Mundo Poker

Após ficar com meio ante, prefeito Ademar Silva opera milagre e vence o Kings Turbo do KSOP SP

18/05/2019 - 03:26 - Por: Guilherme Schiff

Compartilhe:

Após ficar com meio ante, prefeito Ademar Silva opera milagre e vence o Kings Turbo do KSOP SP

O tradicional Kings Turbo do KSOP São Paulo, evento com buy-in de R$ 500, sempre agita as noites do circuito com seu formato turbo. Só que o desse 3º dia da etapa vai ser lembrado por muito tempo. O jogador Ademar Silva, prefeito da pequena cidade de Rosário do Ivaí, no Paraná, foi campeão com um script pra lá de cinematográfico.

O torneio recebeu 53 entradas e a mesa final contou com nomes importantes do cenário, como Ramon Pessoa, Henrique José, Nello Rodolpho e Jonas Rodrigues. Logo após o início, Ademar chegou a ficar com MEIO ante. Isso mesmo. Ele tinha 600 fichas no blind 1.200. Aí os deuses do baralho resolveram entrar em ação.

Com algumas dobras em sequência, ele conseguiu ficar confortável, apesar de short. O desfecho não poderia ser outro. Ademar terminou como o grande campeão e levou o prêmio de R$ 6.600. Ele lembrou da frase eternizada por Jack Strauss. “Foi maravilhoso. Cada vez mais isso nos motiva pra jogar poker. Aquela frase “uma ficha e uma cadeira” é verdade. Agora sou testemunha. Com uma ficha e uma cadeira você tem chance mesmo”, disse o jogador.

A mesa final foi jogada de forma extremamente descontraída, com os jogadores brincando o tempo todo, embalados pela animação de Ramon Pessoa e do próprio prefeito. Inclusive, no início da FT, o jogador de Fortaleza previu que o 3-handed seria entre ele, Ademar e Everton Dutra. Acertou em cheio. Mais um motivo de risadas e festa para o trio.

Ademar gostou bastante da decisão descontraída.  “Eu venho jogar pra me divertir. Eu não sou um jogador profissional. Eu sou um recreativo e venho pra brincar, passar o tempo, conhecer gente, fazer amizades. Quando acontece isso numa mesa igual essa, todo mundo se divertindo, se perder dinheiro não importa. O que vale é o momento. Dessa vida não se leva nada, só os momentos”, comentou, sempre animado.

Ainda na onda de brincadeiras, Ramon foi eliminado com requintes de crueldade. Everton aproveitou o stack curto do cearense e foi all in com 72 numa blind war, levando call de A5. No flop AKJ, ambos os jogadores já até se sentaram para continuar o jogo, mas o river 2 e o turn 7 levou todo mundo à loucura.

Everton começou o heads-up com uma vantagem gigantesca de fichas, mas o dia era mesmo do prefeito. Ademar conseguiu algumas dobras, puxou potes importantes e levou o título com emoção. O desfecho veio em all in pré-flop de AQ contra A7 do adversário. Um 7 apareceu no flop, mas uma Q veio no river pra festa de Ademar Silva.

Everton ainda sobrou com uma pequena quantidade de fichas, mas foi mera formalidade. Na mão seguinte o prefeito confirmou a cravada e uma história para contar para o resto da vida.

Confira a premiação final do Kings Turbo:

1º - Ademar Silva – R$ 6.600

2º - Everton Dutra – R$ 4.500

3º - Ramon Pessoa – R$ 3.000

4º-  Willian Xavier – R$ 2.100

5º - Jonas Rodrigues – R$ 1.500

6º - Nello Rodolpho – R$ 1.160

7º - Henrique José – R$ 900

8º - Eder Mendonça – R$ 800

FOTOS


Compartilhe:

© 2019 - Mundo Poker