Slider
Siga-nos

Notícias

Alessandro Piekazewicz acerta quadra no flop e puxa pote gigante contra Rafael Moraes no Evento #2-H do SCOOP

A dupla tem três conquistas cada um e muitos brasileiros são bicampeões

Publicado

em

Alessandro Piekazewicz (Crédito: Artur Oliveira)

O SCOOP começou nesta quinta-feira e dois eventos da variante High, os torneios mais caros, já estão chamando a atenção. O Evento #2-H contou com o buy-in de US$ 2.100 e diversos jogadores do Brasil engataram nele. Obviamente, vários estão se confrontando nas mesas e um embate brasileiro gerou um dos maiores potes do torneio até aqui.

Alessandro Piekazewicz, o “ale kmkz” do online, encontrou uma situação perfeita contra Rafael Moraes para dobrar o stack em cima do sócio do 4-bet Team. Os dois jogadores estavam com números parecidos e o jovem paranaense disparou no chip count alcançando a liderança logo depois da mão. Aconteceu nos blinds 3.000 / 6.000 com antes de 750.

Em MP1, Alessandro abriu raise de 14.100 fichas. O craque Eder Campana “edercampana”, outro brasuca na mesa, deu call do botão. A ação chegou em Moraes no big blind que deu fez a 3-bet de 70.895 fichas. O jovem paranaense deu call na volta, enquanto Campana foldou a mão. O flop mostrou .

LEIA MAIS: Relembre o show do Brasil no SCOOP do ano passado; série começou nesta quinta-feira no PokerStars

Moraes c-betou 47.875 fichas e o “ale kmkz” deu call novamente. O turn foi e, após considerar, o sócio do 4bet Team pediu mesa. Alessandro não deixou passar e efetuou uma aposta de 109.200 fichas também depois de gastar alguns segundos. O negócio ficou sério: Rafael Moraes respondeu com all in de 478.006 e Alessandro nem precisou pensar para dar o call com as 310.256 que tinha deixado para trás.

No showdown, o paranaense tinha simplesmente uma quadra com e quebrou o de Rafael Moraes. O river foi só para constar. O paulista sobrou com 58.550 fichas.

Duas mãos depois, Moraes conseguiu dobrar de AA contra A9 contra “TruthBeTold7”, mas na mão seguinte Alessandro finalizou o trabalho. A dupla se envolveu em all in pré-flop e o paranaense, novamente com , derrubou Moraes que tinha . O board foi . O craque acabou fora do ITM.

Geral

QUE SONHO! Douglas Lopes acorda com KK no big blind e tem que apenas dar call em dois all ins no Bounty Builder US$ 530

Pernambucano levou um bounty e ficou grande no torneio

Publicado

em

Postado Por

Já falamos aqui como a ressaca pós séries tem feito muitos jogadores tiraram um tempo off do poker online. O craque Patrick Leonard inclusive deu oito dicas de como passar por esse momento.

Se alguns prorrogam o tempo off poker, outros se agarram no grind, principalmente por que os grandes nomes do poker mundial estão de folga.

Um dos que não perdeu tempo e voltou à atíva foi Douglas Lopes. O pernambucano aproveitou a sexta-feira (5) a noite para engatar no BOutny Builder US$ 530 e se deu bem em uma mão onde não teve muito trabalho.

LEIA MAIS: Melhores do Twitter: Phil Ivey se posiciona, Joey Ingram indignado e Lex Veldhuis sentimental

Com duas mesas apenas no torneio, a primeira mão na volta de um break foi um sonho para o jogador. Após all in de dois jogadores, ele acordou no big blind com KK e teve só o trabalho de dar call. O baralho foi responsável pelo resto do serviço.

Confira a mão vencida por Douglas em all in triplo:

Continue Lendo

Notícias

Torneio com R$ 2 milhões garantidos encerra Série PPST neste domingo; satélites rolam no sábado

No último dia da série, evento terá premiação gigantesca por R$ 490,00 de buy-in

Publicado

em

Postado Por

A série PPST (PPPoker Super Tournaments) que está acontecendo esta semana no PPPoker vem sendo um grande sucesso. Unindo os clubes das Ligas Suprema e Brazil Poker, os torneios estão superando todos os garantidos e distribuindo centenas de milhares de reais além da premiação anunciada.

O sucesso absoluto fez com que o PPPoker e as ligas aumentassem a premiação garantida do último dia da série. Finalizando este PPST com chave de ouro, teremos este domingo um torneio com nada menos que R$ 2 milhões garantidos, com buy-in de R$ 490,00 e sem add-on. A partir das 17 horas, o evento será realizado no formato Progressive K.O., com stack inicial de 30 mil fichas e blinds de 15 minutos, permitindo reentradas ilimitadas até o fim do 15° nível.

Para oferecer aos jogadores de bankroll mais modesto a possibilidade de disputar este grande torneio, também serão realizados satélites, com buy-in de R$ 35 distribuindo pelo menos 400 vagas. Confira a grade:

Data Horário Garantido Buy-in/Rebuy/Add-on Stack Blinds Reg. Tardio
05/06 16h 100 vagas R$35 / R$35 / R$35 50K 8 min Nível 15
06/06 16h 100 vagas R$35 / R$35 / R$35 50K 8 min Nível 15
07/06 14h 200 vagas R$35 / R$35 / R$35 50K 8 min Nível 15

Ainda pensando nos jogadores recreativos, haverá também no domingo uma versão reduzida deste torneio, com a mesma estrutura, porém com R$ 100.000 garantidos e buy-in de R$ 25. Começando às 21h, o evento é uma ótima opção para garantir uma forra de cinco dígitos neste domingo com um baixo investimento.

Os dois torneios contam pontos para o Ranking PPST, que ao final da temporada (que termina dia 30/06) irá distribuir pacotes de viagem para os cinco primeiros colocados, totalizando mais de R$ 60 mil em prêmios. A classificação atualizada pode ser conferida no site oficial do PPST

Continue Lendo

Geral

Virou moda? Olivier Busquet acusa rival de heads-up de “ghosting” e deixa recado no Twitter

O craque americano não poupou palavras para o adversário

Publicado

em

Postado Por

Na semana passada, o caso de “ghosting” (quando um jogador auxilia ou se passa por outro no online) deixou a comunidade high stakes do exterior em polvorosa. A denúncia de Bill Perkins caiu como uma bomba e o excêntrico milionário Dan Bilzerian não poupou palavras acusando o craque Dan Cates como pivô do caso.

A novela mexicana que ganhou destaque parece ter esfriado bastante nos últimos dias, mas as polêmicas envolvendo a prática de “ghosting” estão longe de terminar. Nesta sexta-feira (05), foi a vez do craque Olivier Busquet descer a letra nas redes sociais. Ele acusou um jogador que está acostumado a jogar de estar fazendo exatamente a mesma coisa.

LEIA MAIS: Comentarista do Mundo Poker, Fernando Olímpio condena call de Sam Greenwood no SHRB: “dessa vez ele errou”

“Eu venho jogando com o mesmo jogador heads-up online por anos e é óbvio para mim que alguém esteve jogando em sua conta recentemente. Ao invés de choramingar como um bebê sobre isso, eu vou f**** esse fantasma”, escreveu Busquet. “Na mesa, não uma ameaça de violência”, reiterou.

Em resposta para um dos comentários, ele acrescentou. “Esses dois “regulares” vão se arrepender de me motivar desta maneira”.

Também teve piadinha com Dantes Cates… “cuidado!”

Continue Lendo
Advertisement

MAIS LIDAS