Siga-nos

Circuit

Guilherme Moura conquista o 2º anel da WSOP Circuit Uruguai ao vencer US$ 1.100 NL Hold’em Knockout

Os brasileiros Eduardo Perez e Paulo Bombin completam o pódio

Publicado

em

Guilherme Moura pisou novamente no solo uruguaio para conquistar seu segundo anel da WSOP Circuit. O brasileiro se consagrou campeão do US$ 1.100 NL Hold’em Knockout, que registrou 233 entradas. 

Com a cravada, o craque do Step Team ganhou US$ 25.000. No 3-handed,  ele enfrentou os compatriotas Eduardo Perez e Paulo Bombin, que completam o pódio na 2ª e 3ª colocação respectivamente. 

LEIA MAIS: QUE MOMENTO! Ricardo Rocha é um dos cinco finalistas do Main Event do EPT Praga 2019

A primeira vez que Guilherme colocou o anel do evento no dedo foi em 2016. À época, ele venceu a Gran Final Millionaria levando US$ 542.683 para casa. Com o recente resultado o profissional agora acumula US$ 629.878 de ganhos em torneios ao vivo. 

Confira a premiação dos finalistas:

1º – Guilherme Moura (Brasil) –  US$ 25.000

2º –  Eduardo Perez (Brasil) –  US$ 17.480

3º –  Paulo Bombin (Brasil) –  US$ 10.745

4º –  Cláudio Mário (Uruguai) –  US$ 6.535

5º –  Rolando Soria (Argentina) –  US$ 5.045

6º –  Leonardo Estrella (Brasil) –  US$ 4.180

7º –  Patrícia Drummond (Brasil) – US$ 3.565

8º – Fernando Sampietro (Argentina) –  US$ 3.040

9º –  Roberto Sagra (Argentina) –  US$ 2.500

Circuit

Depois de seis meses “em jejum”, JC Tran ressurge com título do High Roller do WSOP Circuit Thunder Valley

Lenda do poker americano, o veterano conquistou o terceiro anel da carreira

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: WSOP)

Justin Cuong Tran, o popular JC Tran, pode não ser um nome tão lembrando entre o público que passou a acompanhar o poker nos últimos anos. Mas o americano será sempre lembrado com uma das lendas do jogo. Aquele velho ditado “quem é vivo sempre aparece” fez sentido para ele neste final de semana: Tran venceu o High Roller da WSOP Circuit Thunder Valley.

O torneio com buy-in de US$ 3.250 contou com um field de 47 entradas, mas bons jogadores alcançaram a decisão, como o experiente Tony Dunst, comentarista e jogador profissional que terminou como vice-campeão. JC Tran recebeu um prêmio de US$ 49.035 pela vitória, aumentando um pouquinho seus ganhos no live que ultrapassam exorbitantes US$ 13 milhões.

LEIA MAIS: Michael Addamo derrota Cary Katz no heads-up e garante primeiro anel do Aussie Millions após onze ITMs

O curioso é que, apesar de aparecer em alguns torneios nos Estados Unidos, JC Tran não havia conseguido nenhum ITM desde julho do ano passado. O campeão falou sobre o jejum para o PokerNews. “Eu sempre comparei o poker ao golf. Se você não joga bastante, você pode ainda provavelmente ter sorte, ter uma rodada decente ali ou aqui. É como eu estou agora”, analisou de forma sincera.

O fato é que JC Tran nem precisava se explicar. Dono de dois braceletes e três anéis da WSOP, o craque tem crédito para o resto da vida.

Confira a premiação dos finalistas do High Roller:

1º – JC Tran (EUA) – US$ 49.035

2º – Tony Dunst (EUA) – US$ 30.305

3º –  Joshua Shaw (EUA) – US$ 19.779

4º – Bem Underwood (Canadá) – US$ 13.552

5º – Noel Rodriguez (EUA) – US$ 9.773

6º – Roger Bailey (EUA) – US$ 7.437

7º – Dapo Ajayi (EUA) – US$ 5.992

8º – Darren Rabinowitz (EUA) – US$ 5.127

Continue Lendo

Circuit

Christian Sare crava Gran Final Millionaria e conquista 1º anel da WSOP Circuit Uruguai

Esse é o melhor resultado da carreira do argentino

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Partypoker)

O tão sonhado anel da Gran Final Millionaria da WSOP Circuit Uruguai foi parar nas mãos do argentino Christian Sare. O player alcançou o lugar mais alto do pódio e faturou US$ 450.000 no torneio, de US$ 2.500,  que registrou 509 entradas.

Essa é a conquista mais importante do currículo de Sare até o momento. Com o prêmio, agora ele acumula US$ 770.792 de ganhos em torneios ao vivo. Antes disso, a maior premiação do jogador era US$ 53.914 quando venceu o Main Event do Master Cup Episode VII Awakening Poker, Buenos Aires, em 2016. 

LEIA MAIS: Sam Greenwood vence Steve O’Dwyer no heads-up e crava € 25.000 Single Day High Roller II do EPT Praga

LEIA MAIS: Último dia do NPS Fortaleza tem decisão do Main Event, PL Omaha e Turbo Last Chance; confira

Para conquistar esse título, ele teve de enfrentar no 3-handed, os uruguaios Cesar Sanguinetti e Matias Scaffo, que terminaram na 2ª e 3ª colocação respectivamente. 

Dos brasileiros, o mais bem colocado foi Edson Tsutsumi, no 7º lugar, puxando US$ 33.000. Na sequência, na 8ª colocação, aparece Eduardo Rocha levando US$ 23.000. Encerrando as participações dos representantes do Brasil, o 9º lugar ficou com Geferson Garcez ganhando US$17.000. 

Confira a premiação dos finalistas: 

1º- Christian Sare  (Argentina) – US$ 450.000

2º- Cesar Sanguinetti (Uruguai) – US$ 124.000

3º- Matias Scaffo (Uruguai)  – US$ 80.000

4º- José Grill  (Argentina) – US$ 60.000

5º- Fernando Echenique (Uruguai)  – US$ 50.000

6º- Héctor Giménez  (Argentina) – US$ 38.000

7º- Edson Tsutsumi (Brasil) – US$ 33.000

8º- Eduardo Rocha (Brasil) – US$ 23.000

9º- Geferson Garcez (Brasil) – US$ 17.000

Continue Lendo

Circuit

Edson Tsutsumi foi o melhor brasileiro na mesa final da Grand Final Millonaria; argentino Christian Sare fica com o título

Os três brasileiros na decisão foram os primeiros eliminados

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: PokerNews)

O Brasil não tem mais representantes na decisão da Grand Final Millonaria, no Enjoy Punta del Este, no Uruguai. Edson Tsutsumi foi o último representante verde e amarelo. Eliminado na sétima colocação, Edson puxou US$ 33.000.

A visita ao Uruguai foi muito positiva para Edson. Ele já havia garantido o troféu no Main Event da WSOP Circuit, faturando US$ 49.590. O título ficou com o goiano João Bauer.

LEIA MAIS: Day Kotoviezy supera Rebeca Rebuitii no heads-up do Ladies e conquista anel na WSOP Circuit Uruguai

LEIA MAIS: Ricardo Rocha é o Brasil no Dia 4 do Main Event do EPT Praga; Hossein Ensan vai em busca do bicampeonato

O Brasil colocou três representantes na decisão. Coincidentemente, foram os três primeiros eliminados na mesa final. Geferson Garcez ficou em nono e puxou US$ 17.000, enquanto Eduardo Rocha ficou em oitavo e faturou US$ 33.000.

A Grand Final Millonaria tinha buy in de US$ 2.500 e contou com 509 inscritos. O argentino Christian Sare jogou água no chope uruguaio ao desbancar Cesar Sanguinetti no heads-up, levando o título e US$ 450.000 para casa. Pelo vice, Cesar levou US$ 124.000.

Confira a premiação dos finalistas:

1º – Christian Sare (Argentina) – US$ 450.000

2º – Cesar SAnguinetti (Uruguai) – US$ 124.000

3º – Matias Scaffo (Uruguai) – US$ 80.000

4º – José Grill (Argentina) – US$ 60.000

5º – Fernando Echenique – US$ 50.000

6º – Héctor Giménez (Argentina) – US$ 38.000

7º – Edson Tsutsumi (Brasil) – US$ 33.000

8º – Edurado Rocha (Brasil) – US$ 23.000

9º – Geferson Garcez (Brasil) – US$ 17.000

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS