Slider
Siga-nos

Geral

Mexido com o momento, João Simão altera planejamento e joga grade mais barata: “funcionou bem demais”

O craque falou sobre ansiedade e desgaste emocional de jogar os high stakes

Publicado

em

(Crédito: Artur Oliveira)

Para o poker, a triste pandemia do Coronavírus e o isolamento aplicado no mundo inteiro acabaram sendo consequências benéficas, com uma onda da melhor fase do online há muitos anos. Mas até quem está no meio há anos pode ficar abalado com o momento. É o que aconteceu com o craque João Simão.

Em uma série de stories no Instagram, o craque disse que, embora o poker esteja voando, a situação ruim de muitas pessoas próximas mudaram seus pensamentos.

“Não tem sido muito fácil esse período triste que estamos vivendo. No meu caso, eu fiquei bastante ansioso, já sou ansioso de forma geral, mas com tudo o que está acontecendo, principalmente com as pessoas próximas a mim, comigo não tanto, mas pessoas que eu gosto estão sofrendo financeiramente, emocional tá péssimo e é inevitável isso refletir no jogo”, começou.

Simão estava pronto para grindar os torneios mais caros desta fase, principalmente os do Poker Masters, com vários de US$ 10.300 e US$ 25.500, além de torneios da Powerfest com buy-in de US$ 5.200 e US$ 2.100. Só que o lado emocional pesou mais alto. João decidiu ir na contramão do que a maioria dos grinders high stakes estão fazendo: diminuiu os valores de sua grade.

LEIA MAIS: Vice do Main Event do Poker Masters, recreativo venezuelano é um famoso treinador de cavalos de corrida; saiba mais

“Eu jogo muito caro, todo mundo sabe. O jogo muito caro requer você estar 100% com o emocional. Financeiramente com o psicológico bom. O jogo caro aumenta essa ansiedade e o desgaste emocional de forma geral. Meu planejamento era jogar tudo, mas decidi mudar drasticamente”, contou Simão para os seus seguidores.

Assim, o craque passou a jogar torneios entre US$ 100 e US$ 530. Nos domingos, inclui os melhores na faixa de US$ 1.000. “Aí são buy-ins onde tenho um desgaste emocional praticamente insignificante. Consigo usar o poker muito mais como uma distração para a minha quarentena, do que como um potencializador de frustrações, expectativas, ansiedade. Funcionou bem demais”, constatou o Team Pro do partypoker.

Simão conquistou três títulos da Powerfest neste período, sendo o último deles neste domingo. Foi a 12ª conquista do mineiro no principal festival do partypoker. Ele falou um pouco das sensações de como está sendo “baratear a grade”.

“Tinha muito tempo que não jogava nesses valores e é impressionante como um dia muito ruim não faz cosquinha nos dias ruinzinhos nos buy-ins que eu jogava. Tá sendo bem legal, tô adorando essa experiência, muito leve mesmo. Recomendo vocês a tentarem encontrar qual é a grade ideal nesse momento que estão passando”, falou Simão.

A sequência de vídeos postada pelo craque vale a pena ser ouvida, principalmente para os jogadores que estão começando no esporte da mente.

Geral

Daniel Negreanu vai para o tudo ou nada, tira quase metade do prejuízo de uma só vez e conquista maior lucro do desafio contra Polk

Jogador canadense reagiu após última sessão e saiu com a maior vantagem até agora

Publicado

em

Postado Por

Daniel Negreanu mostrou porque se trata de um dos maiores de todos os tempos. Depois de ter chegado a marca de mais de US$ 1 milhão de prejuízo no desafio de heads-up contra Doug Polk, o canadense veio para mais uma sessão determinado a mostrar que não estava acabado. Com um desempenho avassalador, Negreanu fez o maior lucro já registrado até agora em uma sessão do duelo, com incríveis US$ $ 390.032. Dessa maneira, “DNegs” reduziu grande parte de seu prejuízo. Ainda assim, quem segue na frente é o americano, com US$ 612.563 de lucro.

A disputa dessa sexta (22) começou bastante equilibrada e foi Polk quem abriu a maior vantagem inicial, com US$ 65.000. Se, nesse momento, alguém pensou que a história dos últimos duelos aconteceria de novo, se enganou redondamente. Daniel não se deu por vencido e, aos poucos, foi ganhando potes e diminuindo a vantagem do rival. Com boas leituras e bons calls, o embaixador do GGPoker conseguiu empatar o confronto e ganhou confiança.

A partir daí, Negreanu não parou mais. Após passar a frente pouco depois, o canadense não deu descanso ao seu oponente e manteve-se na liderança por todo o embate. De maneira agressiva, conseguiu ganhar bons potes mixando estratégias diferentes, com apostas baixas em algumas situações e com overberts no river em outras. Ao final, não deixou dúvidas que tinha sido seu melhor desempenho.

LEIA MAIS: Streamer provoca Neymar com falinhas e emojis e leva bead beat no river do craque do PSG; confira

Depois de encerrada a sessão, Negreanu deixou a entender parte do seu pensamento para hoje. O profissional indicou que estava disposto a arriscar bastante, pois já havia perdido muito e precisava se virar. Ele comparou a chance de hoje como uma Hail Mary, jogada que é considerada a última esperança de vitória em uma partida de futebol americano. A estratégia se provou mais do que certeira.

Por sua vez, em seu Twitter, Polk lamentou ter perdido a maior sessão entre todas e disse que se viu em situações difíceis durante todo o confronto.

“Tivemos a maior derrota em qualquer partida de todo o desafio hoje. Spots muito, muito difíceis por toda parte. Muitas situações realmente ruins em que tivemos uma mão razoável para caçar blefes.”

Finalizada a sessão de hoje, são 18.924 mãos jogadas dentre as 25 mil combinadas. Com o duelo se aproximando da reta final, Negreanu conseguirá manter o ritmo e se aproximar do rival ou Polk irá reagir? O próximo duelo, que acontece segunda-feira (25), promete.

Confira os resultados de cada sessão até o momento:

Sessão Mãos Jogadas Vencedor do Dia  Ganhos
1-4 1.372 Doug Polk $ 180.865
5 365 Daniel Negreanu $ 206.944
6 637 Doug Polk $ 93.542
7 591 Daniel Negreanu $ 222.832
8 457 Daniel Negreanu $ 24.156
9 377 Doug Polk $ 205.734
10 852 Doug Polk $ 117.624
11 416 Doug Polk $ 120.023
12 684 Doug Polk $ 332.178
13 476 Daniel Negreanu $ 17.780
14 788 Daniel Negreanu $ 13.000
15 514 Daniel Negreanu $ 46.581
16 824 Doug Polk $ 160.348
17 980 Doug Polk $ 173.362
18 834 Daniel Negreanu $ 143.642
19 534 Daniel Negreanu $ 117.962
20 904 Doug Polk $ 118.253
21 279 Daniel Negreanu $ 40.214
22 500 Daniel Negreanu $ 27.005
23 750 Daniel Negreanu $ 98.579
24 750 Daniel Negreanu $ 27.945
25 750 Daniel Negreanu $ 132.648
26 600 Doug Polk $ 119.609
27 650 Doug Polk $ 26.198
28 608 Doug Polk $ 73.728
29 770 Doug Polk $ 298.984
30 1.046 Daniel Negreanu $ 390.032
Total 18.924 Doug Polk $ 612.563

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo

Geral

Em desafio de heads-up, “LLinusLLove” tenta hero call caríssimo com J high e erra feio na leitura; confira como foi

O craque suíço não estava com a leitura afiada no momento da jogada

Publicado

em

Postado Por

Em paralelo aos desafios de heads-up entre Daniel Negreanu contra Doug Polk e Chance Kornuth contra Phil Galfond, outros com menos holofote também estão chamando atenção do público. Um desses é o duelo entre o craque Linus Loeliger, o “LLinusLLove” e o grinder “BERRY SWEET”, vencedor de PLO nos high stakes.

O acordo deles é bastante legal. Como Linus tem predileção e é melhor no Hold’em, eles decidiram variar o desafio com mãos das duas modalidades. O problema é que uma das mãos recentes que pipocou nas redes sociais acabou sendo um erro de leitura do suíço justamente em uma mão de No-Limit Hold’em. Ninguém gosta de errar hero call, né?

A jogo acontece nos limites US$ 100 / US$ 200. Linus estava no small blind e deu raise para US$ 490, levando call do rival. O flop mostrou . O suíço c-betou US$ 703,44 e viu “BERRY SWEET” dar raise para US$ 2.419,83. O “LLinusLLove” pagou a volta e eles viram o turn . O rival de Loeliger saiu apostando US$ 5.888 e levou call.

LEIA MAIS: Amichai Barer se empolga nas reentradas do Super MILLION$ e lucra valor baixo mesmo com o oitavo lugar

O pote ficou imenso e foi completado com . Sem delongas, “BERRY SWEET” foi all in de US$ 19.559,55. Depois de pensar, Loeliger, com mais stack, resolveu arriscar com um call de J alto e apresentou . A lógica que passou na cabeça dele passou longe de estar precisa, pois o adversário tinha simplesmente um full house com .

No fórum 2+2, um usuário que viu a jogada fez um comentário divertido. “Me lembrou uma das primeiras vezes que eu morei em Vegas, um dos meus parceiros de quarto falou: ‘Eu acabei de fazer um call de J high’. A gente ficou… ‘Uau, você ganhou?’ ‘Não, mas eu dei um call de J high’.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo

Geral

Chris Moneymaker comenta mudanças na posição de embaixador e lembra início no PS: “me deram dinheiro para fazer nada”

O americano explicou que o conceito de embaixador mudou ao longo do tempo

Publicado

em

Postado Por

O ano de 2021 começou com a notícia do fim da parceria de um dos maiores nomes da história com o PokerStars. O site da espada vermelha anunciou a saída de Chris Moneymaker, campeão do Main Event da WSOP em 2003, do quadro de embaixadores. A notícia repercutiu no mundo todo e ainda dá o que falar.

Em entrevista para o PocketFives, Moneymaker falou sobre o período como embaixador e a mudança que foi acontecendo com o tempo. Uma das frases marcantes do papo foi do começo da caminhada com o site, o primeiro ano na função. “Quando fui contratado, não existia essa coisa de embaixador”, começa.

“Tom McAvoy (ex-jogador e primeiro embaixador) era o único que tinha um acordo e eu não sabia realmente qual era o papel”. No meu primeiro ano com o PokerStars, eu realmente não fiz nada. Não tinha nada acontecendo. Eram três ou quatro torneios em um ano, não era muito televisionado. Basicamente, me deram dinheiro para fazer nada, só para usar um patch”, relembra.

LEIA MAIS: Zicada dupla na transmissão da MundoTV termina com mão “do céu ao inferno” de Dario Sammartino no MILLION$

“Com o passar dos anos, toneladas de programas de TV, toneladas de torneios, toneladas de tudo começaram a surgir. Ser um embaixador naquela época era basicamente usar o patch, representar o site, fazer entrevistas e jogar no site. Nada que eu normalmente não faria de qualquer jeito. Então, realmente não era um trabalho para mim. Eu só tinha que ser eu mesmo e isso, de novo, tornou tudo muito fácil”, disse Chris.

Um ponto bastante legal da entrevista é quando ele fala sobre a mudança no conceito de ser um embaixador. “Mudou bastante. Para ser um embaixador no jogo de hoje, você quase tem que ser um streamer ou fazer coisas dessa natureza, porque não há tantas oportunidades de aparecer na TV”, analisa. Ele fala que pode ser também “uma personalidade que atraia fora do poker”.

Agora sem o PokerStars, Moneymaker já está pensando no futuro. “Já recebi ligações e respondi a algumas delas, então sim, vocês vão ver alguma coisa sobre mim no futuro”, declarou.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS