Slider
Siga-nos

ONLINE

Com quase 100 blinds, Fedor Holz é eliminado do Main Event da High Roller Series em cooler; tinha escape?

O alemão tinha stack saudável na mão da eliminação

Publicado

em

No início do Dia 2 do Main Event da High Roller Series, o craque Fedor Holz tinha o stack inicial de 250.000 fichas. Em poucos minutos e contando com algumas dobras, o alemão conseguiu subir a pilha de fichas rapidamente e alcançar as primeiras colocações na contagem. Só que o tombo veio no mesma velocidade da ascensão.

O alemão foi eliminado ainda fora do dinheiro em um pote gigantesco com mais de 200 blinds envolvidas. O carrasco de Holz foi o britânico “rickv17”. A jogada rolou com os blinds em 10.000 / 20.000 com antes de 2.500.

No UTG, o “CrownUpGuy” abriu raise de 43.000 fichas e “rickv17” deu só call de MP1. Todos os outros jogadores da mesa foldaram. O flop veio e o alemão fez a c-bet de 44.168 fichas, recebendo call do adversário. O turn foi e o jovem fenômeno deu o segundo barril, agora apostando 157.818 fichas. Levou outro call do britânico.

LEIA MAIS: Jogadores “fantasmas” e misdeal marcam domingo esquisito no Americas Cardroom; entenda os problemas

O river da discórdia foi . Com o pote marcando 539.927 fichas, Fedor Holz apostou uma “paçoca” de 408.982 fichas. Assim, o britânico emendou all in de 1.804.740 fichas, quase igual o que Holz tinha antes do river. Depois de gastar alguns bons segundos de seu time bank, o alemão anunciou o call com suas 1.320.139 que deixou para trás e caiu da cadeira.

No showdown, Holz tinha , a segunda melhor mão possível, mas “rickv17” tinha o nuts, com , eliminando o “CrownUpGuy” na 54ª colocação, fora do ITM.

E aí? Dava para foldar?

Notícias

Os Melhores do SCOOP: A impressionante saga de Murilo Figueredo com oito mesas finais e um título

O craque mostrou toda a sua versatilidade e fez chover na série

Publicado

em

Postado Por

O gigantesco SCOOP 2020 terminou e deixou histórias marcantes eternizadas para o poker. O Mundo Poker irá lembrar de feitos impressionantes em sete capítulos. O segundo é a impressionante série de Murilo Figueredo. O craque catarinense, campeão mundial na WSOP do ano passado, terminou como o melhor jogador do Brasil no ranking.

A habilidade de Murilo Figueredo nos Mixed Games mostrou o quanto tornam ele um jogador diferenciado. Foram oito mesas finais na conta e um título somado na trajetória, o seu primeiro no SCOOP, aumentando seu invejável currículo de conquistas. A versatilidade é tanta que foram sete modalidades diferentes nessas oito FTs.

LEIA MAIS: Os Melhores do SCOOP: O pentacampeonato e o recorde de Connor Drinan

O título aconteceu no FL Badugi (Evento #82-H) e rendeu um prêmio de US$ 19.720, mas esse não foi o maior hit do “Muka82”. O maior prêmio veio no Pot-Limit Omaha Hi/Lo, com a terceira colocação, valendo uma forra de US$ 30.943. Curiosamente, só as últimas duas mesas finais aconteceram no Hold’em, já perto do fim da série. As outras foram No-Limit Omaha Hi/Lo, Razz, HORSE e Stud.

“Eu gosto da frase do Muricy. Aqui é trabalho duro, meu filho!”, disse Murilo.

Todo o esforço foi recompensado de forma financeira e na glória da conquista. Além disso, os bons resultados também valeram uma colocação de destaque no ranking do série. Murilo terminou na 6ª colocação com 1.500 pontos, encerrando como o melhor brasileiro. Mais um capítulo memorável na trajetória do craque.

Confira todas as mesas finais de Murilo Figueredo no SCOOP 2020:

Evento #105-M (US$ 530 6-Max Midweek Freeze)

6ª colocação – US$ 11.628

Evento #95-H (US$ 1.050 Sunday Warm Up SE)

7ª colocação – US$ 21.169

Evento #92-H (US$ 530 HORSE)

5ª colocação –US$ 6.132

Evento #82-H (US$ 1.050 FL Badugi)

1ª colocação – US$ 19.500

Evento #63-H (US$ 1.050 Razz)

2ª colocação – US$ 19.720

Evento #53-H (US$ 2.100 Pot-Limit Omaha Hi/Lo)

3ª colocação – US$ 30.943

Evento #49-H (US$ 1.050 Limit Stud)

8ª colocação – US$ 3.087

Evento #21-H (US$ 530 No-Limit Omaha Hi/Lo)

6ª colocação – US$ 6.433

Continue Lendo

ONLINE

Raise, 3-bet, três all ins… mão maluca no Bounty Builder High Roller US$ 530 termina com cooler dos coolers

Dois jogadores brasileiros estiveram envolvidos nessa jogada

Publicado

em

Postado Por

A semana mais tranquila no poker online, com o final das séries, não significa que vai ficar sem jogadas pra lá de interessantes pra gente acompanhar. O torneio diário mais cobiçado do PokerStars atualmente, o Bounty Builder High Roller US$ 530, contou com uma mão pra lá de insana na mesa semifinal.

Dois jogadores brasileiros participaram dela: Victor Teixeira “VICTOR TXR1” e o grinder “2Much$4U_08”. Quem saiu bem feliz dela foi o austríaco “Grozzorg”.

A jogada aconteceu com os blinds 5.000 / 10.000 com antes de 1.250. Confira:

O UTG “blecram” deu raise para 23.000. Segundo a agir, Victor Teixeira decidiu fazer um 3-bet para 69.200 e já deixou a mão quente no início da mesa. Mas mal sabia ele o que estava por vir. A ação chegou no compatriota “2Much$4U_08” em MP2. Ele pensou por alguns segundos e anunciou all in de 260.008.

LEIA MAIS: Ídolo do Arsenal derrota field enorme e crava torneio em clube no partypoker: “absolutamente incrível”

O que parecia louco, ficou ainda mais. Com o segundo maior stack na mesa, “Grozzorg”, logo depois do brasileiro, foi all in por cima de 735.850. Logo depois dele, o alemão “Bolko” não teve dúvidas em também colocar todas as 218.973 fichas na mesa, o terceiro all in seguido. Depois da sequência maluca, “blecram” e Victor Teixeira acabaram foldando a mão.

O showdown revelou o “cooler dos coolers”:

“2Much$4U_08” –

“Bolko” –

“Grozzorg” –

O board foi e garantiu o pote para a melhor mão. Grozzorg ainda recebeu US$ 312,50 pela eliminação de Bolko e US$ 523,43 pela queda de 2Much$4U_08. A dupla se despediu em 17º e 16º e recebeu US$ 972 pelo ITM.

Continue Lendo

Notícias

Os Melhores do SCOOP: O pentacampeonato e o recorde de Connor Drinan

O americano escreveu um capítulo histórico na série do PokerStars

Publicado

em

Postado Por

O gigantesco SCOOP 2020 terminou e deixou histórias marcantes eternizadas para o poker. O Mundo Poker irá lembrar de feitos impressionantes em sete capítulos. O primeiro deles é o surreal aproveitamento de Connor Drinan na série. O americano simplesmente levou CINCO títulos e quebrou um recorde que perdurava desde 2012.

A saga do “blanconegro” começou no Evento #34-H (US$ 530 PLO Hi/Lo). Ao superar 378 inscritos, levou US$ 34.420 pelo título. Apenas dois dias se passaram e Drinan comemorou o bicampeonato no Evento #40-H (US$ 5.200 PLO). Por ter superado 150 oponentes, levou uma baita forra de US$ 152.011.

Depois disso ficou difícil segurar o americano. O tricampeonato veio no dia seguinte com a conquista do Evento #45-M (US$ 215 NL Omaha Hi/LO 6-Max KO Progressivo). Foram 1.052 adversários no field e um prêmio de US$ 28.358.  Três dias se passaram e Drinan faturou o tetra no Evento #56-H (US$ 1.050 HORSE). A cravada valeu US$ 30.232.

LEIA MAIS: Rodrigo Selouan relata sensação após big hit no WPT e primeiros meses do 9Tales: “honra muito grande”

Para fechar com chave de ouro, Connor Drinan foi campeão do Main Event de Pot-Limit Omaha, com buy-in de US$ 10.300. O pentacampeonato rendeu uma forra incrível de US$ 322.264. O feito ficou ainda mais doce por ter superado o finlandês Jens Kyllonem “Jeans89” no heads-up, um dos maiores especialistas do mundo na modalidade.

Connor Drinan reescreveu a história na série. Ele quebrou o recorde de quatro conquistas na mesma edição de Shaun Deeb em 2012. E até provocou de brincadeira no Twitter o compatriota.

“Ninguém gosta de twittar sobre vitórias em torneios de poker, mas parece um pouco obrigatório após conquistar o SCOOP #5 da série no PLO 10k main. Desculpa @shaundeeb”

Os cinco títulos de Connor Drinan no SCOOP 2020:

Evento #34-H (US$ 530 Pot-Limit Omaha Hi/Lo) – US$ 34.420

Evento #40-H (US$ 5.200 Pot-Limit Omaha 6-Max) – US$ 152.011

Evento #45-M (US$ 215 NL Omaha 6-Max Prog. KO) – US$ 28.358

Evento #56-H (US$ 1.050 HORSE) – US$ 30.232

Evento #75-H (US$ 10.300 Main Event PLO) – US$ 322.264

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS