2019 e uma verdadeira máquina de troféus no poker ao vivo.

Mesqueu veio para a Cidade do Sol também para curtir os belos dias ensolarados da viagem com a namorada, mas vem pegando o ritmo do live. “Série grande é o primeiro, mas mês passado teve um torneio na Chapada do Veadeiros que eu fui convidado pelo Moisés (Branco, fundador da Kings Eventos) e eu cravei o Main Event. Mas fui para passear também com a namorada”.

LEIA MAIS: Madson Moura dá o ar da graça no NPS Natal, fala sobre tempo afastado e perseguição nas mesas: “sendo caçado”

O carioca também falou que o destino paradisíaco ajudou na vinda para Natal. “Agora em relação a essa série, eu quero fazer o término desse ano de forma bem tranquila para o ano que vem chegar com pressão. Como eu conheço Natal, gosto daqui e vim para passear, uni o útil ao agradável”.

Acostumado a jogar em todos os cantos do mundo, Mesqueu gostou bastante do que viu no field do Nordeste Poker Series, mas também não sentiu que tinha novidades após a pandemia.

“Eu já esperava um field forte, o pessoal do Nordeste é muito bom, tem muito jogadores bons mesmo. Joguei o Main Event e o High Roller e tô vendo que não mudou muito. Ainda acho que tem muita gente que não tá vindo por causa da pandemia ou está longe, mas o nível é maravilhoso”, avaliou o craque.

Pausa na pandemia

Regular de poker ao vivo como poucos no Brasil, Mesqueu foi um dos jogadores que tiveram que lidar com a enorme saudade do jogo. O carioca contou para o Mundo Poker como fez durante esse período para não ficar longe do esporte da mente.

“Eu tinha um grupo que a gente jogava toda terça e quinta, um torneio live de R$ 500, caro, mas dava 30 ou 40 pessoas. O que a gente fez na pandemia foi migrar, criamos o grupo em um site e, desde que começou a pandemia, nós jogamos sem faltar um dia esse torneio. Dava troféu, tinha ranking, dá uma premiação boa e a gente está jogando há quase dois anos esse torneio”.

LEIA MAIS: Léo Rizzo coroa caminhada incrível com direito a back-to-back na FT e é campeão do High Roller do NPS Natal

O experiente jogador falou também sobre o ritmo de jogo nesse retorno. “No físico sente um pouquinho. Primeiro que se passaram quase dois anos e você perde aquele ritmo alucinante. Mas isso volta rápido, pelo menos eu tenho facilidade nisso de não dormir ou dormir pouco, logo mais vai estar tudo bem”, garantiu.

Próximos passos

O colecionador de troféus está preparadíssimo para os torneios ao vivo que vão agitar o país nos próximos meses. O primeiro é o KSOP Rio de Janeiro, na casa de Mesqueu, mas também que vale como uma viagem. “O KSOP a expectativa é total, vou me hospedar no hotel. Eu até brinco que eu viajo para outro bairro. Prefiro estar no hotel, ver os amigos, almoçar por perto, acordar lá. Vai ser maravilhoso”, disse.

Porém, ele não garante a participação no BSOP Millions por um motivo nobre. “Eu acho que não vou. Estou pensando em ver a final da Libertadores (Mesqueu é flamenguista e o clube rubro-negro está perto da final após vencer o jogo de ida contra o Barcelona do Equador por 2×0). Como eu já vou estar lá, talvez tenha o torneio Milionário (do Enjoy) por lá. Se isso acontecer vou deixar o Millions de lado. Desde 2017 pra cá estou sempre na correria, então esse ano vou dar uma folga pra mim”, finalizou.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #20 do Depois do River:

Cobertura ao Vivo

Segunda edição da Maxx Poker Series terá 14 dias de muito poker em São Paulo; conheça os principais eventos

O Main Event terá um garantido de R$ 1 milhão

Publicado

em

Postado Por

O Maxx Poker inaugurou seu clube gigantesco clube em São Paulo, o maior da América Latina, com uma edição muito impactante da Maxx Poker Series. Com o sucesso atingido, era questão de tempo para mais uma etapa ser programada. Foi o que aconteceu: a partir do dia 27 de outubro a segunda edição vai começar.

LEIA MAIS: WSOP: Phil Hellmuth dá a volta por cima, é campeão do Evento #31 e conquista o 16º bracelete da carreira

Serão 14 dias de muito poker na unidade de Perdizes. A grade novamente terá R$ 3.000.000 garantidos. Com tantas opções, o Mundo Poker traz os principais destaques que você precisa colocar na agenda sem falta.

Confira:

Main Event com R$ 1.000.000 garantidos

O carro-chefe da série vai permear grande parte do cronograma, começando dia 31 de outubro. Serão 14 classificatórios (vai até o Dia 1N). O torneio tem buy-in de R$ 1.000 e vai contar com Dia 2, Dia 3 e Dia Final, deixando uma excelente estrutura para os jogadores.

Welcome to MXPS com R$ 100.000 garantidos

A abertura do festival será logo com um evento de R$ 100.000 garantidos e buy-in de apenas R$ 150, uma enorme chance de arrumar um super prêmio com um baixo investimento. O torneio será disputado em dia único com blinds que vão variar entre 30 e 25 minutos. Tem rebuy e add-on.

Maxx Micro com R$ 400.000 garantidos

Sucesso na primeira edição, o Maxx Micro está de volta com esse belo garantido. A inscrição é de R$ 350 e nesse não tem a opção de add-on. São sete classificatórios até a realização do Dia 2 no dia 31.

High Roller com R$ 300.000 garantidos

O primeiro torneio mais caro da série será esse High Roller com R$ 2.500 de buy-in que vai acontecer logo no segundo dia do festival. A estrutura é excelente com 100.000 fichas de stack inicial e 30 minutos de blinds. São quatro classificatórios e o Dia Final.

Super High Roller com R$ 500.000 garantidos

O evento mais caro da grade terá um buy-in de R$ 3.000 e vai contar com seis classificatórios para ninguém ficar de fora e ter muitas chances de buscar o grande prêmio que o campeão vai embolsar. O Dia Final é sexta, 05 de novembro.

Torneio de Heads-Up

Um dos mais diferentes e divertidos eventos da grade será a disputa de Heads-Up, sempre atraindo muitos jogadores quando acontece. São R$ 20.000 garantidos no torneio que acontece no dia 04 de novembro.

Ladies Event

O Ladies Event também está confirmadíssimo na grade da MXPS. Vai acontecer no dia 05 de novembro com buy-in de R$ 150 e garantido de R$ 10.000.

Progressivo KO com R$ 100.000 garantidos

Um dos torneios que está para o final da grade, o PKO promete bastante com R$ 100.000 garantidos. Vai rolar nos últimos dois dias do festival, com dois classificatórios e o Dia Final em 09 de novembro.

Confira a grade completíssima da segunda edição da MXPS clicando aqui

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo

Cobertura ao Vivo

Nildinho César conquista o PLO KO do RN Poker Festival; Eduardo Araújo termina como campeão do Last Chance

Jogadores aproveitaram os últimos torneios da série para garantir um troféu

Publicado

em

Postado Por

Nildinho César e Eduardo Araújo

Os dois últimos torneios da grade do RN Poker Festival começaram e terminaram neste último domingo e dois nomes garantiram seus títulos nas últimas oportunidades oferecidas pelo circuito. Nildinho César e Eduardo Araújo saíram com troféus em torneios distintos, mas ambos têm bons motivos para comemorar.

Nildinho César foi o grande campeão do PLO KO, de R$ 470. Disputado na modalidade de quatro cartas, a atração tinha ainda os bounties como atrativo para os jogadores. Dessa forma, 43 jogadores engataram no torneio e geraram um prizepool de R$ 15.280. Foi Nildinho quem levou a maior fatia da premiação.

O jogador passou pelos adversários e se sagrou campeão do torneio depois de fazer o heads-up com Zeca Geleilate. Pelo título no penúltimo torneio da grade, Nildinho levou R$ 3.000. Vice-campeão, Zeca saiu com R$ 2.320. Quem completo o pódio foi Roberto Nasi, que recebeu R$ 1.500. Todos os valores não contam os bounties.

Já Eduardo Araújo pode dizer que venceu o último torneio disponível no RN Poker Festival. O Last Chance, de R$ 130 de buy-in e responsável por fechar o circuito, atraiu exatamente 100 competidores. Eles queriam a última oportunidade de garantir o troféu, mas somente Eduardo conseguiu.

O feito se deu após um heads-up contra seu xará Eduardo Coutinho. Ambos os jogadores optaram por fazer um deal e saíram com premiações iguais, de R$ 2.450. Mas foi Eduardo Araújo quem pôde levar o troféu de campeão para casa e dizer que foi o último campeão dessa estapa do Festival.

Confira a premiação da mesa final do PLO KO:

1 – Nildinho César – R$ 3.000
2 – Zeca Geleilate – R$ 2.320
3 – Roberto Nasi – R$ 1.500
4 – Jeferson Rodrigues – R$ 900
5 – Savio Madson – R$ 650
6 – Adham Eriston – R$ 500
7 – João Delfino – R$ 300

Confira a premiação da mesa final do Last Chance:

1 – Eduardo Araujo – R$ 2.450*
2 – Eduardo Coutinho – R$ 2.450*
3 – Luiz Junior – R$ 1.400
4 – Fabio Henrique Regis – R$ 1.070
5 – Francisco Alisson – R$ 800
6 – Raidel Teixeira – R$ 550
7 – Solonildo Maia – R$ 400
8 – Leley – R$ 300
9 – José Mairton – R$ 240

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo

Cobertura ao Vivo

Ricardo Sehnem brilha no último dia, coroa boa performance no circuito e crava o Main Event do RN Poker Festival

Profissional e streamer era um dos grandes nomes do evento

Publicado

em

Postado Por

Ricardo Sehnem

O RN Poker Festival foi uma atração daquelas para todos os moradores de Mossoró e região. Com uma excelente grade e uma ótima estrutura, o evento ofereceu bons torneios de poker para os apaixonados pelo esporte e atraiu grandes jogadores para o circuito.

Nomes como Bruno Foster e Olívio Gontijo foram alguns dos mais famosos que participaram dos torneios do festival, mas foi outro streamer, parceiro da 2bet4win, quem brilhou de maneira efusiva na competição. Morador de Joinville, no Sul do Brasil, Ricardo Sehnem atravessou boa parte do país para encarar o evento.

E sua decisão foi mais do que certeira. O profissional e streamer brilhou nos feltros do Hotel Villa Oeste. Ele alcançou uma mesa final logo no primeiro dia de série, mas o melhor ficou para o final. No último dia, Sehnem fez história, terminando com o título do torneio mais importante do circuito.

LEIA MAIS: Após acordo no 3-handed, Carlos Porto derrota Tiago Saulo no HU e conquista o High Roller 40K do RN Poker Festival

O jogador foi o grande campeão do Main Event do RN Poker, que teve buy-in de R$ 370, coroando uma sábia escolha de aproveitar tudo que foi oferecido. Ele passou por um field de 93 jogadores até chegar ao título e saiu com um belo prêmio na conta após um acordo no 3-handed: R$ 20.000.

No heads-up, Sehnem enfrentou Glauco Mike, que ficou em segundo e garantiu R$ 16.000. Fechando a lista de jogadores no acordo, Clarindo Neto foi o terceiro colocado, recebendo R$ 10.280. A mesa final contou ainda com outro nome bastante conhecido por aqui.

Ytarõ Segabinazzi, apresentador do MundoTV, deixou de lado a torcida pelos jogadores e se arriscou no field. Ele fez bonito, ficando com a sétima colocação, para um prêmio de R$ 1.500. Seu maior algoz na reta final foi mesmo o futuro campeão, Ricardo Sehnem, que viveu realmente um dia inesquecível.

A mesa final do Main Event

Confira a premiação da mesa final:

1 – Ricardo Sehnem – R$ 20.000*
2 – Glauco Mike – R$ 16.000*
3 – Clarindo Neto – R$ 10.280*
4 – Otacilio – R$ 5.000
5 – Helder Coutinho – R$ 3.000
6 – Alan David – R$ 2.000
7 – Ytarõ Segabinazzi – R$ 1.500
8 – Miguel Bessa – R$ 1.200
9 – José Carlos – R$ 1.000

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS