Siga-nos

Geral

Phil Galfond anuncia stoploss e diz: “a coisa mais difícil sobre uma extensa downswing não é perder dinheiro – é perder a esperança”

Após 15 dias de disputa, o especialista em Omaha já perdeu € 900.240.17

Publicado

em

(Crédito: CardsChat News)

Phil Galfond resolveu dar um tempo no desafio contra “VeniVidi” em comunicado realizado no Twitter nesta terça-feira (11). O último confronto antes da pausa foi realizado no domingo (09). Na ocasião, o especialista em Omaha voltou a perder para o adversário. 

Os players jogaram por 15 dias nos quais Galfond obteve somente duas vitórias. Ao todo, o americano já acumula € 900.240.17 de perdas após 9.927 mãos disputadas das 25.000 do desafio. 

LEIA MAIS: Phil Galfond vence Dia 12 do desafio contra “VeniVidi” e diminui desvantagem para € 481.223.40

LEIA MAIS: Rob Yong aceita participar do desafio do Phil Galfond; primeira disputa será nesta quarta contra “Venividi”

No comunicado na rede social, ele disse o seguinte: “Infelizmente, meu downswing no primeiro #GalfondChallenge continuou muito. Estou dando um passo atrás para pensar um pouco. Aqui está uma atualização, além de alguns dos meus pensamentos”, escreveu. 

Em seguida, ele publicou quatro notas no qual fala expressamente sobre a sequência de perdas contra “VeniVidi”, o comportamento que ele tomou frente à situação e de como ele está se sentindo agora além dos motivos pelos quais o levaram a fazer um stoploss. 

Confira abaixo alguns trechos do pronunciamento:

“Até alguns dias atrás, eu estava muito orgulhoso pela forma que eu estava lidando com a corrida lamentável. Eu achei que joguei bem e permaneci com a cabeça erguida o quanto eu podia”. 

“Nas minhas últimas sessões, eu poderia dizer que abandonei meu plano por jogos que eu me senti melhor (emocionalmente), e parecia que eu não conseguia reunir meus pensamentos coerentemente, ou fazer leituras que normalmente eu faço”. 

“A coisa mais difícil sobre uma extensa downswing não é perder dinheiro – é perder a esperança”. 

“Eu perdi a esperança e esta foi substituída pela depressão. Eu estou orgulhoso pela maneira que mantive as duas juntas por tanto tempo, mas eu encontrei o limite da minha mente”. 

“Eu tirei minha primeira folga no dia de ontem para pensar mais. Eu estava seriamente pensando em jogar a toalha neste primeiro desafio, aceitando a derrota, e pegar um tempo para resetar minha mente antes de encarar os próximos”.

“O que eu decidi fazer agora é ver se eu consigo colocar minha cabeça no lugar antes de fazer uma grande decisão como essa. VeniVidi e eu temos apenas mais seis sessões de desafio neste mês, terminando no dia 19, devido a planos de viagem (…) eu vou pagar as sanções predeterminadas por não jogar essas sessões (aproximadamente  € 3k/dia)”. 

“Obrigada a todos que fizeram parte do desafio e a todos aqueles que assistiram, criando conteúdo, e falando sobre a dupla. Desculpa por esse pequeno intervalo de ação aqui, mas eu prometo que de qualquer maneira, haverá bastante desafio para jogar pela frente”, concluiu.

Geral

Phil Galfond anuncia próximos passos do Galfond Challenge: “decisão difícil”

Ele usou o blog em seu site, RIT, para confirmar sequência da batalha contra “VeniVidi”

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: PokerCentral)

Mesmo não sendo uma festa popular nos Estados Unidos, parece que Phil Galfond usou justamente o tempo do Carnaval para tomar uma grande decisão sobre a sequência do Galfond Challenge.

Nesta quarta-feira (26) de cinzas, Phil usou seu perfil no Twitter para divulgar sua primeira postagem no blog do Run It Once Poker, site que é dono. 

“Eu precisava de um tempo afastado do primeira partida do #GalfondChallenge mais do que eu imaginava

Depois de analisar e observar com muito cuidado, fui capaz de tomar uma decisão difícil com a mente limpa

Obrigado pela paciência! Atualizações aqui:”

No link, uma simples mensagem que todos os fãs do desafio esperavam: “Eu vou continuar jogando”.

Ele perdeu mais de US$ 900 mil para o grinder “VeniVidi”, Phil anunciou stoploss no último dia 11 de fevereiro. 15 dias foram suficientes para o americano se sentir à vontade para voltar a ação. 

LEIA MAIS: Yuri Martins inaugura blog e revela planos para a carreira: “esse ano farei uma leve transição para buy ins mais altos”

GALFOND CHALLENGE 

Especialista em cash game High Stakes, Phil Galfond desafiou toda a comunidade do poker em partidas de heads-up de PL Omaha, live ou online, com odds de 1:1 até 1:5, de acordo com o nível de adversário.

O misterioso grinder de High Stakes “VeniVidi” foi o primeiro desafiante, com odds de 1:2, além do dinheiro ganho eventualmente pelo vencedor, o perdedor terá que pagar uma quantidade de US$ 100 mil (caso seja “VeniVidi”) ou US$ 200 mil (caso seja Galfond) ao término de 25 mil mãos. A disputa é online.

Bill Perkins, Chance Kornuth, Dan “jungleman” Cates, “Actionfreak” e Brandon Adams são alguns dos jogadores que aguardam o término do primeiro Galfond Challenge para terem uma chance.

Continue Lendo

Geral

Yuri Martins inaugura blog e revela planos para a carreira: “esse ano farei uma leve transição para buy ins mais altos”

O craque pretende compartilhar experiências e ensinamentos aos amantes do poker

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Artur Oliveira)

Esse é o tipo de conteúdo que eu gosto de consumir. Sei que poucas pessoas vão ler meus textos, mas farei o possível para acrescentar ao máximo na vida dos que lerem”, disse Yuri Martins ao inaugurar, neste mês, seu blog voltado para compartilhar experiências e ajudar os amantes do poker

O campeão do Evento #51 da WSOP, em 2019, pretende além disso utilizar o blog como forma de registrar seus passos percorridos ao longo da carreira. O craque também prometeu utilizar a nova ferramenta de comunicação com artigos, gráficos e aprendizados adquiridos no esporte da mente. 

LEIA MAIS: Sasha Liu conquista primeiro título do WPT ao cravar Ladies na Alemanha

O curitibano comentou ainda sobre os riscos vividos na profissão, a importância da dosagem certo do ego para não se prejudicar e quando saber a hora certa de participar de torneios com buy-ins mais elevados. 

Yuri Martins deu exemplo prático experienciado no início da carreira no poker para resumir tudo o que foi apresentado acima. E ele não parou por aí, o craque revelou estar num momento desafiador e complexo da carreira na qual fará uma mudança importante. 

“Esse ano farei uma leve transição para buy ins mais altos, mas escolhendo a dedo o que jogar. Dar preferência aos sites paralelos (pp, wpn, ggpoker, winamax, entre outros), vender action para torneios de maior variância e investir pesado nos tiros de maior EV durante séries, escolher lives de forma consciente, caçando as melhores oportunidades ao redor do mundo”, comentou. 

Bom, esse é só o início de mais uma fonte de leitura e de trocas de experiências que a comunidade do poker brasileira pode utilizar para obter sucesso na carreira. Vamos continuar acompanhando tudo e informando vocês. 

Continue Lendo

Geral

Você sabe quem é Casey Kastle? Ele é o jogador que fez ITM em mais países diferentes; conheça o ranking dos viajantes

O polonês Miroslaw Klys e o alemão Lars Junges estão na cola em busca deste posto

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: King's Casino)

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS