Slider
Siga-nos

Geral

Mundo Poker celebra o primeiro ano de existência na comunidade do esporte da mente; confira a trajetória deste período

Obrigada por todo suporte dos amantes do esporte da mente durante este tempo

Publicado

em

(Crédito: KSOP)

Há exatamente um ano atrás a comunidade do poker estava conhecendo o novo portal de notícias sobre o esporte da mente: o Mundo Poker. O site veio com a proposta de coberturas exclusivas de eventos dos principais torneios brasileiros e internacionais, além de trazer todas as novidades sobre o assunto para os fãs. 

No início foi um desafio, não que o Mundo Poker tenha se livrado de todos, o que é impossível já que são eles que nos movem e nos levam sempre para frente. Mas o site foi começando aos poucos, um passo de cada vez, com calma e perseverança. 

LEIA MAIS: Último dia do KSOP Rio de Janeiro tem decisão do Main Event, High Roller e de mais três torneios; confira

Por causa do empenho da equipe formada por mim, Átala Souza, Ytarõ Segabinazzi e Guilherme Schiff, construímos um portal que está se consolidando diante dos amantes do poker cada vez mais. Mas, além de nós três, ainda existe uma equipe de parceiros que fazem toda a diferença para a cobertura do site: Paulo Barilka, Artur Oliveira, Lucas Oliviera, Amália Provisani, Analia Provisani, Maria Oliveira, David Zuluaga, Bento Júnior, Luana Guerreiro, Juliane Rosa, entre tantos outros. 

Equipe Mundo Poker – Guilherme Schiff, Átala Souza e Ytarõ Segabinazzi – durante KSOP Special

Neste período de um ano, algumas mudanças aconteceram tendo em vista a qualidade do conteúdo e a satisfação do público. O site mudou de roupagem, o Instagram passou de uns três mil e poucos seguidores para os atuais 13 mil, o Facebook acompanhando as atualizações do site constantemente e a criação da página do Mundo Poker no Twitter

Assim, o site ganhou novos canais de comunicação através das redes sociais com o compromisso de manter a qualidade do conteúdo e ser um espaço de maior interação com o público fiel. 

Lógico que nada disso seria possível se nossa equipe não contasse com o apoio dos jogadores, times, clubes, eventos, comunicadores e fãs da comunidade que acreditam no nosso trabalho.  Bem como o suporte da equipe que nos auxilia nas coberturas dos eventos do Brasil afora, obrigada por investirem no site. 

Ainda neste primeiro ano de existência, o Mundo Poker acompanhou momentos memoráveis do poker brasileiro como os dois braceletes conquistados na WSOP de 2019 pelos craques Murilo Figueredo e Yuri Martins

Guilherme Schiff e Chris Moneymaker no BSOP Millions 2019

Também tivemos a honra de repercutir outros grandes feitos dos nossos jogadores nos feltros nacionais e internacionais. Para nossa alegria, foram tantos que não dá nem para comentar tudo aqui.

Recebemos ao longo do caminho o reconhecimento vindo de cada player pelo excelente trabalho realizada pela nossa equipe. Ouvimos atentamente as críticas e sugestões para nosso crescimento enquanto portal de notícias. 

Obrigada a todos aqueles que acessam diariamente nossas plataformas de conteúdo. Obrigada por acreditarem no nosso trabalho e por nos ajudarem a construir nossa credibilidade, espaço e nome na comunidade do poker. Que venham muito mais anos para crescermos e comemorarmos juntos. 

Geral

NÃO É REPLAY! Luan Felipe volta a ser destaque do GGN8 Network ao fazer FT em dois torneios

“KASINAO” foi campeão do GGSOP #17: $25 GGMasters

Publicado

em

Postado Por

O Brasil segue fazendo bonito no GGN8 Network. Nesta quarta-feira (16), Luan Felipe, pilotando a conta “WaitANDplay”, fez mesa final em dois torneios, faturando US$ 16.005.

No Fifty Stack $500, ele conquistou a medalha de bronze entre os 234 participantes, ganhando US$ 12.082. Em seguida, no 4º lugar, aparece “Rock Pitbull” com US$ 9.026. Já no Daily Marathon $300, Luan terminou no 6º lugar, puxando US$ 3.923.

LEIA MAIS: Depois de acordo judicial, Mike Postle e Justin Kuraitis falam pela primeira vez sobre as acusações de trapaça; veja a reação da comunidade

LEIA MAIS: Astro do futebol americano, Cody Latimer é demitido depois de tiroteio em home game

Além disso, no GGSOP #17: $25 GGMasters,”KASINAO” foi campeão do field de 3.035 concorrentes, levando US$ 10.074. No High Rollers Main Event $1K, Wilder Brito ficou na 4ª colocação entre os 104 adversários, recebendo US$ 9.777.

Enquanto isso, no $400 Forty Stack, Pablo Brito alcançou o 4º lugar do field de 340 competidores, faturando US$ 9.445. No Daily Special $55, “BradPet” deixou os 1.131 adversários para trás, puxando US$ 9.286.

Confira os resultados de quarta:

Evento Jogador Colocação Prêmio
Daily Special $88 “AMilhao” US$ 8.918
Daily Monster Stack $200 Guilherme “Rotweiller” Ramos US$ 7.895
Bounty Hunters Special $105 Felipe “Cuscuz1” Badotti US$ 7.623
Bounty Hunters Special $210 Julio “arigold888” Lins US$ 7.520
High Rollers Main Event $1K “getaxc56” US$ 7.362
GGSOP Side Event: $50 Marathon Ricardo “rickzera” Da Rocha US$ 7.149
GGSOP #17: $25 GGMasters “random dude” US$ 7.122
Side Event: $800 Marathon “fab5” US$ 5.362
Bounty Hunters Six Shooter $126 Bruno “Depaulainspt” Souza US$ 5.160
GGSOP #17: $25 GGMasters “R00TS” US$ 5.036
Bounty Hunters Daily Main $52.50 Eduardo “Jovenzito” Franke US$ 4.876
Daily Special $55 Israel “thegaijin” Colangelo US$ 3,869
$400 Forty Stack Bruno Volkmann US$ 3.745
Daily Special $55 Caio “Caio_Bras_SP” Botelho US$ 3.451
Daily Special $50 “morgota” US$ 3.425
Bounty Hunters Six Shooter $126 Daniel “Desenrugado” Costas US$ 3.405
Daily Special $22 Kaue “22ehfold” Alapont US$ 3.387

Continue Lendo

Geral

Rafael Furlanetto, o “pycadasgalax”, conta trajetória no poker e emoção com o bicampeonato no WCOOP: “muito especial”

Passagem pelo 4bet Poker Team e parceria com Leocir Carneiro ajudaram o jovem

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Reprodução Instagram)

Ele não é de outra galáxia, mas apareceu como destaque do poker nacional como um verdadeiro cometa neste ano. O jovem Rafael Furlanetto, de apenas 24 anos, está brilhando no online nos últimos meses e conseguiu fazer história no WCOOP num intervalo de apenas 12 dias. Ele é o “pycadasgalax” no PokerStars e vem mostrando ser um das gratas revelações de 2020.

Na última semana, Rafael conseguiu o maior prêmio de sua carreira ao vencer o Evento #44 (US$ 215 NLH) da série e levou a forra incrível de US$ 58.026. Além de brindar o maior valor de sua trajetória, o jogador de Cascavel, Paraná, conseguiu a façanha de conquistar o bicampeonato no WCOOP. Ele já havia vencido o Evento #11-M, de Limit Hold’em, no início do festival.

“Ainda nem caiu a ficha direito. É um momento muito especial na minha vida, eu jogo pra isso, e eu nunca tinha ganhado nenhum título em nenhuma série, então conquistar dois em tão pouco tempo foi incrível pra mim”, falou o jovem jogador.

LEIA MAIS: Com três títulos na atual edição, Yuri Martins mira em recorde de fenômeno russo em 2018; saiba mais

Quem começou a ver Rafael brilhando no poker online neste ano e pensa que o jovem “caiu de paraquedas” nesses resultados está muito enganado. Furlanetto joga profissionalmente desde os 18 anos de idade, interrompendo a faculdade de Engenharia Civil no início para se dedicar ao jogo. Aprimorou os conhecimentos passando pelo 4bet Team e jogando para um craque do país.

“O 4bet agregou muito na minha carreira, pois fiquei jogando e fazendo coaching durante um ano com os melhores. Depois disso, eu comecei a jogar para o Leocir (Carneiro) que é meu amigo aqui da minha cidade onde a gente discutia muito as jogadas e ele sempre me ajudou muito”, contou o jovem.

Rafael também contou para o Mundo Poker como foi ter cravado um torneio de Limit Hold’em, a festa com amigos e família e detalhes da decisão de passar a jogar por conta.

Confira o papo completo com Rafael Furlanetto:

MP: Você colocou o poker como meta antes de uma possível faculdade? Como foi esse processo?

Em 2014, iniciei o curso de Engenharia Civil, naquela época eu já era lucrativo no jogo e ao longo do tempo eu percebi que não tava conseguindo conciliar as duas coisas, então conversei com minha família e decidi parar a faculdade. No início não foi fácil para eles aceitarem e realmente é compreensível isso. Não é fácil você falar para seus pais que vai largar a faculdade para viver jogando baralho. A única pessoa que sempre me apoiou desde o início foi meu pai. Isso mudou com o tempo e hoje todo mundo me apoia e torce por mim!

MP: A sua primeira vitória foi no Limit Hold’em. Você também se dedica bastante pra jogar os Mixed Games? Como é essa relação?

Eu jogo muito Hold’em e Omaha, mas o Limit Hold’em que foi minha primeira cravada na série, é uma modalidade que não estudo e não estou acostumado a jogar, porém eu entrei por ser um WCOOP e tentar um título. Já entrei no final do late register e deu no que deu. Joguei muito cash de Omaha também, mas outras modalidades não costumo jogar, porém agora pretendo começar e ir a fundo nessas outras categorias.

MP: Como que foi essa decisão de jogar por conta e o que levou de bagagem passando pelo 4bet e na parceria com o Leocir?

Há muitos anos vinha me preparando para jogar por conta, eu sempre me predeterminei para isso! O 4bet agregou muito na minha carreira, pois fiquei jogando e fazendo coaching durante um ano com os melhores. Depois disso, eu comecei a jogar para o Leocir (Carneiro) que é meu amigo aqui da minha cidade onde a gente discutia muito as jogadas e ele sempre me ajudou muito. Além disso tudo, um dos fatores mais importantes para eu tomar essa decisão foi o financeiro, pois desde o ano passado eu ganhei muito dinheiro no PPPoker, é isso me deixou confortável e mais confiante para jogar por conta.

MP: Como que foi a comemoração e a repercussão da família e amigos desse hit que foi o maior da sua carreira?

Tenho um grupo no WhatsApp com meus amigos jogares de poker que estavam todos me acompanhando e torcendo muito por mim! Cada pote que eu puxava eram mensagens que não acabavam mais (risos). Quem esteve presente pessoalmente comigo foi minha namorada e foi surreal o quanto comemoramos! A repercussão na internet foi grande e atraiu muitos amigos de longa data que vieram me parabenizar.

MP: Quando o poker ao vivo voltar ao Brasil você pretende ter mais aparições em grandes séries no live?

Pretendo sim! Inclusive estou sentindo falta de jogar um live. Com certeza não poderei estar presente em todos, mas nos eventos maiores estarei lá.

Continue Lendo

Geral

Astro do futebol americano, Cody Latimer é demitido depois de tiroteio em home game

O craque responde judicialmente por três ações criminais

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Reprodução)

Cody Latimer, jogador de futebol americano da Liga Nacional de Futebol (NFL), foi demitido após confusão meses atrás em um home game. Na ocasião, o jovem de 27 anos participava do jogo de poker entre amigos, quando disparou tiros de advertência sem mirar em ninguém depois de supostamente agredir um dos adversários.

De acordo com relatos, o motivo da discussão e comportamento do player foi por causa de uma alegação de agressão sexual contra o filho do astro da NFL, que tem apenas 4 anos de idade. Com o ocorrido, Latimer foi preso e logo depois solto com uma fiança de US$ 25.000.

LEIA MAIS: Com três títulos na atual edição, Yuri Martins mira em recorde de fenômeno russo em 2018; saiba mais

LEIA MAIS: TRICAMPEÃO! Murilo Figueredo sai de short para campeão no Evento #46-M e fatura segundo título nesta edição do WCOOP

Com isso, o player teve seu contrato encerrado. Atualmente Cody Latimer está sendo julgado pela ações cometidas no home game, respondendo pelas acusações criminais de descarga ilegal de arma de fogo, agressão em segundo grau e por ameaças.

Ele atuava pelo Washington Football e após a prisão, foi colocado em uma lista da NFL onde os jogadores ficam inelegiveis para jogar e até mesmo treinar.

Outros jogadores da NFL que passaram por problemas judiciais também tiveram seus contratos cancelados em outras ocasiões. No entanto, ainda não se sabe se Cody Latimer voltará para o campo após a conclusão do julgamento.

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS