BANNER_MUNDO_Mega_1920x350AF
Banner HUC
290521-n8-June-7,200,000-Giveaways-portugese-1920x350
MundoPoker_1920x350
Royal Pag
Siga-nos

HU Challenge partypoker

João Carlos da Silveira segue conto de fadas, derrota Fabiano Kovalski e classifica no HU Challenge

O gaúcho está imparável no desafio com três vitórias em três duelos finais

Publicado

em

Depois que ganhou a última vaga para o Mundo Poker Heads-Up Challenge, o recreativo João Carlos da Silveira brincou em entrevista para o site que entrava no projeto como se fosse a Seleção do Haiti no meio de uma Copa do Mundo. Foi tipo um blefe: o gaúcho está mais para Costa Rica de 2014. Nesta terça-feira (08), ele deu o cartão de visitas com maestria.

João Carlos pegou logo um dos grandes nomes do projeto na primeira rodada: Fabiano Kovalski. Em cerca de 30 minutos, ele desarmou essa bomba que caiu em seu colo. O recreativo superou o craque do Samba Team que vive um momento incrível na carreira em um jogo bem divertido e carimbou a passagem para as quartas de final.

LEIA MAIS: HU Challenge for Charity by partypoker se aproxima de R$ 50 mil em doações generosas; saiba como contribuir

Franco atirador, João mostrou que seria dureza de ser derrotado desde o começo. Kovalski, sempre brincalhão, não deixou de dar muitas falinhas durante todo o jogo, mas o “Jogador Mundo Poker” não deixou barato, distribuindo muitas também. Ele conseguiu confundir o profissional com boas sacadas durante as mãos.

João abriu uma vantagem de 2 para 1 no começo e Kovalski suou a camisa para buscar, já que o adversário dificilmente concedia tantas fichas quando o catarinense acertava boas mãos. Mesmo assim, o craque buscou o empate. Só que durou pouco. Em um pote importante com dois pares, João levou a melhor contra Kova que tinha acertado o top pair do flop.

Ele já tinha uma boa vantagem novamente quando chegou a mão que selou o desfecho do torneio. A mão foi um cooler com uma enorme dose de malandragem de João. Kovalski abriu raise de 2 big blinds e levou um 3bet de João para 6 bbs. O craque do Samba deu o call com e o flop trouxe , com top pair e flush draw.

João deu check e Fabiano até brincou que se assustou com check, pedindo mesa atrás. O turn trouxe . Depois de novo check do gaúcho, Kova não perdou e apostou 3,5 big blinds. João pagou. O river foi e completou o flush do craque. João deu o terceiro check e o profissional foi pra bomba de 13 big blinds. Ele deixou 31,7 blinds para trás.

Crie sua conta no partypoker em dinheiro real e dispute os principais torneios do poker online!

Em silêncio, João foi all in com mais fichas e deixou o catarinense numa situação complicadíssima. “Eu não posso foldar isso”, já lamentava Kovalski. Depois de ver o adversário pensar por um tempo, João até soltou um “tem dúvida folda”, mas ele já estava pagando bem na hora. Kova viu o fim: o recreativo apresentou e fez grande festa.

Garantido nas quartas de final, João da Silveira agora espera o vencedor de Carol Dupré e Douglas Ferreira. Eles estão do outro lado da chave, que também conta com Renan Bruschi, Caio Almeida, Peter Patrício e Lucio Lima. Assim como João, já estão na próxima fase Brunno Botteon, Patrick Ulysséa, Belarmino de Souza e Ricardo Sehnem.

http://bit.ly/BNHUC1

Confira o vídeo da mão final:

HU Challenge partypoker

“Pressionar já aqui, né?”: Nelepo pula na lança no turn drawing dead e arranca risadas de Botteon no HU Challenge

Os dois protagonizaram um belo jogo com algumas mãos divertidas

Publicado

em

Postado Por

Patrick Ulysséa se tornou o primeiro semifinalista do HU Challenge for Charity by partypoker depois de derrotar Brunno Botteon em um jogo bem equilibrado. O jogador do 4bet Team começou o duelo abrindo vantagem contra o craque capixaba, mas uma mão em determinado momento do jogo fez a vantagem trocar de lado.

Foi o bom e velho “pular na lança” que fez o “Nelepo 10” perder a gordura que tinha feito e ficar atrás na contagem. Ele não se abalou com a jogada e conseguiu reverter a situação para sair vencedor, mas a mão acabou se tornando uma das mais engraçadas do jogão contra Botteon. Começou com raise do vice-campeão da WSOP para 2,5 blinds e call de Nelepo no big blind.

LEIA MAIS: HU Challenge for Charity by partypoker se aproxima de R$ 50 mil em doações generosas; saiba como contribuir

Brunno tinha e acertou bem no flop . Ele armou um check-raise no flop para 6,4 blinds depois da aposta de 1,8 de Patrick. Falando uns três idiomas na mesma frase, o jogador do 4bet Team disse que não poderia foldar e deu o call. Ele tinha com o segundo par. O turn foi . Botteon decidiu dar uma aposta bem pequena de 3,5 blinds.

Acabou surtindo efeito. Nelepo anunciou all in e pulou na lança. Botten só mandou um “vamos lá, né” quando se preparava para dar call e Patrick disse um “ah, fudeu”, sabendo que estava em apuros. Ele explicou a decisão: “fui pressionar já aqui, né? A quantidade de draw que tem aqui meu oitão já é suficiente”. A primeira frase fez Botteon cair no riso.

Confira como foi a jogada:

http://bit.ly/BNHUC1

Confira o chaveamento:

Continue Lendo

HU Challenge partypoker

Sehnem lança falinha histórica, dá check-raise river enorme, mas Belarmino acerta hero call impressionante no HU Challenge

Jogada foi marcante com ações dos dois jogadores

Publicado

em

Postado Por

Ricardo Sehnem e Belarmino de Souza

A terça-feira (15) marcou o início das quartas-de-final do Heads-Up Challenge for Charity by partypoker. Foram dois grandes jogos, onde Patrick Ulysséa, o “Nelepo10”, venceu Brunno Botteon e Ricardo Sehnem bateu o amigo Belarmino de Souza.

Mesmo com a derrota, Belarmino deu mostras do seu talento na partida contra Ricardo Sehnem. Jogando do mesmo ambiente em uma disputa completamente alto astral, o jovem jogador acertou um call daqueles que é quase impossível de acreditar, depois de ouvir uma falinha que tem tudo para virar moda.

Ele abriu seu em posição e recebeu o call de Ricardo. O flop mostrou e ambos os jogadores decidiram pelo check na ação. Um novo oito, o , apareceu no turn e Belarmino agora resolveu ir para um aposta de meio pote, 2.5 blinds, após novo check do rival.

LEIA MAIS: Lucio Lima acerta hero call providencial para voltar ao jogo contra Renan Bruschi, mas nova tentativa falha e sela derrota

Sehnem pagou e o river apareceu no board. A carta completava algumas sequências possíveis no flop e no turn, além de ser uma over do par de Belarmino. Depois de Ricardo dar check outra vez, Belarmino não teve dúvidas e foi para uma aposta bem alta.

O craque optou pelo valor do pote, 10 blinds, e colocou o oponente para pensar. Nessa hora, uma nova falinha que pode se tornar recorrente foi proferida por Sehnem: “é muito size de valor isso, vou ter que dar outra”, disse o jogador, deixando os espectadores espantados enquanto ia pro check-raise de 30 blinds.

Belarmino passou um bom tempo pensando no que faria a seguir, tendo apenas o último par da mesa e chance do rival, já em vantagem, ter algum jogo melhor. Depois de cogitar todas as possibilidades, Belarmino de Souza deu o espetacular hero call, levando o pote de 70 blinds quando Sehnem mostrou para um blefe.

A incrível jogada não foi o suficiente para virar a disputa, mas todos os elementos contidos nela com certeza a torna especial.

Confira o momento da falinha:


Confira a conclusão e o hero call de Belarmino:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #07 do Depois do River:

Continue Lendo

HU Challenge partypoker

Jogando na mesma sala, Ricardo Sehnem passa por cima de Belarmino de Souza em rápido duelo no HU Challenge

O catarinense vai enfrentar Patrick Ulysséa na semifinal do projeto

Publicado

em

Postado Por

A expectativa para o duelo entre Ricardo Sehnem e Belarmino de Souza era das melhores possíveis. Os dois amigos ensaiaram um jogo com muitas provocações, apostas e falinhas garantidas. O entretenimento ficou ainda melhor porque eles decidiram jogar no mesmo cômodo, na casa de Belarmino. Mas a festa durou pouco porque o duelo foi relâmpago.

Aliás, a festa para Ricardo Sehnem ainda vai durar bastante. O profissional catarinense não deixou Belarmino respirar e conseguiu uma belíssima vitória para avançar com moral para a semifinal do Mundo Poker Heads-Up Challenge for Charity by partypoker. O jogo demorou cerca de 20 minutos para terminar com a vitória do streamer e foi marcado por blefes sem sucesso de Belarmino.

A vantagem de Sehnem começou a ser construída com um potaço de 90 blinds logo no início quando Belarmino tentou um blefe, mas encontrou o amigo com full house de A3. Logo depois, em outra mão que o jovem jogador tentou jogar pra frente, acabou perdendo muitas fichas em ação boa no flop sem nem ver o que Sehnem tinha.

LEIA MAIS: Patrick Ulysséa passa por Brunno Botteon em jogo equilibrado e é o primeiro semifinalista do HU Challenge

http://bit.ly/BNHUC1

LEIA MAIS: HU Challenge for Charity by partypoker se aproxima de R$ 50 mil em doações generosas; saiba como contribuir

Belarmino ainda teve o brilho de dar um belo hero call com o último par do board, mas logo depois outro blefe que não deu certo deixou a vantagem de Ricardo de 3 para 1. Eis que veio uma mão bem interessante. Belarmino 3-betou para 11 blinds com AJ pré-flop e Sehnem partiu para um 4-bet de 29,5 blinds.

Só que Belarmino tinha 53 bbs para trás no stack. Ricardo reconheceu durante a mão que tinha errado o size do 4bet, mas a história acabou confundindo o jovem catarinense, que não partiu para o all in. Depois veio a derradeira: Belarmino tinha QQ e o pote ficou grande até o turn 6748. Ele deu check, Sehnem colocou ele na porta com A9, duas pontas, e tomou call. Um T salvador veio no river para terminar o duelo.

O streamer fez muita festa e até abriu uma champagne do próprio Belarmino para comemorar numa bela falinha, imitando o jovem quando venceu Douglas Lopes. “Tiveram potes que eu acertei muito valor e foram fundamentais para o decorrer do heads-up”, disse o vencedor. Ele garantiu US$ 530, a chance de escolher uma das instituições e agora pega Patrick Ulysséa na semifinal.

Confira a mão final:

Confira o chaveamento:

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS