Slider
Siga-nos

ONLINE

Fernando Viana, João Simão e Rodrigo Semeghini e mais 14 brasileiros classificam no Grand Final High da Stadium Series

O Brasil terá um elenco fortíssimo de representantes no Dia 2 do torneio

Publicado

em

A Stadium Series chegou ao domingo mais importante da série com a realização dos eventos principais da grade, batizado de “Grand Final”. Na versão High, o buy-in foi de US$ 5.200 e tinha garantido de US$ 5.000.000. Apesar do field enorme de 971 entradas, o número não foi suficiente para atingir o valor prometido.

Depois de muito poker no Dia 1, o torneio foi paralisado após o estouro da bolha do dinheiro com 119 jogadores restantes. O Brasil terá um verdadeiro timaço de representantes no Dia 2. Um total de 17 jogadores carimbou a classificação. Os três melhores do país foram os craques Fernando Viana “fviana” (3.117.240), João Simão “IneedMassari” (2.119.361) e Rodrigo Semeghini “digopapel” (2.063.119).

LEIA MAIS: Forra verde e amarela! Neville Costa e Caio Almeida representam o Brasil na mesa final da WSOP #48 Millionaire Maker

A seleção de craques ainda com Lorenzo Bazei “charlie580” (1.908.601), Guilherme Beavis “teruliro” (1.679.941), “noslieda07” (1.313.851), “vanzao69” (1.283.378), “RanThisTable” (1.156.343), Pedro Padilha “PaDiLhA SP” (1.068.234), Rodrigo Selouan “SELOUAN1991” (962.880), Daniel Costa “Cabeça Tilt” (945.363), Yago Simplício “yhsimplicio” (933.249), Eduardo Garla “EduardoGarl@” (905.558), Rafael Moraes “GM_VALTER” (735.630), José Aldo Mota “cigarromata” (623.379), Alisson Piekazewicz “heyalisson” (549.100) e Warley Bruno “WarleyBruno” (163.350).

Craques gringos também estão na luta, como Pascal Hartmann “Päffchen” (5.169.779), Michael Acevedo “M_Acevedo” (5.145.811), Rui Ferreira “RuiNF” (5.059.827), Daniel Dvoress “Oxota” (4.552.697) e Henrick Hecklen “hhecklen” (3.252.562), só para citar.

O grande campeão do Grand Final High vai levar a fortuna de US$ 821.988. O ITM mínimo que eles garantiram foi de US$ 11.778. O Dia 2 retorna às 14h05 com os blinds em 30.000 / 60.000.

ONLINE

MILLIONS Online: Jaime Staples acerta flush no river, mas vê lead de adversário e tem decisão complicada; confira

O canadense acabou perdendo um pote crucial na reta final do torneio

Publicado

em

Postado Por

O Main Event do MILLIONS Online do partypoker é um torneio diferente. Com uma premiação tão absurda nas primeiras colocações em jogo e uma estrutura bem deep, os jogadores costumam lutar fortemente pela sobrevivência. Ontem (02), o Dia 3 foi bastante tenso nesse sentido, com as quedas acontecendo de forma bem devagar.

Várias mãos foram jogadas de forma cuidadosa pelos participantes, mas nem sempre é possível escapar dos coolers. Quem sabe disso é o canadense Jaime Staples. O embaixador do partypoker sofreu com uma mão daquelas e ela acabou sendo crucial no torneio dele. O profissional não conseguiu se recuperar depois.

A jogada rola nos blinds 400.000 / 800.000 e começa com raise de 1.672.000 do brasileiro Francisco Correia do UTG+2. Transmitindo ao vivo na Twitch, Staples recebe no cutoff e decide jogar de call. O austríaco Christian Rudolph também paga no small blind, assim como Dominykas Nikolaitis no big blind.

LEIA MAIS: João Simão explica vacilo para cair fora do ITM com stack gigante no Main Event do MILLIONS Online: “fiquem espertos”

O flop para quatro traz . Todos os jogadores optam pelo check e o river traz , deixando Staples muito feliz com o nuts no turn. “Alguém precisa ter um pedaço desse board, alguém tem o 8”, diz. Os três rivais dão mesa e a ação chega no streamer. Ele pensa um pouco no size e atira uma aposta de 3.600.000 fichas. O único que paga é Rudolph.

Assim, o river traz . Staples acerta o flush, mas perde o nuts. “O board dobrou, mas a gente gosta da minha mãe”, ele comenta. O pote tem 14.588.000 e Rudolph sai apostando 11.066.696, deixando exatamente 1.000.000 para trás. Jaime já estava considerando shovar se ele desse check, mas quando viu a aposta falou que era melhor só dar call.

Sem pensar por muito tempo, ele efetuou o call e viu que perdeu a mão. O austríaco revelou o flush nuts com para a tristeza do canadense. Staples sobrou com 12 big blinds e caiu alguns minutos depois na 20ª colocação (US$ 35.084). Christian, por sua vez, é um dos nove finalistas. A FT acontece neste momento com transmissão ao vivo do Mundo Poker.

Confira o desfecho:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo

ONLINE

Com river salvador, Dzmitry Urbanovich consegue quebrar QQ para seguir vivo na bolha da mesa final do Main Event do MILLIONS Online

Craque polonês teve empurrão do baralho para chegar até a mesa final

Publicado

em

Postado Por

Dzmitry Urbanovich

A reta final do Main Event do MILLION Online, série que ocorre no partypoker, foi de fortes emoções e reviravoltas de jogadores que estavam short stacks. Com dois jogadores brasileiros na disputa, a cada jogada era esperada a queda dos rivais para a formação da mesa final.

Já na bolha, com 10 jogadores restantes e faltando apenas um para formar a FT, o craque polonês Dzmitry Urbanovich se envolveu em uma mão crucial para sua continuidade do torneio. E o profissional teve que contar com uma ajuda do baralho para seguir vivo na disputa pelo prêmio de mais de US$ 800 mil.

Segurando , o polonês viu Justin Ouimette abrir raise com . Com 54.029.248 fichas nos blinds 1.750.000 / 3.500.000, Urbanovich não hesitou em 3-betar para 22.750.000, mas viu logo na sequência o chip leader Endrit Geci ir all-in por cima com e isolar a mão após o fold de Justin.

LEIA MAIS: Com transmissão do PokerGo, duelo histórico entre Daniel Negreanu e Phil Hellmuth já tem data marcada; confira os detalhes

Sem muita ação após o 3-bet, o jogador pagou e viu que precisaria contar com uma boa ajuda do baralho para seguir vivo na disputa pelo título. O flop mostrou , deixando o polonês bem atrás na jogada. O turn abriu possibilidade de empate, mas o river foi ainda melhor, fazendo um par maior para Urbanovich e quebrando o QQ do seu adversário.

Dzmitry ficou com um pote de 120.745.996 fichas, que posteriormente o deixou com o quarto maior stack para a decisão do torneio. Endrit Geci, que perdeu a mão, continou como o chip leader e se classificou dessa maneira para a a última batalha.

A mesa final começa às 16h05 de hoje e contará com dois brasileiros. O paulista Hermogenes Gelonezi possui o terceiro maior stack no momento, com 126.236.940 fichas. Francisco Correia, “o chicalltreta”, voltará com 107.266.106. A decisão terá transmissão da MundoTV com o programa Reta Final, que estará sob o camando de Ytarõ Segabinazzi. Torça com a gente!

Confira a  ação:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo

ONLINE

João Simão explica vacilo para cair fora do ITM com stack gigante no Main Event do MILLIONS Online: “fiquem espertos”

O craque mineiro não tinha conhecimento de um fato no final do Dia 1A

Publicado

em

Postado Por

O Main Event do MILLIONS Online teve a mesa final formada ontem (02) com os brasileiros Hermogenes Gelonezi e Francisco Correia. A Twitch do partypoker transmitiu todas as emoções até a formação da mesa final e contou com Pedro Padilha e João Simão como convidados. Ambos jogaram o evento e foram eliminados, mas a queda do embaixador do site teve uma história curiosa.

O sistema do torneio foi o seguinte: foram dois dias classificatórios (1A e 1B) e em cada dia classificatório 15% do field passava para o Dia 2. Quem conseguisse avançar, já estaria dentro da faixa de premiação. Simão estava pronto passar com stack de mais de 60 big blinds. Faltava apenas um jogador cair e ele carimbar a passagem.

“Cheguei no final do Dia 1 e tava gigante. Era minha última reta, abri as outras telas para assistir as bolhas. A hora que eu abri um 88, esse Dominykas (Mikolaitis) era o chip leader da mesa e tava super agressivo e ele me 3-beta do small. Eu abri sabendo que ele ia me 3-betar. Abri do cutoff e ele 3-beta 9,5 blinds, bem alto. Aí nas outras mesas vi que um cara foi eliminado pelo Bruno Volks, caiu antes que eu e tinha menos big blinds”, relata Simão.

LEIA MAIS: Cravada de Christoph Vogelsang no Titans Event veio após limp all in ousado de Eelis Pärssinen; confira

Na cabeça do mineiro, ele já havia garantido o ITM por conta dessa eliminação e isso fez ele pensar de maneira totalmente diferente na jogada em questão

“Então eu falei, pô, ele tá pressionando pra caramba, se eu der all in aqui, provavelmente ele vai só foldar e eu vou recolher uma puta grana. Tenho 88, caso ele pague ali, ainda vou brigar, e se eu perder, beleza, premiei, vou jogar o Dia 1B. Decidi ir all in. Eram 10.000.000 de fichas”, vai contando o craque.

“O cara pagou e tinha AA e eu fui eliminado. Caí em 68º, premiavam 68 (correção: aqui João se confunde, o certo seria 89º e 89), mas não fiquei ITM. Para a minha surpresa, só seria ITM se de fato eu fizesse Dia 2. Como eu não fui, eu não fui premiado. Precisava ficar entre os 68 (89) e fazer o Dia 2. Era a última mão do dia. Acabei pagando caro para aprender essa lição. Fiquem espertos, garantam o Dia 2”, finaliza o craque.

Confira o vídeo:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS