Siga-nos

Geral

Constelação: confira a galeria de craques no MILLIONS South America

Com R$ 20 milhões em premiação garantida, Rio Open conseguiu atrair jogadores do mundo inteiro em grande escala.

Publicado

em

(Crédito: Partypoker)

O MILLIONS South America é o maior torneio já realizado em solo brasileiro. Com R$ 20 milhões em premiação garantida, o evento conseguiu atrair jogadores do mundo inteiro em grande escala. O número de estrangeiros que estão presentes no charmoso Copacabana Palace é impressionante.

Neste final de semana está sendo disputado o Rio Open, o torneio inaugural da série. Muitos craques já engataram para começar os trabalhos na cidade carioca.

Confira quem está presente na nossa galeria:

Geral

Phil Hellmuth revela aposta perdida ao jogar poker com Stephen Curry e Draymond Green

O craque compartilhou o momento exato no Twitter

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Reprodução)

Semanas atrás, Phil Hellmuth estava participando do Warriors Charity Poker e aproveitou para compartilhar um momento único no qual estava acompanhando uma disputa na mesa dos jogadores de basquete Stephen Curry e Draymond Green. 

No Twitter, o memorável Hellmuth falou o seguinte sobre o encontro: “estou no microfone no torneio @Warriors Charity Poker há algumas semanas atrás. Apostei  $500 com Steph que @ Money23Green duraria mais que ele (@ StephenCurry30), mas Steph venceu novamente … Paguei imediatamente! Pelo menos eu tenho este vídeo Steph / Draymond https://youtu.be/XB5jDXjD_fI via @YouTube”, comentou. 

Phil Hellmuth ainda compartilhou o vídeo no post mostrando os craques do basquete no field. Aliás, ele é regularmente visto nos jogos do Golden State Warriors além de adorar fazer apostas. 

Inclusive, no ano passado, Phil, um grande fã de esportes, conquistou uma forra ao fazer uma aposta na temporada de futebol americano, relembre o momento aqui. 

LEIA MAIS: Douglas Lopes usa stream de Jaime Staples ao seu favor em FT e se diverte com reação do rival ao eliminá-lo: “sofrimento”

Continue Lendo

Geral

Douglas Lopes usa stream de Jaime Staples ao seu favor em FT e se diverte com reação do rival ao eliminá-lo: “sofrimento”

Mesmo com o delay, o pernambucano percebeu os ranges utilizados pelo canadense

Publicado

em

Postado Por

Muitos jogadores se tornaram referências por fazerem ótimas transmissões ao vivo na Twitch. Se por um lado é bom por ser uma ferramenta profissional para render um dinheiro extra, atraindo patrocinadores também, por outro os jogadores acabam se tornando um “livro aberto” para seus oponentes.

O canadense Jaime Staples é um dos mais famosos streamers do poker. Atualmente ele faz parte do Team Online do partypoker. Nesta semana, ele fez mesa final com o brasileiro Douglas Lopes e o pernambucano aproveitou a transmissão ao vivo do rival para extrair informações valiosas de seu jogo.

“Eu tava jogando contra ele e assistindo a stream. Tinha um delay de cinco minutinhos, mas eu sabia tudo que ele abria no meu big ou foldava. Eu via todo o range que ele jogava contra mim”, contou Douglas para o Mundo Poker. O craque eliminou Jaime Staples no 3-handed com uma bad beat de A6 contra AQ, acertando um 6 no river.

LEIA MAIS: Douglas Lopes conta história épica de quando ganhou dinheiro dormindo no PokerStars e muito mais

“Aí eu minimizei a stream porque não precisava mais assistir as jogadas dele e logo em seguida eu cravei o torneio. Depois eu abri só pra ver a reação dele com a bad. O sofrimento dele é hilário, ele cai da cadeira chorando a parada”, continuou Douglas.

Pilotando sua conta “youcanfold”, o pernambucano cravou o Evento #64 da KO Series (US$ 530 8-Max, Fast). Ele bateu o field de 75 entradas e levou US$ 13.058.

Confira a reação de Jaime Staples com a bad beat:

Assista a KO Series Saturday Night action! !giveaway de PokerStaples em www.twitch.tv

Continue Lendo

Geral

Entenda como os ensinamentos do poker transformaram a vida de Fedor Holz: “gastei cada minuto do meu dia nisso por cinco anos”

O craque aprendeu uma nova perspectiva que o ajudou a conquistar grandes resultados

Publicado

em

Postado Por

(Crédito: Reprodução Twitter)

Fedor Holz é indiscutivelmente um dos melhores jogadores de poker do mundo. Quando decidiu dar um tempo como profissional e investir em novos negócios, pegou a comunidade do esporte da mente de surpresa ainda mais por ele estar no auge. 

Desde então o craque vem se dedicando ao poker mais como um recreativo e explorando os aprendizados adquiridos ao longo dos anos diante dos feltros para outras coisas. 

LEIA MAIS: A linha tênue de Fedor Holz, entre ser fenômeno e ser aposentado

LEIA MAIS: Fedor Holz transmite sessão ao vivo no domingo e alcança duas mesas finais no PokerStars

Holz continuamente fala de positividade no Twitter e no Youtube, relembra todo o processo vivido até chegar a se consagrar o número 1 da Alemanha, e dá o caminho das pedras para quem quiser obter sucesso. 

O player decifra o sucesso em duas palavras: paixão e paciência. Em uma recente entrevista ao London’s Leadership Podcast, Fedor falou ter passado por diversas fases ao longo da carreira como jogador de poker e que todo o processo foi bem insano. 

Fedor Holz, 26 anos, acumula mais de US$ 32 milhões de ganhos em torneios ao vivo

Além disso, ele reforça a ideia de que é preciso ter muita dedicação e paciência para alcançar os objetivos seja no jogo, seja na vida e nunca esquecer de todo o esforço feito para isso. “Não é que eu tenha começado a jogar e eu era um jogador perfeito de poker, ou que eu não senti pressão, ou que não fiz muitas decisões ruins. Faz parte do processo de melhoramento e penso que parte disso é fácil de esquecer ou perder obviamente olhando para os resultados”, disse. 

Em seguida, o craque comenta sobre a época de intenso estudo e preparação para conquistar melhores resultados no poker. “Se você olhar como eu jogava poker quando eu tinha 18 e comparar como jogava quando tinha 22 ou 23, eu gastei cada minuto do meu dia nisso por cinco anos tentando melhorar o que eu estava fazendo e  olhava para isso em diferentes perspectivas”, relembrou. 

Questionado sobre como os pais podem ajudar seus filhos a lidar com as perdas na vida, Fedor Holz disse o seguinte: “na verdade, isso me faz lembrar de uma frase que eu escutei um tempo atrás e nunca vou esquecer porque isso ficou enraizado na minha mente no momento que escutei: “por trás de cada ação existe uma necessidade legítima”. Eu tento pensar nisso sempre que estou assustado, com medo, angustiado ou apenas quando eu não estou certo e eu tenho que pensar exatamente o que é isso”, contou. 

O craque alemão tem um curso de poker chamado “Pokercode”

Fedor Holz tenta explicar na prática como isso pode acontecer quando se perde dinheiro numa mesa de poker e como foi importante para seu melhoramento no esporte. Segundo o alemão, a chave de tudo é encarar o dinheiro como algo presente na superfície e encarar qual é o sentimento por trás disso tudo. “O dinheiro é só uma coisa que desencadeou uma certa emoção. Uma vez que você só foca no dinheiro, você nunca vai encontrar o que a desencadeou de verdade e isso é o que realmente causou uma mudança no meu progresso”, explicou. 

Para o empresário isso fez total diferença na performance no jogo já que começou a se perguntar o porquê dele se sentir mal até chegar à conclusão de que buscava provar para os outros que ele era bom o suficiente. “Uma vez que iniciei esse processo, o dinheiro não era tão importante mais porque quando eu me sinto bem comigo mesmo, contente, em equilíbrio, coisas como perder dinheiro não importam porque eu estou bem, estou feliz”, concluiu. 

Bom, é com esse pensamento e uma série de vídeos e frases motivacionais que Fedor Holz tenta ajudar as pessoas a se tornarem melhores nos seus projetos profissionais e pessoais.

Em 2018, ele ganhou US$ 6 milhões, a maior forra da carreira, no The Big One for One Drop da WSOP

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS