Slider
Siga-nos

ONLINE

Yuri Martins dá sequência a momento fantástico e forra alto com 5º lugar no Super MILLION$ do GGPoker

O paranaense foi bem demais para garantir saltos importantes na premiação

Publicado

em

A semana só está começando, mas o paranaense Yuri Martins já teve dois motivos imensos para sorrir à toa. Depois de conquistar o terceiro título na atual edição do WCOOP ontem (14), o craque mostrou paciência para garantir mais uma forra de seis dígitos na carreira. O jogador do 9Tales participou da mesa final do Super MILLION$ High Rollers e saiu com um belíssimo prêmio.

Yuri alcançou a mesa final do torneio de US$ 10.000, agora repaginado com um garantido ainda maior, de US$ 3.000.000, e finalizou com uma honrosa quinta colocação. A forra recebida pelo craque foi de US$ 185.349. Apesar de não ter atingido o objetivo principal, Yuri pode sair bem satisfeito, pois começou a decisão com o menor stack e viu quatro rivais caírem antes.

LEIA MAIS: Com três títulos na atual edição, Yuri Martins mira em recorde de fenômeno russo em 2018; saiba mais

O paranaense praticamente “assistiu” as eliminações dos jogadores Kahle Burns, Mike Watson, Chris Fitzgerald e Mario Mosboeck de camarote. No 5-handed, o alemão Rudi Ratlos comandava com bastante agressividade e Yuri resistiu conseguindo levar alguns potes até para o pós-flop mesmo com stack reduzido. Quando precisou, dobrou de AK contra AJ de Ratlos.

Depois de um tempo, Yuri conseguiu um grande pote novamente contra o alemão usando AA e puxou outro contra Isaac Baron para sair da condição de short stack. O craque do 9Tales acabou levando umas fatiadas e tentou buscar a dobra. Ele foi all in de 14 blinds com K9 após raise de Ratlos e levou call dominado por A9. O board correu J288A e decretou a queda de Yuri.

O Super MILLION$ High Rollers foi um grande sucesso. Com o garantido 50% maior, o field registrou um recorde de 352 inscrições. O torneio distribuiu um prize pool de US$ 3.414.410.

Confira como foi a queda do craque brasileiro:

ONLINE

Em sessão maluca, Daniel Negreanu consegue grande recuperação e arranca vitória contra Doug Polk

Desafio se encaminhava para o americano abrir US$ 700 mil de vantagem

Publicado

em

Postado Por

Foi bonito de ver. Se na última segunda-feira (30) os desafiantes deixaram a desejar apenas com potes pequenos, sem muita action e showdowns, nesta quarta (02), Doug Polk e Daniel Negreanu entregaram o que o público esperava.

Potes gigantes, variações absurdas de stacks e potes de 6 digítos. O maior pote do desafio também foi jogado. Com cara que teria mais uma noite desastrosa, Daniel Negreanu conseguiu uma arrancada impressionante, quando os comentaristas convidados da MundoTv, Brunno Botteon e “Neto Gol”, já davam o dia como perdido. O canadense ganhou US$ 13.000, em estimativa divulgada por Doug Polk.

Apesar da quantia relativamente pequena, já que Negreanu ganhou US$ 30 mil nas duas últimas sessões, equivalente a menos que um buy in, duas vitórias são duas vitórias.

LEIA MAIS: Sina de “Lena900” leva comentaristas da MundoTV a loucura com bad beat absurda no heads-up do Super MILLION$

Pela segunda vez no desafio, os jogadores se enfrentaram por quatro horas, um recorde. Daniel Negreanu chegou a ter US$ 125 mil de prejuízo, subiu para US$ 60 mil positivos e com a sessão próxima do fim, contava com um prejuízo de US$ 140 mil. O canadense não desistiu e voltou a colocar frente, encerrando a sessão com um lucro mínimo, mas impressionante dada a sessão.

Novamente, alguns cooler machucaram Negreanu. Com K7, ele acertou o board perfeito 52KK9. Perfeito, se Doug não tivesse 99, acertando um full no river, que lhe garantiu um pote de US$ 118 mil.

Confira a reação da turma na cobertura da MundoTv:

Em seu Twitter, Negreanu reclamou de outra mão, quando acertou flush de K no flop. Porém, Polk tinha o de A. Para a sorte do embaixador do GGPoker, o board dobrou e ele não perdeu tantas fichas.

Apresentador do GGPoker, Brent Hanks definidiu a sessão em uma palavra: emotiva. “É uma ótima palavra, incrivelmente boa. Isso foi uma grande batalha, idas e vindas, foi emocionante porque começou muito ruim, conseguimos recuperar, enfim”, comentou Daniel Negreanu. 

Já Doug Polk levou a sessão bem na brincadeira. Em certo momento, o americano postou no Twitter que além das duas mesas do desafio contra Negreanu, estava encarando Bill Perkins em outra partida de HU. Não deu muito certo para ele.

“Talvez o momento mas degenerado da minha carreira”

“Duas mesas está bom pra mim, não precisamos adicionar uma terceira ou quarta mesa. Teve uma hora, eu tinha um pote de US$ 20 mil em uma mesa, US$ 30 mil na outra e Perkins estava metendo bala. E eu estava pensando ‘a quantidade de dinheiro no qual preciso tomar decisão nos próximos 15 segundos é muita coisa’”, disse. No final, ele saiu praticamente empatado nas duas sessões. 

Doug Polk segue com US$ 556,417 de vantagem. Foram jogadas 7.015 mãos até o momento e o desafio chega a sua 15ª sessão na próxima sexta-feira (04), a partir das 19h00. A transmissão ao vivo na Twitch da MundoTV vai contar com o especialista em cash game, Renan Santos, o “Razios”, instrutor do Brazilian Poker Crew. Será imperdível.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo

ONLINE

Aniversário de um ano do PokerBros terá festival de freerolls valendo “diamantes” e promoções nas redes sociais

A comemoração do aplicativo vai começar no dia 04 deste mês

Publicado

em

Postado Por

Sucesso nos Estados Unidos e abrindo território na América do Sul nas últimas semanas pelo Brasil, o PokerBros está com o bolo na mesa e a vela acesa para comemorar o primeiro ano de sua existência. Mais um de milhão de usuários entraram no aplicativo desde a sua criação e isso é um motivo gigante para a companhia celebrar com seus clientes.

Para isso, duas promoções vão entrar em vigor a partir do dia 04 até o dia 13 de dezembro. A primeira novidade para os usuários é que diversos Freerolls irão acontecer no site. Durante 10 dias, os jogadores terão a chance de disputar os torneios gratuitos que vão valer a moeda virtual do jogo, os “Diamonds”. É com eles que os usuários podem comprar itens na loja do PokerBros.

LEIA MAIS: Que momento! Doyle Brunson pergunta no Twitter o que são os “solvers” e Jason Koon responde a lenda; confira

Serão três freerolls diariamente começando às 10 horas, 17 horas e 22 horas do horário brasileiro. Estão garantidos por evento entre 14.000 e 60.000 Diamonds. O Main Event dos Freerolls será no domingo 13 de dezembro e vai valer um prize pool com mais de 100.000 Diamonds para os jogadores.

Outra promoção que vai entrar é muito simples. Basta os jogadores usarem a nova ferramente de replay do PokerBros e publicar uma mão interessante, qualquer uma de sua escolha, para o Twitter do aplicativo (@PokerBrosApp) com a hashtag #PokerBros que automaticamente vai entrar no sorteio para itens exclusivos do app.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo

ONLINE

Rodrigo Selouan fala da forra histórica no Battle of Malta, preparação para a FT e mudanças na vida com o hit: “menos do que parece”

O craque do 9Tales foi o campeão do Main Event da série e embolsou US$ 636.477

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Artur Oliveira)

O último final de semana teve mais uma história memorável para o poker brasileiro. O craque Rodrigo Selouan, um dos oito jogadores do projeto 9Tales, fez bonito no sábado (28) e com uma belíssima atuação na mesa final do Main Event do Battle of Malta saiu de 7º stack no início para terminar com a glória de ser o grande campeão.

Por ter superado um field de 8.789 adversários, Selouan recebeu US$ 636.477, o maior prêmio disparado da carreira. “Sensação única. Eu tava muito focado em manter a calma durante toda FT, quando acabou eu tava tranquilo, mas à noite demorei bastante pra dormir, em alguns momentos durante o dia parecia que era mentira”, falou o campeão para o Mundo Poker.

Low profile, Rodrigo não tem Instagram, por exemplo, mas falou que a repercussão da vitória foi grande. “Recebi muitas mensagens, tinha uma galera que eu nem imaginava acompanhando a FT, pessoal torceu direitinho (risos)”. “A comemoração foi com minha esposa, filha, pai e mãe. Saímos para jantar, esse momento é mais especial que ganhar qualquer torneio, ver o quão felizes eles ficam por mim é demais”, disse o craque.

LEIA MAIS: André Akkari fala ao Baralho Pergunta sobre possível explosão do poker ao vivo pós pandemia: “Eu estou doente para jogar”

Selouan teve cinco dias para se preparar até a mesa final. Com o sétimo maior stack, apenas 10 big blinds, ele revelou a estratégia que concentrou. “Passei a semana estudando várias situações que poderiam acontecer, principalmente entre 8 e 20bbs. Acabei aprendendo bastante com essa FT antes mesmo dela começar”, explicou.

O campeão do Battle of Malta também relembrou alguns momentos importantes da mesa fina. “Tiveram alguns, o QQ x 55 pra eliminar o 9º colocado foi crucial, mas o QQ vs A5s do Fabrizio González foi um divisor de águas no torneio, ali fiquei em um spot muito favorável pra buscar o título”, lembrou.

A mão em questão contra o craque uruguaio aconteceu no 6-handed. Se levasse a bad beat, Rodrigo seria eliminado em 6º lugar e ficaria com US$ 96.131. O baralho não aprontou com o brasileiro e ele dobrou o stack assumindo a liderança em fichas. Certamente foi a mão que embalou o paranaense rumo ao título. Confira como foi:

O alto valor conquistado por deslumbrar muita gente e também causar impactos instantâneos na vida. Bem tranquilo, Selouan rejeitou mudanças significativas e lembrou os motivos. “As coisas que importam não mudam nada. Financeiramente acaba mudando menos do que parece também de imediato, já que temos o swap e nossas oscilações dentro do 9Ts como grupo são grandes, mas pra minha carreira tenho certeza que foi algo muito grandioso”, disse o craque.

Se não vai trazer grandes mudanças na vida particular, a ideia também não é de se empolgar e começar a jogar torneios mais caros. O campeão do Main Event do Battle of Malta está com os pés no chão em relação ao futuro.

“Muito pouco, quando o 9Ts começou eu joguei um ABI (buy-in médio) muito alto por 2 ou 3 meses, acabei pegando a maior downswing da minha vida e foi uma experiência dolorida, já que os valores eram muito altos. Nas últimas semanas tenho jogado um ABI que me sinto mais confortável, isso inclusive ajudou a chegar confiante nessa reta final. O plano é seguir trabalhando duro para um dia bater de frente nos torneios mais caros da grade, mas sem pressa!”, finaliza Rodrigo Selouan.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS