BANNER_MUNDO_Mega_1920x350AF
WhatsAppImage2022-01-26at083226
TOPO_SITE_1920_350
BannerSite_1920x350px
WhatsAppImage2021-11-18at124217
Royal Pag

HU Challenge partypoker

Caio Almeida vence duelo pesado contra Renan Bruschi e fecha o grupo de semifinalistas do HU Challenge for Charity

O duelo entre os craques terminou com um cooler

Publicado

em

http://bit.ly/BNHUC1

O Mundo Poker Heads-Up Challenge for Charity conheceu os quatro semifinalistas na noite desta terça-feira (22). Os últimos jogos das quartas de final foram realizados e o derradeiro foi o jogão entre Renan Bruschi e Caio Almeida, um dos duelos mais técnicos da segunda fase. No fim das contas, quem avançou foi Caio, sócio do Midas Team.

Cercado de expectativas, o duelo durou menos do que a audiência gigante do canal esperava certamente. Com dois jogadores com estilo “pra frente”, os potes ficaram muitas vezes inflados e Caio precisou de cerca de 25 minutos para faturar a vitória e se garantir na semifinal do projeto. A trajetória é bonita, pois ele superou Peter Patrício e agora o “Internett93o”.

LEIA MAIS: HU Challenge for Charity by partypoker se aproxima de R$ 50 mil em doações generosas; saiba como contribuir

A vantagem de Caio começou quando o gaúcho jogou pra frente uma mão com duas pontas e não acertou, com o paranaense puxando o pote com o segundo par. Na mão seguinte, Renan 3-betou com J5 de ouros e criou outro pote grande. Caio tinha AQ de copas, ninguém acertou nada e o sócio do NeTTeam abortou o blefe no river.

Na seguinte, Renan não abdicou de blefar, mas perdeu um belo pote ao encontrar Almeida com um flush no river. Algumas mãos se passaram e a vantagem dele continuou, mas aí o gaúcho acertou uma belíssima leitura. Caio tentou um blefe enorme com 9 high e tomou um hero call de 20 big blinds de Renan que segurava K high, virando o jogo.

Crie sua conta no partypoker em dinheiro real e dispute os principais torneios do poker online!

Ele ficou na frente por um tempo em um momento com apenas potes pequenos que não mudaram tanto o “placar”. Aí um erro acabou custando caro para Renan. Ele perdeu a ponta ao dar um misclick em um grande pote. Caio tinha dois pares e apostou overbet no turn. Renan deu um insta click raise sem querer, colocando quase 20 big blinds no centro. Depois foram de check no river, mas a virada de Caio aconteceu.

O “CFAlmeida” conseguiu extrair bem em algun potes e abriu quase 2 para 1. Aí veio o pote do desfecho num cooler. Caio abriu raise com AJ e o gaúcho 3-betou com AT. O jogador do Midas só pagou e o flop veio A83. Foi mortal! Renan fez o famoso três barris por valor, apostando também no turn 5 e indo all in no river 8. Caio só precisou dar o call para fazer a festa.

Caio Almeida vai enfrentar João da Silveira na semifinal na próxima quinta-feira (22). Se derrotar o “Jogador Mundo Poker” vai disputar a grande final no mesmo dia contra o vencedor do jogo entre Ricardo Sehnem e Patrick Ulysséa. O paranaense já garantiu o ITM de US$ 530 e a chance de escolher uma das instituições beneficiadas no HU Challenge.

Confira a mão final:

Confira o chaveamento:

HU Challenge partypoker

Size para induzir de Nelepo, blefe de Caio Almeida e pote de 273 big blinds: confira a mão do título do HU Challenge

O potaço entre os craques foi crucial na grande final do projeto

Publicado

em

Postado Por

A primeira edição do Mundo Poker HU Challenge for Charity by partypoker terminou e vai deixar saudade depois de tantos jogos épicos entre craques do poker brasileiro interagindo na transmissão ao vivo. A grande final foi um jogo bastante interessante e que teve uma mão preponderante no resultado e na festa de Patrick Ulysséa, o grande campeão.

A jogada em questão começou Caio recebeu e abriu raise de 2 big blinds. Nelepo tinha e 3-betou para 9 big blinds. O flop veio e ele foi para c-bet de 9,9 big blinds. Almeida pagou. O turn foi e o jogador do 4bet Team veio para um míssil de 29,9 blinds. Na caça pelo flush, o jogador paranaense pagou novamente. E o river mostrou . Não veio.

Crie sua conta no partypoker em dinheiro real e dispute os principais torneios do poker online!

Nelepo, então, tinha 88 big blinds para trás e decidiu fazer uma aposta de 23 big blinds com o intuito de atrair o rival. Deu certo. Com mais fichas e o blocker do flush nuts, Caio foi para all in e escutou o adversário “não tem como foldar” e deu o call, puxando o potaço de 273 big blinds e abrindo uma vantagem de 10 para 1. “Eu justamente betei baixo já para isso”, disse Patrick.

Nesse momento, Caio liderava o duelo com uma vantagem de 25 big blinds. Depois disso, a desvantagem de cerca de 11 para 1 ficou quase impossível se recuperar. Alguns minutos depois o Nelepo 10 confirmou o título e foi o grande campeão da primeira edição do HU Challenge.

Confira a jogada:

 

Continue Lendo

HU Challenge partypoker

Patrick Ulysséa derrota Caio Almeida e é o grande campeão do Mundo Poker HU Challenge for Charity by partypoker

O jogador do 4bet Team teve uma grande trajetória durante o torneio

Publicado

em

Postado Por

A primeira edição do Mundo Poker Heads-Up Challenge for Charity by partypoker chegou ao fim com a vitória de um dos jogadores mais carismáticos da comunidade brasileira. Patrick Ulysséa, o “Nelepo 10”, foi o grande campeão do torneio e colocou o nome na história de um dos projetos mais especiais já feitos nos dois anos de história do site.

Nem tinha dado para comemorar direito a vitória na semifinal contra Ricardo Sehnem e Patrick já estava nos feltros virtuais novamente para a grande final contra Caio Almeida, um dos sócios do Midas Team. Os dois jogos de Nelepo nesta quinta-feira (24) tiveram a mesma tônica: foram duas vitórias extremamente rápidas. O título valeu o prêmio de US$ 2.800.

O jogo contra Caio começou bem animado com aquelas falinhas clássicas de ambos durante as mãos, um tentando acertar o range do outro e dando algumas pistas falsas nas jogadas. Patrick ganhou o primeiro pote grande quando os dois acertaram um flush com apenas uma carta. Ele tinha o K e Caio a Q, second nuts contra third nuts.

Mas o jogador do Midas Team não deixou essa vantagem perdurar muito tempo e conseguiu dois belos potes para equilibrar e até passar na frente. Quando tinha uma vantagem de 25 big blinds, veio a mão crucial do jogo e do título de Patrick: um blefe de Caio num pote gigantesco que acabou não passando.

Caio recebeu e abriu raise de 2 big blinds. Nelepo tinha e 3-betou para 9 big blinds. O flop veio e ele foi para c-bet de 9,9 big blinds. Almeida pagou. O turn foi e o jogador do 4bet Team veio para um míssil de 29,9 blinds. Na caça pelo flush, o jogador paranaense pagou novamente. E o river mostrou . Não veio.

Crie sua conta no partypoker em dinheiro real e dispute os principais torneios do poker online!

Nelepo, então, tinha 88 big blinds para trás e decidiu fazer uma aposta de 23 big blinds com o intuito de atrair o rival. Deu certo. Com mais fichas e o blocker do flush nuts, Caio foi para all in e escutou o adversário “não tem como foldar” e deu o call, puxando o potaço de 273 big blinds e abrindo uma vantagem de 10 para 1. “Eu justamente betei baixo já para isso”, disse Patrick.

Aí virou questão de tempo para o título. Caio ainda tentou resistir, mas poucas mãos depois veio a mão da cravada: all in pré-flop de do streamer contra do jogador do Midas Team. O último board do HU Challenge foi .

http://bit.ly/BNHUC1

“Muita gente estava na torcida, galera falando que eu ia ganhar, entendo a galera na torcida, mas eu falava que estava ali mais pra completar tabela. Mas HU tem variância. Fui muito feliz de ter conseguido jogar bem, runnei muito bem também, tô muito feliz”, disse o campeão. Nelepo teve uma bela campanha. Ele derrotou Luan Leonel, Brunno Botteon e Ricardo Sehnem antes da grande final.

Caio falou sobre a mão decisiva. “Eu queria ganhar, queria muito ganhar, mas é aquela coisa. Tinha o blockerzão do nuts, não tinha como ganhar, o pote tava muito grande, Nelepo fez o size perfeito ali para eu me jogar e eu me joguei. Paciência, ele mereceu ganhar e é isso”, disse o vice-campeão que ganhou o prêmio de US$ 1.930.

Tanto Nelepo como Caio Almeida, assim como os semifinalistas João da Silveira e Ricardo Sehnem terão a oportunidade escolher as instituições beneficiadas no projeto que arrecadou mais de R$ 40.000. Fica aqui o agradecimento aos 16 players que abraçaram a ideia, a todo mundo que fez uma doação e quem acompanhou essa saga de tantos jogos durante o mês inteiro. Até a próxima!

Confira o blefe que foi decisivo:

Confira a mão do título de Patrick Ulysséa:

 

Continue Lendo

HU Challenge partypoker

Olha a Ferrari! Patrick Ulysséa passa por cima de Ricardo Sehnem em jogo relâmpago e vai para a final do HU Challenge

O jogador do 4bet Team enfrenta Ricardo Sehnem na decisão

Publicado

em

Postado Por

Depois de um jogo bastante amarrado entre Caio Almeida e João da Silveira, veio o segundo jogo das semifinais do Mundo Poker Heads-Up Challenge for Charity by partypoker: Patrick Ulysséa e Ricardo Sehnem. A expectativa era de um jogo bem pra frente entre os dois streamers, mas nem o mais otimista esperava um jogo tão rápido.

O “Nelepo 10” não tomou conhecimento do rival e passou por cima do jogador catarinense em um jogo que não durou nem 15 minutos. Uma coisa era fato: os potes seriam muito grandes durante a partida e logo de cara o grinder do 4bet Team explorou ao máximo Sehnem quando teve oportunidade.

A primeira mão já teve um grande check-raise no turn com broca e flush draw. Logo depois, uma mão que fez muita diferença no jogo. Em um pote 3-betado por Sehnem com 88, Patrick tinha KQ e acertou o flop 47Q. O catarinense c-betou e levou call. Depois, ele deu check no turn 7 e Nelepo foi para uma aposta de 8 big blinds levando call.

LEIA MAIS: HU Challenge for Charity by partypoker se aproxima de R$ 50 mil em doações generosas; saiba como contribuir

O pote ficou com quase 50 big blinds e Nelepo, após pensativa, foi para um grande overbet de 65 big blinds. Sehnem ficou muita em dúvida e disse que o próprio range “tava capado para médio”, estranhando a aposta. O embaixador da Beatdagame não se aguentou e acabou dando o call entregando um pote enorme.

Depois disso, Nelepo veio com tudo para cima de Sehnem e ainda contou com uma boa runnada ao acertar vários boards para tirar ainda mais fichas do adversário. Quando ficou com 50 big blinds, Ricardo ainda conseguiu uma dobra de full house contra sequência, mas a vantagem de Nelepo ainda ficou bem confortável.

Crie sua conta no partypoker em dinheiro real e dispute os principais torneios do poker online!

Os blinds subiram e uma paradão aconteceu para selar o desfecho. Patrick pegou AA, 3-betou após raise de Sehnem com KT e flop veio ótimo para ele: K52. Com o top pair, Ricardo pagou o tiro no flop, outro no turn J e quando viu o all in no river 7, sem ter completado nenhum draw, ele já sabia que não ia conseguir largar. Depois de pensar um tempo, pagou e o duelo terminou.

Ulysséa agora está na grande final contra Caio Almeida que acontece logo mais na MundoTV. Ele já garantiu o prêmio de US$ 1.930. Ricardo ficou com US$ 530 e os dois poderão escolher uma das instituições beneficiadas com o dinheiro arrecadado no projeto.

Confira a mão final:

http://bit.ly/BNHUC1

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS