Banner Cash Game
WhatsAppImage2021-11-18at124217
011121-N8-November-Giveaway-portuguese-1920x350
1920x35011
01
Royal Pag

WSOP

Dia 2 do Brazilian Storm começa com 178 jogadores; Roberto Cunha lidera os classificados

Jogadores conhecidos como Marcelo Mesqueu e Oderlândio Moura também passaram

Publicado

em

(Crédito: partypoker LIVE)

Depois de três classificatórios realizados no primeiro da WSOP Brazil no Copacabana Palace e muitos outros realizados online no partypoker, os números do Brazilian Storm foram fechados. No total, 178 jogadores conseguiram classificar para o Dia 2 do torneio, que começa às 13h.

O chip leader geral foi o jogador Roberto Ferreira Cunha, que somou o gigantesco stack de 495.000 fichas. Completam os cinco primeiros colocados os jogadores Alexandre Saggioro (457.000), Rafael Cunha (444.000), Yuri Rodrigues (424.000) e Bruno “Chato” (400.000), com os primeiros do chip count com as fichas bem equilibradas.

LEIA MAIS: WSOP Brazil: Felipe Brasil é campeão do Champions Challenge e leva pacote para o Caribbean Poker Party

LEIA MAIS: Dayane Kotoviezy aprova formato inovador do partypoker na WSOP Brazil e quer “trazer anel para casa”

Nomes conhecidos do poker nacional também passaram, como Marcelinho Mesqueu (332.500), André Busato (321.500), Oderlândio Moura (304.500), Eder Murata (234.500), Igor Souto (215.000), Lucas Tabarin (155.000), Roberly Felicio (139.500) e Renato Nomura (110.000).

Todos os classificados garantiram ITM de R$ 1.392. O grande campeão do torneio vai levar a forra de R$ 100.000, sendo que os 50 primeiros colocados ganham também uma vaga no Main Event.

Confira o chip count:

        1 ROBERTO FERREIRA DA CUNHA 495.500 2 2
        2 ALEXANDRE SAGGIORO 457.000 15 2
        3 RAFAEL CUNHA 444000 13 2
        4 YURI RODRIGUES 424500 18 9
        5 BRUNO NUNES 400.000 14 3
        6 ALBERTO SERAFIM SANTANA 362000 11 7
        7 IVANA ROSEIRA 353.500 11 1
        8 FRANK SCHETTINI 338.500 4 9
        9  MARCELO MESQUEU 332.500 4 1
      10 ANDRE BUSATO DE OLIVEIRA 321.500 8 6
      11 JORGE SANTOS RODRIGUES FILHO 316.500 18 2
      12 DANIEL SILVA MENDONCA 308500 12 3
      13 ODERLANDIO MOURA 304500 3 2
      14 LEONARDO GALIANO 302.000 11 9
      15 IVANHOE CUNHA LIMA 297.500 20 7
      16 FREDERICO TEMPEL 267.500 12 6
      17 DANIEL DE OLIVEIRA FERREIRA 265.000 17 4
      18 GABRIEL SANTOS LEMOS 264.500 7 6
      19 LUIS OTAVIO DOS REIS 262000 3 3
      20 CLAUDIO LUCIO DE ARAUJO 262.000 18 7
      21 FRANCISCO DOMINGOS G. DE ANDRADE STUMBO 246.000 11 6
      22 DANIEL AQUINO 245.500 1 8
      23 PAULO CICERO MACEDO 244.000 19 1
      24 CARLOS FRANÇA 243.000 16 1
      25 NICOLAS VELOZA ACOSTA 240.000 2 9
      26 MAURO NEUENSCHWANDER 238.500 2 4
      27 EDER MURATA 235500 12 8
      28 FERNANO SABOYA 233.000 10 4
      29  GUSTAVO JOSE BARRIONVEVO MONCAO 227.500 12 7
      30 CARLINDO MACHADO 221.500 20 4
      31 MATIAS SAYAVEDRA 219.500 7 1
      32 FLAVIO CARVALHO MOTA 219.000 4 2
      33 IGOR SOUTO 215.000 18 3
      34 IVAN CARDOSO CAMPOS 212000 15 6
      35 MARCOS GUILLERMO PELAEZ 208.500 13 4
      36 MARCELO DE MEDEIROS SILVA 207.500 5 5
      37 LEANDRO MACEDO MARTINS 205000 10 7
      38 FERNANDO MOTTA 198.500 4 8
      39 BRUNO G. RIBEIRO 192.000 8 5
      40 NEBO VLAJKOVIC 188000 6 4
      41 RODRIGO TAZZETTA 187.000 11 4
      42 ELIENAI SOUSA ARAUJO 186.000 2 1
      43 RONALDO DA CRUZ VAZ 185.500 14 2
      44 FRANCISCO MARDEM SILVA 185.500 19 7
      45 LEONARDO SOARES FIGUEREDO 183.000 8 4
      46 IVAN CARDOSO 178.500 20 8
      47 DIOGO VASCONCELLOS 177.000 19 2
      48 BRUNO REBOLI MENEGHEL 176.500 2 8
      49 VITOR SANTIAGO 175.500 11 5
      50 FERNANDO ARAUJO 174.500 18 8
      51 RAFAEL TELLES 171.000 6 2
      52 ANTON THEODOOR CLEMES MARKUS 165.500 9 5
      53 NICOLAS CRUZ MEJIA 160.500 9 3
      54 JOAO LUIZ CANTANHEDE AMELIO 160.500 6 6
      55  JOSE GUILHERME CARDOSO SARSINELLI 158.500 11 8
      56 PEDRO BETANCOR 158000 4 5
      57 LUCAS TABARIN 155.000 13 9
      58 MARCO AURELIO G. ALVES 154000 2 6
      59 MARCIO KOGUT GELHOREN 154.000 10 6
      60 TIAGO ANTONIO MORAIS GOMES 151.500 14 7
      61 AURELIO FRANCA DOS SANTOS 151.000 3 1
      62 FREDERICO STUNZENEGGER 150.000 5 9
      63 SAULO MARCIO SILVA DE SOUZA 150.000 12 1
      64  HENRIQUE OKAGAWA JANUARIO PIMENTEL 149.000 20 3
      65 JULIANO SIMAO MENDONCA 147.500 18 6
      66 WALTER OAQUIM 146.500 18 1
      67  GABRIEL DE CASTRO 146.500 17 9
      68 FELIPE GASPAR BRASIL 143.000 15 9
      69 RODRIGO ELIAS MIRANDA 140500 9 9
      70 ROBERLY FELICIO 139.500 20 2
      71 THIAGO VILLAS BOAS 137.500 1 5
      72 SHELDON SAMPAIO FERREIRA 137.000 20 6
      73 LUIZ CLAUDIO CUNHA 137.000 9 7
      74 BRENNO VICENTE DE PAULA NETO 136.000 3 8
      75 TIAGO TOLLER MOTTA PRADO 132.500 9 8
      76 MATHEUS FREITAS DE ABRANTES 132.000 3 9
      77 MAXIMILIANO DANIEL 132.000 7 2
      78 CARLOS NOGUEIRA 130.000 17 8
      79 JUAN PINEDA 126.500 6 1
      80 SULEIMAN DE ASSIS LEGENTIL 124.000 5 7
      81 DEYVSON V. COSTA 123.500 1 2
      82 VICTOR DE ALMEIDA CREPALDI 122.500 20 9
      83 GIORDANO AFONSO 122.000 3 6
      84 SANDRO VIANNA 121500 2 7
      85 JOSE GUILHERME DO PRADO VALERIO 121.000 1 9
      86 GUSTAVO HENRIQUE OLIVEIRA LOPES 120000 15 1
      87 ERICK VASCONCELOS 119.000 15 4
      88 FABIO SILVEIRA GARCIA 118.000 3 7
      89 GASTON EUGENIO G. ESPINOZA 116.500 8 1
      90 RODRIGO PRATTE SANTOS 115000 9 6
      91 SCHALOM GRIMBERG 110.000 15 7
      92 RENATO NOMURA 110000 17 2
      93 DANIEL SMITH GARNICA 109000 20 1
      94 SERGIO BRITO 108.000 2 3
      95 MARCOS VINICIUS MENEZES SALGUEIRO 108000 16 4
      96 TALES ALCANTARA BRAGA 106.000 13 8
      97 PETERSON MACHADO DOS REIS 105.500 7 5
      98 NICOLAS MOHMADAN 105000 9 1
      99 PEDRO LEAL M. PEIXOTO 103.500 12 5
    100 GUSTAVO REZENDE 102.500 16 7
    101 HARLEY ALVES FERREIRA 102.500 18 4
    102 MIGUEL ALVARENGA FERNANDEZ 101.000 7 3
    103 FERNANDO SILVESTRE 100.500 5 2
    104 MARCELO RUIZ 99500 16 9
    105 RODRIGO PAVAN 98500 7 7
    106 DANIEL KRETLI DA CUNHA 98500 11 2
    107 LEANDRO NICOLAS VELARDE 96.500 7 4
    108 EDUARDO CHRIST 96.000 11 3
    109 FLAVIO LINDEMBERG LESSA 96.000 5 8
    110  JOSE ODEMILSON FERNANDES 96.000 6 8
    111 EMERSON C. ROCHA 94500 1 1
    112 DARIO HERNANDO DUSSAN GUZMAN 94.000 12 2
    113 FELIPE GUIMARAES SILVA 94.000 1 6
    114 NICOLAS FERRETI 93.500 14 8
    115 JOAO ALEXANDRE DE SOUZA FERREIRA 93.500 17 6
    116 ANDRE ORTEGA 93.500 14 5
    117 PEDRO DE SIMONI BADIN 93.000 10 2
    118 PAULO RICARDO ASSIS FILHO 92.000 8 2
    119 MARTINHO MORAIS DA COSTA 91.000 19 8
    120 GUSTAVO H. MONTEIRO DA LUZ 90.000 16 5
    121 EDERVANDO MARTINS VALES 89.500 9 2
    122 JIMMY SANDRO PEREIRA DE SOUZA 88.500 4 7
    123 WALLACE COSTA CAMPOS 87.500 3 4
    124 ELBER SANTOS DA SILVA 85.500 16 8
    125 RAFAEL PARDO A. 85000 8 9
    126 RENAN MESQUEU 82.500 17 7
    127 MARCELO DUTRA 81.500 18 5
    128 ALDO DIAS 81.500 5 1
    129 CAIO HEY 80.500 2 5
    130 RAFAEL VARGAS DE SOUZA 80.500 17 5
    131 FELIPE CAMPINS 79.000 9 4
    132 DIONATAN DOS REIS SOUZA 77.000 14 9
    133 GABRIEL NOVELLO 77.000 10 1
    134 JAYDIR CESAR 76.000 13 7
    135 DANIEL VASQUEZ ZUAZO 75.500 1 3
    136 MARCOS ANTUNES 75.000 4 3
    137  ANDERSON WAQUED 74.000 17 1
    138 ADRIANO PEREIRA 72.500 19 9
    139  RONALDO CARREIRO MELO 72.500 16 2
    140 STEVAM WU 72.000 6 9
    141 ANDRES KORN 71.000 4 4
    142 CHARLES DORE 71.000 19 5
    143 VINICIUS ARAUJO MULLER DA SILVA 70.500 19 3
    144 DAYANE KOTOVIEZY 69.500 3 5
    145 RODRIGO PANDOLFO 69.500 16 3
    146 EDUARDO EVANGELISTA ROSA 66.000 8 7
    147 ALBERTO RODRIGUES 65.500 10 8
    148 LUCAS JEHE 65000 6 5
    149 RAFAEL C. FERRARI 64.000 14 6
    150 JUAN RODOLFO M. GUEDES 63.500 15 5
    151 ADRIANO FARIAS DE CARVALHO 61000 13 6
    152 MAURICIO VAN – ECK 60.500 6 3
    153 ANTONIO MARCOS PERROTA 60.000 16 6
    154 BRUNO PALMEIRA 60.000 10 9
    155 HENRY MUCCHINS 52.500 5 3
    156 RAPHAEL MAIA 52.000 18 4
    157 MARCUS VINICIUS SANTOS NOBREGA 51.500 15 8
    158 MAXIMILIANO ANTONIOLI 51000 7 8
    159 LEANDRO CHEMALLE 49500 19 4
    160 MATHEUS BALDISSARELLI 48.500 6 7
    161 LEANDRO RUY 46500 20 5
    162 JOSE ALMIR DE S. MACEDO 43.000 15 3
    163 FELIPE DRUMMOND 41.000 1 4
    164  MAURICIO TRIGO 40.500 13 5
    165 CAIQUE JOSE ALVES GUIMARAES 40.000 5 6
    166 ROBERTO CORREA GARCIA 39.000 7 9
    167 ANTONIO EMERSON ROSA DE SOUSA 39.000 8 3
    168 ANDRE LIMA PERLINGEIRO 35.500 14 1
    169 THIAGO OLIVEIRA 34.500 12 4
    170 MARCIO ADRIANO DE OLIVEIRA 33500 5 4
    171 THIAGO DIAS 29.000 13 3
    172 DANILLO LAGE DO CARMO BRETAS 20.500 13 1
    173 GABRIEL MUZZIO 16.700 10 5
    174 SANY MIZUKI 16.000 19 6
    175  GABRIEL GOMES ALVIM 13.500 12 9
    176 JOSE NIVALDO FREITAS 12.500 17 3
    177 EVANDRO BERTUCIOLO 10500 4 6
    178 JOILSON OLIVEIRA 4000 8 8

 

WSOP

Maxmilian Klostermeier e Julien Martini levam segundo bracelete com vitórias nos Evento #07 e #08 da WSOP Europa

Jogadores aproveitaram a edição em seu continente natal para chegar ao bicampeonato na série

Publicado

em

Postado Por

Maxmilian Klostermeier

Depois de só conhecer campeões inéditos, a WSOP Europa finalmente presenteou alguns de seus jogadores com um bicampeonato. E eles vieram de maneira consecutiva, nos Eventos #07 e #08 da série, que acontece em Rozvadov, na República Tcheca.

No primeiro deles a acontecer, o #07, foi o dinamarquês Maxmilian Klostermeier quem garantiu um segundo bracelete de WSOP. Ele venceu o Pot-Limit Omaha, de € 5.000 e 184 jogadores, passando por um dos craques do circuito no heads-up para faturar o título e o prêmio de € 204.010.

LEIA MAIS: Ali Imsirovic vence Bryn Kenney no HU, vence o US$ 25K do Seminole Hard Rock e leva 14º título de High Roller no ano

Klostermeier superou o profissional finlandês Joni Jouhkimainen na grande decisão e conseguiu o bicampeonato. Seu primeiro bracelete havia sido conquistado em 2019, também em um evento de Omaha. Vice-campeão, Jouhkimainen não saiu de todo triste, já que recebeu € 126.091.

Por sua vez, o Evento #08 fez o craque francês Julien Martini chegar ao grupo de bicampeões da série mais importante do poker mundial. O torneio foi o Short Deck Hold’em, que teve o buy in de € 2.500. Ele enfrentou um field total de 98 jogadores até se sagrar campeão.

A vitória deu a Martini o prêmio de € 60.009. Ele superou o alemão Philipp Schwab no heads-up, e também bateu Emil Bise, campeão na edição, no 3-handed do torneio. Seu primeiro bracelete foi conquistado em 2018, em um evento de Omaha Hi-Lo 8 or Better. “Foi inesperado, é muito difícil. Estou muito feliz”, resumiu o craque.

Julien Martini

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo

WSOP

Edmond Jahjaga ganha seu primeiro bracelete no Evento #05 da WSOP Europa; Antoine Vranken vira HU e crava o Evento #06

Ambos chegaram atrás no heads-up e tiveram que virar sobre os oponentes

Publicado

em

Postado Por

Edmond Jahjaga

A WSOP Europa está a todo vapor na República Tcheca. Num total de 15 eventos que serão disputados, já conhecemos os vencedores de seis deles. E nessa edição estamos acompanhando novos nomes surgindo como grande promessas do poker mundial. Nos eventos #05 e #06 por exemplo, dois novos campeões alcançaram o auge da carreira pela primeira vez ao superarem os favoritos.

O Evento #05 reuniu 2.748 jogadores no King’s Resort. E o empresário Edmond Jahjaga, de 43 anos, subiu ao lugar mais alto do pódio. O No-Limit Hold’em Colossus, com buy-in de € 550, foi para Pristina, Kosovo. O jogador, que se considera recreativo, puxou seu maior prêmio da vida. Foram € 147.775 após vencer o heads-up contra Riadh Farhat.

Essa foi a segunda vez na vida que ele resolve participar da série. No entanto, nunca havia chegado a grandes premiações. Inclusive, por se considerar um jogador recreativo e praticar o esporte há apenas cinco anos, ele se sente realizado pelo feito. Edmond afirmou que teve muita sorte ao longo dos dois dias de torneio e o título foi algo inesperado.

LEIA MAIS: Emil Bise crava o Evento #03 da WSOP Europa; Evento #04 tem dobradinha da Eslováquia e título de Samuel Stranak

Já pelo Evento #06, € 1.650 PLO/NLH Mixed, a cravada foi de Antoine Vranken. O jogador também chegou ao seu primeiro bracelete da WSOP na carreira. Vranken superou um field de 339 adversários. Com o resultado ele puxou o belo prêmio de € 113.000. Antoine precisou de dois dias para se consagrar campeão. Inclusive, chegou ao dia final como short stack, mas teve paciência para eliminar os concorrentes.

A vida de Antoine foi de altos e baixos durante todo o evento. Mas ele não perdeu a motivação mesmo chegando atrás no heads-up. O seu oponente, o holandês Moncef Karoui, estava bem à frente em fichas. Porém, com tranquilidade ele foi virando o placar. O grande momento foi quando a modalidade disputada era o Pot-Limit Omaha. Ele afirmou que um dia antes fez uma análise individual dos adversários e isso foi decisivo na conquista do bracelete.

Antoine Vranken

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo

WSOP

Emil Bise crava o Evento #03 da WSOP Europa; Evento #04 tem dobradinha da Eslováquia e título de Samuel Stranak

Ambos jogadores alcançaram o auge da carreira

Publicado

em

Postado Por

Emil Bise

A reta final de 2021 está nos apresentando grandes torneios lives em diversos lugares. Como, por exemplo, aqui no Brasil, em Las Vegas e também na Europa. Estamos vendo eventos enormes e com seus garantidos explodindo. E, por sua vez, cada vez mais jogadores se destacando e colocando seus nomes na história do esporte. Por isso vamos detalhar mais duas conquistas no velho continente.

A WSOP Europa está a todo vapor em andamento na República. No Evento #03, onde Vivi Saliba representou o Brasil na decisão, a Suíça alcançou seu terceiro bracelete na história, o primeiro nessa série em 2021. Foram necessárias pouco mais de quatro horas de jogo para restar apenas um dentre o field de 1.397 jogadores. E a alegria foi compartilhada por todos os suíços que estavam por lá.

Emil Bise pode-se dizer realizado. O suíço pagou o buy-in de € 1.350 do Mini Main Event, e garantiu uma bela forra. O novo campeão da WSOP Europa venceu o heads-up contra Mariu Gicovanu e garantiu a premiação de € 250.175. De quebra, Emil vai poder jogar mais leve o restante da série, que está apenas no começo. O jogador ganhou, além do belo prêmio, o Buy-in para entrar no Main Event. Começo melhor impossível.

LEIA MAIS: Matheus Borsoe joga mesa final com maestria, supera difícil HU contra Jans Arends e crava o Sunday Million

Ganhar um bracelete já parece ser muito bom. Agora, ganhar em uma disputa contra um compatriota, jogando em outro país é, com certeza, uma grande experiência. Foi assim que se decidiu o Evento #04 da série no Resort em Rozvadov, República Tcheca. A WSOP Europa teve dois jogadores da Eslováquia decidindo quem seria o grande vencedor, que ficaria com o bracelete e a forra reservada ao campeão do € 2.000 Pot-Limit Omaha.

De um lado estava Samuel Stranak, que superou Alan Sabo no heads-up. No entanto, a sua atuação foi de gala e histórica. Samuel não se limitou a apenas vencer seu compatriota, mas sim em eliminar outros seis adversários da mesa final. Sem dúvida foi a atuação da vida do cientista de 24 anos, que conseguiu seu primeiro bracelete. Após essa grande performance ele puxou a forra de € 101.764, a maior da carreira.

Samuel Stranak

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS