Slider
Siga-nos

Notícias

WSOP Las Vegas cancelada? Entenda os motivos e opinião dos jogadores

Por causa do Coronavírus, a Triton Series cancelou 1ª etapa do ano e Olimpíadas estão sendo cogitadas

Publicado

em

(Crédito: Joe Giron)

O Brasil teve o primeiro caso de Coronavírus confirmado nesta semana. Trata-se de um homem, de 61 anos, que esteve recentemente na Itália. O território italiano é um dos 42 países infectados pelo vírus Covid-19. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), já são 81.109 pessoas contaminadas e 2.761 mortes registradas. 

Com tudo isso acontecendo, a preocupação dos jogadores de poker ao redor do mundo só aumentou. Alguns já pressionam a organização da WSOP sobre uma resposta oficial se o evento deverá ou não continuar diante da ameaça viral. Confira:

“Caros @WSOP @Kevmath @JackEffel. Como eu tuitei para vocês há algumas semanas, vocês certamente não podem continuar ignorando isso. A ideia de jogadores de 100 países voando até o Rio … bem, vocês pensem sobre isso. Informem os jogadores antes de gastar milhares (de dólares) em passagens aéreas / hotéis.”

A aflição é bem relevante já que são players de vários países que se encontram em um mesmo local e convivem uns com os outros diariamente por mais de 8h. Para se ter uma ideia, só em 2019, o evento registrou 187.298 entradas de 118 países diferentes.

Por isso, a comunidade também pede para que grandes nomes do esporte da mente tomem uma posição sobre a WSOP antes de gastarem dinheiro com passagens e hospedagens. Inclusive Doug Polk já se mostrou envolvido na causa e acredita que a 51ª edição deve ser cancelada por todos os motivos citados acima.

Além disso, o craque aproveitou o momento para fazer uma aposta sobre o caso. No Twitter, o americano disse o seguinte: “procurando mais ação, quero 20: 1 que todos os eventos do Live Las Vegas WSOP sejam cancelados este ano”. 

Não são apenas eles que estão apreensivos sobre a possibilidade de acontecer a WSOP mesmo com os casos da doença em diversas nacionalidades. O craque brasileiro Bruno Foster participa do evento há quase dez anos e talvez não compareça neste ano na disputa.

“Eu vou desde 2010 e pela primeira vez estou pensando em não ir para a WSOP, claro, por causa do coronavírus. Lá é um lugar fechado, com mais de 50 nacionalidades reunidas, você troca de mesa o tempo todo, pega em baralho, senta do lado de inúmeras pessoas. Como pai de família, estou pensando pela primeira vez em não ir para a WSOP por causa desse surto mundial”, disse.

Bruno Foster na decisão do Main Event da WSOP em 2014

O finalista do Main Event da WSOP 2014 concorda com os colegas do exterior sobre o cancelamento da 51ª edição da série. “Eu acho prudente por parte da organização cancelar o quanto antes, para ninguém perder dinheiro com reservas, com compras. Estou deixando tudo para a última hora, mas acho que não vou. Estão sendo cancelados vários eventos mundiais. Seria muita desvalorização da marca eles fizerem e dar pouca gente, ou um incidente de alguém pegar o vírus lá, jogando. Acho que eles tem que pensar no longo prazo e não no curto prazo”, comentou.

Até o momento da publicação desta matéria, a organização da WSOP não se manifestou sobre o assunto.

Triton Series e Olimpíadas 2020

Vale lembrar que a Triton Super High Roller Series cancelou a primeira etapa do Circuito 2020 por causa do Coronavírus logo quando houve os primeiros casos da doença na Ásia. O evento iria acontecer na cidade de Jeju, na Coréia do Sul, em fevereiro. No entanto, ainda está adiada e não tem previsão para voltar por medidas de segurança e saúde pública. 

Até as Olimpíadas 2020 – que serão realizadas em Tóquio, no Japão, em julho – estão sendo cogitadas para um possível cancelamento. De acordo com Dick Pound, membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), os organizadores do evento tem até três meses para tomar uma decisão. Caso a situação da doença fique incontrolável em maio, provavelmente, haverá o cancelamento.

Nos países onde o número de casos é elevado deve-se usar máscaras para evitar a transmissão do vírus

Coronavírus no mundo

Como o epicentro dos casos de Coronavírus está principalmente na China – e por alguns outros países como Coréia do Sul, Japão, Irã, Alemanha, França e Itália – as medidas de proteção contra a doença foram intensificadas. Por lá, as pessoas devem andar pelas ruas de máscaras além de terem outros cuidados para não haver transmissão do vírus. 

A jogadora Kitty Kuo compartilhou no Twitter sobre a medida utilizada na Ásia e a preocupação de não estar vendo as medidas de segurança sendo usada fora da região. 

Ela está nos EUA, onde foram registrados ao menos 60 casos, e disse o seguinte: “hoje em dia, usar máscara na Ásia é muito normal, o Coronavírus da medo, mas de volta aos EUA há 10 dias, ninguém nunca a usa, só posso dizer, às vezes os asiáticos se preocupam demais? Enfim, espero que todos fiquem seguros e saudáveis”, twittou. 

O que é o Coronavírus e como se proteger?

O Coronavírus faz parte de uma família de vírus que possui uma estrutura de coroa, por isso o nome, e causa infecções respiratórias. O primeiro caso foi registrado em 1937.

No entanto, em dezembro de 2019, foi verificado um  novo agente de coronavírus (SARS-CoV-2) responsável por causar a doença COVID-19, que está presente atualmente em cinco continentes.

O Coronavírus causa infecções respiratórias

A transmissão do vírus acontece pelo ar e pelo contato com as secreções contaminadas como espirro, catarro, saliva, toque entre outros. Para saber mais clique aqui.

Por enquanto, no Brasil, ainda não é necessário o uso de máscaras. Porém são importantes adotar algumas medidas de proteção:

  • Lavar as mãos com frequência
  • Usar lenço descartável para higiene nasal
  • Cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca
  • Manter os ambientes bem arejados
  • Evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais da doença ou que tenham infecções respiratórias agudas
  • Não compartilhar objetos como talheres, pratos e copos

ONLINE

DESBANCOU “ISILDUR1”: Artur Martirosyan vai ao pódio do SHBR três vezes neste domingo e ganha leaderboard da série

Russo levou o buy in do principal torneio da série, no valor de US$ 102.000

Publicado

em

Postado Por

Parecia impossível tirar o título de “jogador da série” das mãos de Viktor Blom no Super High Roller Bowl Online, realizado pelo partypoker. Só esqueceram de avisar à um certo jogador russo.

Artur Martirosyan teve um domingo espetacular, com direito à três pódios e mais de US$ 740.000 em prêmios, suficiente para superar o sueco, que apesar do tricampeonato, somou apenas uma mesa final no principal dia de competições do SHRB.

LEIA MAIS: SCOOP: Daniel Almeida dá check no flush draw contra três, acerta no river, mas perde pote; confira

“Eu estou muito feliz, dediquei tempo, esforço e emoções durante essa corrida pelo leaderboard, mas tudo acabou de forma perfeita. Sim, eu não tive muita sorte nos heads-up e cada heads-up perdido me deixou chateado, mas tudo foi ótimo antes disso, então seria ridículo reclamar. Esse é um excelente resultado e eu planejo continuar jogando todas essas séries e gastar ainda mais tempo trabalhando no meu jogo fora delas”, comentou o russo, em conversa com o partypoker.

A virada emocionante rendeu à Artur o buy in do principal evento do SHRB, que começa nesta segunda (01), no valor de US$ 102.000. Um baita rakeback.

Desta vez do lado bom da história, Artur sofreu uma virada parecida em outra série High Stakes do partypoker. Em abril, o russo perdeu de forma inexplicável o título no PokerMasters para o grego Alexandros Kolonias. Na ocasião, Alexandros ganhu o prêmio de US$ 50.000 e o lendário Purple Jacket.

Continue Lendo

Notícias

Rodrigo Valente deixa 1.363 adversários para trás e crava Bigger US$ 109 do PokerStars

Luiz Constantino foi campeão do Bounty Builder US$ 162

Publicado

em

Postado Por

Os brasileiros encerraram o mês de maio muito bem no PokerStars. Neste domingo (31), o grande destaque foi Rodrigo Valente, comandando a conta “rodrigorpv”, ao superar os 1.363 adversários do Bigger US$ 109. Com isso, ele faturou US$ 17.697.

Já no Bounty Builder US$ 162, Luiz Constantino, pilotando a conta “Giant_Santos” , soltou o grito de campeão do field de 678 competidores, ganhando US$ 15.185‬. No Double Deuce US$ 22 [Turbo], “RRoleto” conquistou a medalha de prata entre os 7.713 concorrentes, puxando US$ 14.418.

LEIA MAIS: É hoje! Evento principal do Super High Roller Bowl terá buy-in de US$ 102.000 e iguala recorde do online

LEIA MAIS: NÃO PARA! Depois de bronze no Evento #115 High, Francisco Nogueira garante FT no #123 High do SCOOP; confira

Além disso, no Hotter US$ 55 [KO Progressivo], Jefferson Medeiros, à frente da conta “Jeffin_DF”, deixou os 2.404 oponentes para trás ao levar para casa o prêmio de US$ 12.710‬. Enquanto isso, no Hotter US$ 82 [KO Progressivo], Warley Bruno, comandando a conta “WarleyBruno”, foi campeão do field de 1.281 inscritos, conquistando US$ 10.434‬.

Confira os resultados de domingo:

Evento Jogador Colocação Prêmio
Bigger US$ 11 “Ricks097” US$ 9.765
Bounty Builder US$ 11 “adneysantos” US$ 9.310‬
Bounty Builder US$ 162 “brunobras” US$ 8.373
Hotter US$ 22 [KO Progressivo] “murilêe” US$ 7.897‬
Bigger US$ 109 Caio “Pessagno” Pessagno US$ 7.803
Bigger US$ 22 “Laupinho” US$ 7.472
Bigger US$ 22 Gabriel “GFBPA2009” Piovesan US$ 7.357
Bounty Builder US$ 44 Matheus “MpZancan” Zancan US$ 7.350‬
Bounty Builder US$ 109 Ramon “ramonkrop” Kropmanns US$ 6.737
Bounty Builder US$ 7.50 “BedMex” US$ 5.802‬
Hotter US$ 215 [KO Progressivo] Geraldo Cesar”GeraldoCesar” Neto US$ 5.283‬
Bounty Builder US$ 16.50 “ferdahouse” US$ 5.227‬
Sunday Stack US$ 55 Ricardo “rsehnem77” Sehnem US$ 5.019

Continue Lendo

ONLINE

É hoje! Evento principal do Super High Roller Bowl terá buy-in de US$ 102.000 e iguala recorde do online

O torneio tem US$ 3.000.000 garantidos e será realizado em dois dias

Publicado

em

Postado Por

O domingo foi de encerramento na WSOP Circuit e no WPT. Os últimos eventos do SCOOP se iniciaram e o encerramento da série acontece nesta segunda-feira. O Super High Roller Bowl também está nessa entressafra, mas vai realizar um torneio que é a grande atração do poker online dos últimos anos.

O evento principal da grade começa nesta segunda-feira com o buy-in gigantesco de US$ 102.000. São US$ 3.000.000 garantidos e uma estrutura incrível com blinds de 30 minutos e stack inicial de 300.000 fichas. O torneio está marcado para começar às 15h e promete atrair a nata da nata do poker mundial.

Assim, o SHRB no partypoker também iguala o mais caro do mundo dos feltros virtuais. Em 2016, o PokerStars chocou muita gente quando lançou o Super High Roller do WCOOP com os mesmos US$ 102.000 de buy-in e um garantido de US$ 2 milhões. Naquela ocasião, o torneio acabou recebendo 28 entradas no total, incluindo quatro reentradas.

LEIA MAIS: Combo do SHRB! Linus Loeliger é bicampeão no Evento #26 e Stephen Chidwick crava o Evento #23

Quem ficou com o título foi o alemão Benjamin Rolle, o “bencb789”, ganhando bastante fama no online na época. O craque Fedor Holz “CrownUpGuy” ficou com o vice. Eles fizeram um acordo e levaram US$ 1.172.360 e US$ 1.067.639 respectivamente.

Ainda não se sabe se algum brasileiro vai enfrentar o field do Super High Roller Bowl, mas dois craques podem conseguir uma vaga gastando bem pouco. O Dia Final de um super satélite que teve buy-in de US$ 1.050 conta com apenas 36 jogadores na luta por seis vagas diretas para o torneio. Rodrigo Seiji e Bruno Volkmann estão nessa briga, que começará às 11h30.

Você acompanha todos os detalhes do Super High Roller Bowl aqui no Mundo Poker!

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS